Saúde

ITABUNA: Vigilância Epidemiológica descarta possibilidade de paciente infectada por H1N1

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Itabuna descartou o caso de uma mulher, 30 anos, como sendo H1N1, como preliminarmente diagnosticada na UPA 24 Horas. A paciente sofre crise asmática desde a infância.

Ela foi removida para o Hospital Regional da Costa do Cacau para tratamento. No seu caso, os médicos seguiram o protocolo da Secretaria de Saúde da Bahia.

No caso das três crianças internadas, em Itabuna, no Hospitais Manoel Novaes, com suspeita da gripe H1N1, também se seguiu o protocolo com a realização de exames sorológicos no Laboratório Centro do Estado (Lacen), em Salvador.

Como no caso da paciente adulta, as crianças apresentavam febre alta e constante, tosse e cefaleia (dor de cabeça intensa). Tais sintomas levaram o médico plantonista a suspeitar da contaminação pelo vírus. Neste ano, a Bahia já registrou 12 casos de H1N1 confirmados. Continue lendo

HRCC inicia processo para implantação da comissão de doação de órgãos

Foto: GOV/BA

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, vai se integrar à rede de doação de órgãos e tecidos para transplantes. Profissionais da unidade estão sendo habilitados para integrarem a Comissão que vai atuar nos casos em que forem identificados potenciais doadores, sensibilizando as famílias para que a doação ocorra.

Médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos compõem a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), que está sendo formada no HRCC, que já está credenciado como uma das unidades do Estado para a captação de órgãos e tecidos.

O diretor-geral do HRCC, Hernani Vaz Krüger, explica que a comissão é fundamental no processo de acolhimento, conscientização e sensibilização dos familiares que perderam um ente querido.

“O trabalho desempenhado pela CIHDOTT é muito importante dentro da unidade hospitalar. O HRCC é referência para urgência/emergência de média e alta complexidade. Em algumas situações atende pessoas que mesmo com toda assistência prestada não conseguem sobreviver. É fundamental que a unidade disponha de uma equipe apta a dialogar com as famílias enlutadas, a fim de ajudá-las a compreender a importância da doação”, enfatiza. Continue lendo

Campanha de vacinação leva ilheenses aos postos de Saúde

Foto: Clodoaldo Ribeiro

Já nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (24), Maria de Fátima, de 63 anos foi uma das primeiras a receber a vacina contra a gripe. Idosa e hipertensa, a aposentada preferiu ir logo à sala de vacinação e garantir sua dose. “Depois a coisa fica feia né, muita gente nos postos. Todo ano eu tomo a vacina certinha”, justificou. Segunda-feira, dia 23, marcou o início da 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza – o vírus da gripe. “Eu vim até aqui para agendar e saber que dia eu poderia vir tomar a vacina. Mas, quando cheguei, me informaram que eu já poderia ficar na fila e ser vacinada hoje mesmo. Todo ano eu tomo a vacina certinho porque é muito importante se prevenir dessas viroses”, argumenta a autônoma Maria José dos Santos, de 50 anos.

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS) informou que a campanha vai até 1º de junho e devem ser imunizados, idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. O dia 12 de maio (Dia D) será a data da mobilização nacional. A estudante Viviane Santos, de 22 anos, conta que veio trazer seu bebê de um aninho para um acompanhamento de rotina. “Fiquei sabendo dessa vacinação hoje e já aproveitei a vinda para imunizá-lo. É bom. Assim, ele fica mais protegido”, disse.

Walkiria Cardeal é a chefe da seção de Imunização da secretaria municipal de Saúde (Sesau). Ela ressalta que para o grupo de pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também deve receber a vacina. “Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. Já os pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para ganhar a dose, sem a necessidade de receita”, orienta.

Nos postos – A chefe da seção acrescenta ainda que a vacina está disponível no Centro de Atendimento Especializado-CAE III (prédio da antiga Fundação Sesp), nos PSF dos bairros da Conquista, Ilhéus II e Nossa Senhora da Vitória e também nas unidades do CSU, Olivença e Morada do Porto – no Banco da Vitória. Já na zona rural, a primeira semana de imunização acontece nas localidades, Aritaguá, São José, Sambaituba, Vila Olímpio, Campinhos, Urucutuca e Ribeira das Pedras. “A Campanha será realizada no período ideal, antes do pico de transmissão do vírus influenza no Brasil, que ocorre no mês de julho”, destaca. Continue lendo

Secretaria da Saúde do Estado registra 53 casos de H1N1

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informa que até o dia 14 de abril deste ano foram notificados 323 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 31 óbitos. Dentre esses casos, 65 foram confirmados para Influenza, sendo 53 pelo subtipo A H1N1, com 12 deles evoluindo para óbito.

No mesmo período de 2017 foram notificados 146 casos de SRAG, com 11 óbitos. Dentre eles, 13 foram confirmados para Influenza sem registro de óbitos, sendo dois casos de Influenza A H1N1.

Foram confirmados casos de H1N1 em 16 municípios e os óbitos ocorreram em cinco deles. Salvador registrou oito (8) óbitos. Os outros municípios foram Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Saúde (1) e Serrinha (1).

Cinco dos 12 óbitos foram registrados em pessoas maiores de 60 anos, enquanto três deles em menores de dois anos. Além disso, duas mortes foram em pacientes entre 20 a 29 anos, um óbito na faixa etária de 2 a 4 anos e outra morte notificada entre pacientes de 40 a 49 anos. Conforme diz a Sesab BA.

ILHÉUS: Madre Thaís promove o “Dia de combate à Tontura”

No dia 20 de abril (sexta-feira), a Faculdade Madre Thaís (FMT) vai realizar o “Dia de Combate à Tontura”. A ação está marcada para o período da manhã, na Praça J.J.Seabra, no Centro de Ilhéus.

A atividade será aberta ao público. Um dos objetivos da campanha é enfatizar que a tontura é um sintoma que pode estar atrelado a diferentes problemas de saúde, não somente a labirintite, como se costuma pensar.

Coordenada pelo professor Renato Gonzaga Barreto, a iniciativa envolve estudantes do curso de fisioterapia da Faculdade Madre Thaís. Continue lendo

ITABUNA: Com estoque em baixa, banco de sangue convoca doadores

Imagem ilustrativa

O banco de sangue da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna iniciou a convocação de doadores para sanar a falta de bolsas de sangue. De acodo com o banco, seriam necessárias uma média de 60 doações por dia para atender a demanda de todos os hospitais do município e das cidades vizinhas. O número atual está bem abaixo do necessário.

Segundo o responsável pelo Serviço de Captação do Banco de Sangue, o enfermeiro Adelson Bispo, mais importante que doar sangue, é manter a regularidade dessa doação. “Hoje, durante as campanhas, um número expressivo de doadores comparece ao Banco de Sangue, mas essa doação precisa ser rotineira, precisamos criar nesse doador a consciência da importância da regularidade desse ato”, defende.

Ele diz que o intervalo entre as doações é de dois meses para homens, e de três meses para as mulheres. “Aumentar o número de doadores de repetição é o que fará com que, todos os dias, tenhamos um número de doações mais próximo do ideal”, ressaltou Adelson.

Diariamente, o banco de sangue recebe solicitações de componentes do sangue, sejam para suprir as necessidades de cirurgias eletivas, pacientes internados ou por conta de demandas extra, geralmente causada por situações de emergência.

De acordo com a coordenadora de laboratório do serviço, a biomédica Raquel Gois, cada doador é importante. “Precisamos diariamente de todos os tipos sanguíneos. Por isso, se você é doador e já está no prazo de doar novamente, compareça ao banco de sangue. Caso ainda não seja doador, encoraje-se. O seu ato de amor ao próximo nos ajuda a salvar vidas”, disse Raquel. Continue lendo

ILHÉUS: Vacinação contra gripe tem início dia 23

Confirmada para começar dia 23 de abril, a vacina contra a influenza segue até dia 1º de junho e estará disponível em todos os postos da rede de Saúde no município. As informações são da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunização, do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Fazem parte desses grupos 49.230 ilheenses, sendo que a meta a ser atingida é de 90%. As vacinas serão disponibilizadas de segunda a sexta-feira, em todas as unidades de saúde do município e o Dia D de Vacinação acontece no dia 12 de maio, um sábado.

A Campanha é uma mobilização nacional e já tem o público-alvo preconizado pelo Ministério da Saúde. Os grupos prioritários são os mesmos da última campanha, pessoas com 60 anos ou mais; crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes, mulheres até 45 dias após o parto; trabalhadores da saúde; professores; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas. Também adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Objetivo – De acordo com a secretária municipal de Saúde, Elisângela Oliveira, a campanha objetiva reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo a vacinação. “As estratégias de vacinação no município de Ilhéus, seguem conforme recomendação do Ministério da Saúde e são decisões respaldas em bases técnicas, científicas e logísticas, evidência epidemiológica, eficácia e segurança do produto”, explica. Continue lendo

ILHÉUS: Ações preventivas à IST/Aids e hepatites virais sob controle

O reforço na campanha de conscientização, ações educativas, diagnóstico precoce e agilidade no encaminhamento ao tratamento são algumas das metas desenvolvidas ao longo do ano, para diminuir a mortalidade e os casos de transmissão de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), Aids e hepatites virais. A secretaria municipal de Saúde (Sesau), informa que mantem o plano de ações e metas de controle, prevenção da doença, projetos que facilitam o acesso a serviços de assistência social e promoção da cidadania, por meio do programa de IST/Aids. A rede municipal de saúde oferece às pessoas que tiveram contato com alguma situação de risco de contágio, um medicamento que deve ser administrado em até 72 horas, para evitar a contaminação pelo vírus.

Por sua vez, a Sesau ressalta que é falsa a informação divulgada semana passada em um blog da cidade, informando que “casos de Aids explodiram em Ilhéus”. Por meio do blog, um conselheiro do grupo EROS relata que em 2009 foram registrados 614 casos de AIDS no município. Segundo ele, passados nove anos e os casos da doença explodiram na cidade, com aumento de sífilis e hepatites com agravantes de morte por negligência no tratamento e por falta de profissionais na rede do CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento).

A verdade – Dados apresentados pela Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) apontam que o município de Ilhéus registrou em 10 anos, 259 casos de HIV (2007 a 2017). Desse total de casos, 143 homens, 104 mulheres e 12 crianças. A maioria dos infectados pelo vírus HIV tem entre 20 e 35 anos de idade. Já no primeiro trimestre de 2018, o setor registrou até agora dois casos, sendo um homem e uma mulher e nenhuma criança. O programa de IST/Aids, facilita o acesso a serviços de assistência social e promoção da cidadania com articulação de diversas ações, inclusive nas secretarias municipais. Continue lendo

Entenda os diferentes tipos de vírus da gripe que circulam pelo Brasil

Este ano, até 7 de abril, o Brasil contabilizou 286 casos de influenza, comumente conhecida como gripe. Desse total, 117 casos e 16 óbitos foram provocados pelo vírus H1N1, responsável pela pandemia de 2009. Já o H3N2, menos conhecido, registrou, até o momento, 71 casos e 12 mortes no país. Há poucos meses, uma mutação desse mesmo vírus provocou a morte de centenas de pessoas no Hemisfério Norte, sobretudo nos Estados Unidos.

Em entrevista à Agência Brasil, o infectologista e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri, explicou que a principal característica do vírus influenza é sua capacidade de sofrer pequenas mutações e causar epidemias que atingem entre 10% e 15% da população mundial todos os anos. Para o especialista, entretanto, não há motivo para pânico.

Às vésperas do início da temporada de inverno no Brasil, ele alertou para a importância da vacinação, sobretudo para os que integram os chamados grupos de risco. “Assim que a campanha começar, as pessoas devem procurar a vacina e se proteger antes da entrada da estação do vírus”, explicou.

O Ministério da Saúde informou que a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe deve começar na segunda quinzena deste mês. Idosos com mais de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias pós-parto), trabalhadores da área de saúde, professores, detentos, profissionais do sistema prisional e indígenas compõem o público-alvo. Continue lendo

HRCC amplia serviço ambulatorial

O serviço ambulatorial do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, foi ampliado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A partir desta semana, o hospital que atende exclusivamente casos de urgência/emergência de média e alta complexidade, passará a contar com um ambulatório destinado às consultas de retorno pós-operatório e aos atendimentos agendados através da regulação regional, por meio do sistema Lista Única da Sesab.

 

O serviço é direcionado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), encaminhados via Central de Regulação, oriundos das secretarias municipais de saúde. Serão ofertadas as especialidades de buco maxilo facial, cirurgia geral e ortopedia. De acordo com Hernani Vaz Krüger, diretor-geral do HRCC, o atendimento ambulatorial beneficia no tratamento dado aos usuários que possuem o perfil dos serviços oferecidos.

 

“O novo ambulatório proporcionará mais qualidade ao atendimento prestado aos usuários do SUS da região. A ampliação do serviço possibilita uma atenção integral à saúde, através de intervenções rápidas e resolutivas. O retorno do pós-operatório é agendado na própria unidade”, explica.

 

Técnico em informática
Técnico em informatica em Itabuna e Ilhéus

Técnico em informática em Ilhéus

CacauWare

ADMINISTRAÇÃO DE SITES, BLOG E HOSPEDAGEM WEB
Administração técnica do seu site e blog, mantendo o funcionamento otimizado.

Solicite seu orçamento Aqui