Franklin Deluzio

Franklin Deluzio é graduado em Filosofia (UESC), graduando em Física pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Especialista em Gestão Pública Municipal (UESC), Design Digital Júnior, Design Editorial Júnior, Servidor Municipal de Ilhéus/BA. Áreas de interesse: Gestão e Desenvolvimento Urbano, Políticas Públicas, Plano Diretor, Administração de Recursos, Gestão Logística, Filosofia da Educação, Existencialismo, Ética e Discurso, Filosofia da Ciência, Meteorologia, Poder, Verdade e Sociedade em Foucault, Filosofia Jurídica e autores como Heidegger, Bauman, Habermas, Foucault, Derrida, Deleuze, Sofistas, Nietzsche, Sartre, Hannah Arendt, Freud, Carlos Roberto Gonçalves e Giovanni Reale.

Mulher é morta a facadas dentro de casa em Ibicaraí

Mulher é morta a facadas dentro de casa em Ibicaraí 1

Uma mulher de 29 anos foi encontrada morta na madrugada deste domingo, 7 de outubro, dentro de sua residência, na cidade de Ibicaraí. O principal suspeito do crime é o companheiro dela, Carlos de Souza Lima de 35 anos.

De acordo com as informações, vizinhos relataram ter ouvido gritos da vítima, Simone de Souza Lima, mas pensaram que não se tratava de algo grave, já que o casal tinha brigas constantes.

Segundo a polícia, familiares da vítima disseram que viram o suspeito perambulando pela BR-101, no sentido Itabuna, e desconfiaram que algo pudesse ter acontecido. Continue lendo

Candidatos derrotados ao governo da Bahia declaram apoio a Bolsonaro

Eles tentarão ajudar candidato a crescer na Bahia, onde só venceu em 6 cidades

Candidatos derrotados ao governo da Bahia declaram apoio a Bolsonaro 2

Foto: Silvio Tito

Um dia após a reeleição de Rui Costa (PT) para governador da Bahia, com 75,5% dos votos válidos, políticos que concorreram no pleito contra o petista começaram a se movimentar nesta segunda-feira (8) para a disputa do segundo turno das eleições presidenciais, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Dois deles, José Ronaldo (DEM) e João Henrique (PRTB), reafirmaram o apoio pessoal que já tinham dado a Bolsonaro no primeiro turno das eleições. Marcos Mendes (PSOL) disse que vai votar em Haddad e os outros candidatos – Célia Sacramento (Rede), João Santana (MDB) e Orlando Andrade (PCO) – não se manifestaram.

Na Bahia, o trabalho maior neste segundo turno das eleições será por parte dos apoiadores de Bolsonaro, tendo em vista que o capitão reformado do Exército conseguiu ganhar de Haddad em apenas seis das 417 cidades baianas: Luís Eduardo Magalhães, Itapetinga, Eunápolis, Itabuna, Teixeira de Freitas e Buerarema.

O resultado das eleições também mostrou uma contradição do desejo dos eleitores nessas cidades: dessas seis, em apenas duas – Buerarema e Itapetinga o candidato da oposição José Ronaldo conseguiu ganhar. A outra que ele venceu foi em Feira, onde Haddad saiu na frente.

Na opinião do antropólogo e sociólogo do Departamento de Ciências Humanas da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), José Luís Caetano da Silva, em cidades onde predomina a atividade agrícola, como Luís Eduardo Magalhães e Itapetinga, a tendência é maior para apoio a Bolsonaro por conta disso. Continue lendo

Eleições na Bahia: Haddad vence em 411 cidades e Bolsonaro em seis

Eleições na Bahia: Haddad vence em 411 cidades e Bolsonaro em seis 4

Foto: Reprodução

O candidato à presidência Fernando Haddad (PT) recebeu o voto de 60,1% eleitores baianos neste domingo (07), primeiro turno das eleições. Das 417 cidades do estado da Bahia, o petista venceu em 411 delas.

Já o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ganhou em seis municípios baianos. Foram eles: Luís Eduardo Magalhães, Buerarema, Itabuna, Eunápolis, Teixeira de Freitas e Itapetinga. Nenhum outro candidato alcançou o primeiro lugar nas cidades da Bahia.

Alvos da operação Águia de Haia, Ângela Souza e Ubaldino não conseguem se reeleger

Alvos da operação Águia de Haia, Ângela Souza e Ubaldino não conseguem se reeleger 5

Dois dos denunciados pelo MPF, a esquerda a Deputada Ângela Sousa e a direita Deputado Ubaldino

Alvos da Águia de Haia, operação que investiga desvios de recursos federais destinados à educação em municípios baianos, os deputados estaduais Ângela Souza (PSD) e Carlos Ubaldino (PSD) não conseguiram se reeleger para a Casa Legislativa baiana. No total, R$ 12,3 milhões foram bloqueados de todos eles, a pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus/Itabuna (saiba mais aqui).

Enquanto Ângela Souza amargou com menos de 39 mil votos, pelo menos 7 mil a menos do que era necessário para ser reeleita, o pastor Carlos Ubaldino chegou perto, mas não ultrapassou o número de votos de Osni, última colocada da coligação, para ser eleito. Os dois terminam o mandato em dezembro de 2018, informou o BN.

Secretaria da Educação do Estado oferta cursos de qualificação para mais de 900 apenados em toda a Bahia

Secretaria da Educação do Estado oferta cursos de qualificação para mais de 900 apenados em toda a Bahia 6

Cerca de 975 detentos de Salvador e de mais 17 cidades do interior do Estado estão fazendo cursos de qualificação profissional, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec Prisional), que na Bahia é executado pelas Secretarias Estaduais da Educação e da Administração Penitenciária e Ressocialização. A iniciativa, que visa promover a reinserção na sociedade e oportunizar a capacitação para o mundo do trabalho, envolve 26 cursos distribuídos em 49 turmas, sendo que no sistema de regime fechado são 15 detentos por turmas e, no aberto, são 20 alunos.

As aulas para o curso de padeiro também já começaram, no Conjunto Penal de Itabuna (357 km de Salvador), contemplando pessoas do sistema fechado. Em Vitória da Conquista, os cursos de estampador de tecidos e manicure e pedicure são voltados para pessoas que cumprem pena em regime fechado na Colônia Penal e no Presídio Newton Gonçalves. Para as pessoas que cumprem pena em regime aberto, também está sendo ofertado, em Vitória da Conquista, o curso auxiliar de saúde bucal, em umas das escolas da rede estadual, com a participação de mais 50 pessoas. Também já foi iniciado, em Juazeiro, o curso de marceneiro, em regime fechado, na penitenciária da cidade.

Com carga horária de 200 a 500 horas, cada, os cursos ofertados estão alinhados às demandas de mercado. Dentre eles, destacam-se: estampador de tecido, confecção de bolsas em couro em material sintético, agente de limpeza e conservação, montador e reparador de computadores, pedreiro, pizzaiolo, eletricista de rede de distribuição de energia elétrica, eletricista instalador predial de baixa tensão, maquiador, cabeleireiro, costureiro de máquinas overloque, marceneiros, manicure e pedicure, pedreiro de alvenaria, agricultor orgânico, auxiliar de saúde bucal, micro-empreendedor individual (MEI), artesão de cerâmica e avicultor. Continue lendo