Saúde

Mais de 1,2 mil pessoas aguardam leito na Bahia; espera dura meses

Era quinta-feira, 9 de agosto, quando Joelton Paulo dos Santos, 36,  procurou um hospital público em Ilhéus, Sul do estado, com dores nas articulações, febre alta e sangramento na gengiva. Entrou para a fila da Central Estadual de Regulação (CER) 11 dias depois, mas precisou esperar mais de 2 meses para conseguir o tratamento adequado.

O caso de Joelton é triste, mas está longe de ser uma situação isolada. Até a última terça-feira (13), 1.259 pacientes aguardavam na “fila da agonia” por um leito, segundo dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A instituição não informou o tempo médio de espera por uma vaga.

Com medo de que pacientes morram esperando atendimento, alguns parentes estão recorrendo à Justiça para ter o direito à saúde garantido. Quando a massoterapeuta Nelma Barbosa, 32, percebeu que não havia previsão de quando Joelton, seu marido, iria encontrar um leito, procurou a Defensoria em Ilhéus.

“Depois dele ser internado, a gente conseguiu transferir para uma UTI em um hospital particular, sem custo, mas os médicos disseram que ele precisava ser acompanhado por um hematologista. Ele foi levado para o Hospital Regional Costa do Cacau, que não tinha essa especialidade, mas de onde seria mais fácil a transferência para Salvador. Aí entrou na regulação”, contou.

Joelton foi transferido para o Hospital Geral Roberto Santos cerca de 20 dias após Nelma conseguir uma liminar determinando que a Sesab tomasse uma providência. “Mas não adiantou. Fizeram a transferência para cumprir a determinação da Justiça, mas mandaram ele para o Roberto Santos, que não tem hematologista”. A saga da família terminou dia 31, quando, via Defensoria, Joelton conseguiu vaga no Hospital Aristides Maltez. Continue lendo

Começa nesta segunda triagem para Mutirão de Cirurgia de Catarata em Ilhéus

A Secretaria de Saúde de Ilhéus informa que, durante esta semana (dias 20, 21, 22 e 23 de novembro), será realizada a triagem de pacientes a partir dos 60 anos que deverão ser selecionados para o Mutirão de Cirurgia de Catarata disponível para a população até o dia 15 de dezembro.

Os interessados devem comparecer à Faculdade Madre Thais, localizada na Avenida Itabuna, das 7 às 17 horas, munidos dos seguintes documentos: cópia do cartão SUS, RG e comprovante de residência.

A meta é atender 150 pessoas por dia. O mutirão é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), em parceria com a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ilhéus.

O prestador do serviço é o Day Horc – Hospital de Olhos e a avaliação para a necessidade da cirurgia será realizada por uma equipe de profissionais oftalmológicos no Hospital Costa do Cacau. Continue lendo

Ilhéus recebe nesta segunda (19) duas ambulâncias para o SAMU

Foto: Clodoaldo Ribeiro

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) recebe nesta segunda-feira (19) mais um reforço para a frota, a entrega de duas ambulâncias de suporte básico para o SAMU.

O prefeito Mário Alexandre (PSD) e o Secretário de Saúde Geraldo Magela comemoram o recebimento das ambulâncias que prestarão atendimentos na Cidade.

O recebimento dos dois veículos vêm para somar com a frota que está a serviço de Ilhéus. Sendo mais um instrumento para proporcionar um atendimento eficaz e de qualidade para a população, com a renovação os funcionários ganharão tempo, uma vez que são mais veículos na rua e isso agiliza o processo de atendimento, evitando possíveis problemas técnicos com as ambulâncias no meio do caminho, visualizo. 

A aquisição dos veículos foi feita com a verba de uma emenda parlamentar que tem como finalidade a renovação da frota de ambulâncias.  Continue lendo

ILHÉUS: Secretário de Administração Bento Lima recebe comissão de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias e analisou positivamente toda documentação apresentada

Foto: Cícero Mauro

Na tarde desta terça-feira (13), o vereador Jerbson Moraes (PSD) participou de uma reunião entre representantes dos Agentes de Combate às Endemias (ACS) e Agentes Comunitário de Saúde (ACS), com o secretário de Administração Municipal, Bento Lima, no prédio anexo ao Palácio Paranaguá.

A principal questão discutida na reunião foi a atual situação dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agente de Combate às Endemias (ACE) que por conta de uma solicitação judicial poderiam ser desvinculados da Prefeitura. Os servidores foram bem recepcionados pelo secretário Bento Lima, que ouviu atentamente os pedidos, analisou documentos e verificou que há legalidade no processo seletivo, que teve fiscalização a DIRES/SESAB/FUNASA. Continue lendo

Sistema Unimed lança Projeto Bahia e fortalece a presença no Interior do Estado

A Central Nacional Unimed anuncia novo modelo de negócios, em parceria com as Unimeds de Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana, Ilhéus e Itabuna. O Projeto Bahia vai ampliar a atuação da operadora de planos de saúde nesses municípios e tem o propósito de fortalecer a presença da Unimed no Estado, contribuindo para a melhoria da gestão e do atendimento aos clientes locais.

O Projeto Bahia faz parte do programa de reestruturação do Sistema Unimed, cuja principal característica é modificar o modelo de atuação no Estado, criando condições para que, em algumas cidades, cooperativas médicas Unimed deixem de atuar como operadoras de planos de saúde, passando a se dedicar exclusivamente à prestação de serviços médicos. A princípio, será implementado nos municípios de Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana, Ilhéus e Itabuna. Em Santo Antônio de Jesus a virada acontece neste mês de novembro.

Nas cidades inseridas no Projeto Bahia, a Central Nacional Unimed passa a atuar como operadora dos planos de saúde, assumindo toda a operação com clientes, rede credenciada e responsabilidades regulatórias. Ao passo que as Cooperativas de Trabalho Unimed focam no papel de prestadoras de serviços médicos. Continue lendo

Bahia é pouco eficiente na gestão de serviços essenciais, diz estudo

Estado ocupa a 16ª posição em ranking de eficiência elaborado por Folha e Datafolha

 


Com problemas cardíacos, a aposentada Isabel Macedo Rosa, 75 anos, sofreu um edema pulmonar e foi internada às pressas no Hospital Municipal de São Felipe, no Recôncavo baiano, no mês passado. O quadro se agravou e, com risco de morte, ela precisou ser transferida para uma unidade de alta complexidade. Foi quando começou uma verdadeira odisseia da família dela na Central de Regulação do estado.

“O médico incluiu na quinta, e os dias foram passando, sem que uma vaga surgisse. Tinha muita dificuldade para respirar. Foram quatro dias para que ocorresse a transferência para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus”, conta ela. A família chegou a recorrer a políticos locais para ajudar na transferência. “Mas ninguém ajudou em nada”.

O problema enfrentado por Isabel reflete o resultado de uma pesquisa nacional: a Bahia é considerada um estado pouco eficiente quando são considerados os serviços essenciais, como saúde, educação e segurança. O Ranking de Eficiência dos Estados – Folha (REE-F) coloca a Bahia na 16ª posição entre os 26 estados brasileiros.

O levantamento, que é feito pelo jornal Folha de S. Paulo e o Instituto Datafolha, mostra quais estados entregam mais educação, saúde, infraestrutura e segurança à população utilizando o menor volume de recursos financeiros. É a primeira vez que o estudo é realizado. Continue lendo

Medicamento para tratar hepatite pode curar chikungunya, indica pesquisa da USP

Um medicamento utilizado para tratar a hepatite C crônica é capaz de eliminar o vírus da chikungunya e da febre amarela. O estudo é realizado por pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Todos os testes para uso humano do Sofosbuvir já foram realizados e com isso é possível que a substância seja empregada em uma eventual epidemia de chikungunya.

Para um dos pesquisadores, o professor Lúcio Freitas-Junior, a utilização do Sofosbuvir para o tratamento da chikungunya é interessante porque o processo para a obtenção de um novo fármaco é demorado, levando em torno de 12 anos, e caro, podendo chegar a R$ 1,5 bilhão. “O Sofosbuvir é uma droga que passou por todo o processo de aprovação para uso humano. Isso possibilita que ela venha a ser utilizada contra a chikungunya em um ou três anos. O custo seria muito menor, estimado em cerca de US$ 500 mil”, disse. Continue lendo

Mutirão para pessoas com diabetes oferece atendimento gratuito em Itabuna

Em homenagem ao Dia Mundial do Diabetes, será realizado um mutirão feita pela ONG Unidos pelo Diabetes (UPD), neste sábado, 10. O evento ocorrerá em Itabuna, das 8h ás 15h, com atendimento gratuito a população. A ação ocorrerá no Hospital de Olhos Beira Rio e na praça Rio Cachoeira.

Quem for aos locais poderá realizar atendimento especializado com exames de fundo de olho e de pé diabético, avaliação para detecção da retinopatia e da cardiopatia isquêmica. Além de participar de uma Feira Multidisciplinar de Educação em Saúde, com estandes de caráter educativo e capacitação de agentes de saúde para lidar com a patologia. Continue lendo

Anúncio
Técnico em informática em Ilhéus

Técnico em informática em Ilhéus

Ultra Li

ADMINISTRAÇÃO DE SITES, BLOG E HOSPEDAGEM WEB
Administração técnica do seu site e blog, mantendo o funcionamento otimizado.

Solicite seu orçamento Aqui