SENAR – AR da Bahia retifica edital do Processo Seletivo com salários de até R$ 6 mil

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Administração Regional da Bahia (SENAR -AR/BA), retifica edital do Processo Seletivo para a formação de cadastro reserva de novos profissionais de níveis médio e superior.
O documento de retificação altera o local de atuação para o cargo de Auxiliar Administrativo. Também foi alterado as atribuições nas funções de Analista e Assistente Técnico.
Existem oportunidades para os cargos de Analista Administrativo, Analista Técnico, Coordenador Administrativo e Financeiro, Coordenador de Arrecadação, Coordenador de Tecnologia da Informação, Coordenador Técnico, Supervisor Técnico, Assistente Administrativo, Assistente Técnico e Auxiliar Administrativo.
Os salários variam entre R$ 1.537,00 a R$ 6.633,00, para desempenhar atividades em jornadas semanais de 40 horas.
As inscrições devem ser feitas até o dia 29 de abril de 2016, pelo site www.planejarconcursos.com.br.

Todos os inscritos serão classificados por meio de avaliação curricular, provas de conhecimentos e análise de perfil, composto por entrevistas e provas práticas. As provas provavelmente devem ser aplicadas no dia 12 de junho de 2016.
Este Processo Seletivo terá validade de um ano, contados da data de homologação do resultado final, prorrogável por igual período.
PCI

Igreja Matriz de São Jorge, padroeiro de Ilhéus, passa por reforma

Um dos mais relevantes monumentos históricos e arquitetônicos da cidade de Ilhéus, a Igreja Matriz de São Jorge, em estilo colonial, passa por uma importante obra de reforma estrutural. Situada à Rua Conselheiro Dantas, centro da cidade, a igreja representa o santo padroeiro de Ilhéus, desde a época das Capitanias Hereditárias. Além dos fiéis que prestigiam as celebrações ali realizadas, o templo católico também é visitado por milhares de turistas durante o ano.
Esta semana está sendo realizada a novena de São Jorge, cuja data magna é dia 23 de abril, feriado municipal. Mesmo sem a conclusão total da obra, o vigário geral da Paróquia de São Jorge, padre Aldemiro Sena, manteve as celebrações do padroeiro no interior do templo. Segundo ele, “a primeira etapa dos serviços, já concluída, consistiu na troca do telhado e das madeiras de sustentação. A segunda fase, que deverá ser iniciada nas próximas semanas, incluirá a substituição do piso e de todo o forro.”
O padre Miro, como é popularmente conhecido, acrescenta que os recursos utilizados na obra são provenientes dos próprios fiéis e também de eventos promovidos pela Paróquia. Além de oferecer mais conforto aos fiéis e visitantes, a obra de reforma também visa proporcionar maior segurança para o Museu de Arte Sacra, fundado em 1970. No acervo, peças raras e antigas formam um riquíssimo conjunto de valiosas imagens barrocas, adornos, objetos para cultos e documentos variados de origem sacra.  

Santo Padroeiro – Neste sábado, 23 de abril, a comunidade católica de Ilhéus comemora o Dia de São Jorge, um dos padroeiros da cidade. Com o tema central “Misericordiosos como o Pai e Valentes como São Jorge”, a tradicional novena acontece na própria Igreja Matriz de São Jorge e se estende até esta sexta-feira, dia 22, sempre a partir das 19 horas.
O ponto alto das homenagens acontecerá no sábado, 23, com uma programação que inclui Alvorada, às 5 horas; Missa das Intenções, 7 horas; Missa Solene, presidida pelo bispo diocesano Dom Mauro Montagnoli, às 9h30min; e Procissão de Fé pelas ruas do centro da cidade, às 16 horas.
PMI

IBGE suspende concurso para 1.409 vagas temporárias

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
comunicou nesta segunda-feira (18) a suspensão do concurso para 1.409
vagas temporárias destinadas ao Censo Agropecuário, bem como das
atividades ligadas ao Censo experimental. O concurso recebeu cerca de
124 mil inscrições, segundo a Cesgranrio, organizadora da seleção.
Segundo comunicado, o concurso
foi cancelado por conta do corte no orçamento do instituto, que
inviabiliza a realização do censo agropecuário, que estava previsto para
2017. O orçamento para a pesquisa, que era de R$ 330.800.000,00 no
Projeto de Lei Orçamentária, foi reduzido para R$ 266.856.444 na Lei
Orçamentária aprovada pelo Congresso em janeiro.
O IBGE informou que quem se inscreveu no concurso receberá reembolso do
valor pago. Os procedimentos para receber o valor serão informados pela
Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). O valor das inscrições era de R$ 35 a R$ 120.
O concurso previa 1.409 vagas temporárias com salários de R$ 1.560 a R$
7.166. Entre elas, 223 vagas para analista censitário (AC), 700 para
agente censitário administrativo (ACA), 486 para agente censitário
regional (ACR).

Autorização para até 82,2 mil vagas
 
O IBGE foi autorizado a contratar até 82.203 profissionais para atuar
no Censo Agropecuário. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
(MPOG) autorizou a realização do processo seletivo por meio da portaria nº 571 publicada no “Diário Oficial da União”, em dezembro do ano passado.
Segundo o documento, as oportunidades seriam para analista censitário
(223), agente censitário regional (486), agente censitário
administrativo (700), agente censitário municipal (5.500), agente
censitário supervisor (12.540), agente censitário informativo (174) e
recenseador (62.400). O nível de escolaridade dos cargos não foi
divulgado.
Globo.com

CONFIRA COMO VOTARAM OS DEPUTADOS BAIANOS

A bancada de deputados federais baianos foi uma das últimas a votar. A maioria foi contra o avanço do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, ponto a favor do governador Rui Costa. O gestor estadual foi até Brasília e mobilizou deputados em reunião na capital federal.
Dois deputados do PP – Negromonte Júnior e Cacá Leão – se abstiveram. Na Câmara Alta, o processo deve começar em maio, conforme a presidência. Abaixo, confira como votou a bancada do maior estado do Nordeste.
Votação dos deputados federais baianos no processo de impeachment:

Afonso Florence (PT) – Não
Alice Portugal (PCdoB) – Não
Antônio Brito (PSD) – Não
Antônio Imbassahy (PSDB) – Sim
Arthur Maia (PPS) – Sim
Bacelar (PTN) – Não
Bebeto (PSB) – Não
Benito Gama (PTB) – Sim
Cacá Leão (PP) – Abstenção
Caetano (PT) – Não
Cláudio Cajado (DEM) – Sim
Daniel Almeida (PCdoB) – Não
Davidson Magalhães (PCdoB) – Não
Elmar Nascimento (DEM) – Sim
Erivelton Santana (PEN) – Sim
Félix Jr. (PDT) – Não
Fernando Torres (PSD) – Não
Irmão Lázaro (PSC) – Sim
João Carlos Bacelar (PR) – Não
João Gualberto (PSDB) – Sim
Jorge Solla (PT) – Não
José Carlos Aleluia (DEM) – Sim
José Carlos Araújo (PR) – Não
José Nunes (PSD) – Não
José Rocha (PR) – Não
Jutahy Jr. (PSDB) – Sim
Lúcio Vieira Lima (PMDB) – Sim
Márcio Marinho (PRB) – Sim
Mário Negromonte Jr. (PP) – Abstenção
Moema Gramacho (PT) – Não
Paulo Azi (DEM) – Sim
Paulo Magalhães (PSD) – Não
Roberto Brito (PP) – Não
Ronaldo Carletto (PP) – Não
Sérgio Brito (PSD) – Não
Tia Eron (PRB) – Sim
Uldurico Júnior (PV) – Sim
Valmir Assunção (PT) – Não
Waldenor Pereira (PT) – Não

Ilhéus inicia vacinação contra gripe nesta segunda (18)

Na próxima segunda-feira, 18, a Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus inicia campanha de vacinação contra a gripe (influenza). A antecipação da mobilização, que começaria no fim do mês, foi orientada pelo Ministério da Saúde, por levar em consideração o aumento do número de casos de contágio e morte pelo vírus H1N1 nas cidades brasileiras. A partir do dia 18, onze postos vão servir de pontos de imunização. Já no próximo dia 30, haverá o Dia D.
O objetivo é alcançar no município a meta de imunizar no mínimo 80% da população de cada grupo prioritário, composto por idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, trabalhadores da saúde, grávidas e mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, presos, funcionários do sistema prisional, e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas. O chefe da Vigilância à Saúde da Sesau, Antônio Firmo, salienta que, neste primeiro momento, somente 30% do total de doses foi disponibilizado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).
Postos – A partir de segunda-feira, 18, os seguintes postos estarão disponíveis para vacinação: do Banco da Vitória (período da tarde), Salobrinho (diurno), Vila Cachoeira (manhã), Dr. Euller, no Vilela (matutino), Sarah Kubistchek, no Malhado (diurno), do Iguape (segunda à quinta à tarde), de Olivença (manhã), do Hernani Sá (manhã e noite), Herval Soledade, no Pontal (manhã), do Nossa Senhora da Vitória (diurno), do Ilhéus II (matutino) e CAE III, antiga fundação Sesp (diurno).

Cuidados –  O objetivo da campanha é reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da influenza. Antônio Firmo, orienta que a população adote cuidados para não contrair a gripe H1N1. Segundo ele, lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar tocar a face com as mãos e proteger a tosse e o espirro, com lenço descartável, manter os ambientes ventilados, evitar aglomerações e ambientes fechados.
SECOM-PMI

Grupo de senadores com Lídice e Pinheiro vai propor eleições presidenciais para outubro

Um grupo de seis senadores vai propor hoje eleições antecipadas para presidente e vice-presidente do Brasil. A ideia é aprovar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) no Congresso para que a escolha ocorra em outubro, juntamente com o pleito para definir os novos prefeitos e vereadores. A iniciativa parte de Randolfe Rodrigues (Rede), João Capiberibe (PSB-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), Paulo Paim (PT-RS), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Walter Pinheiro (ex-PT-BA, agora sem partido). Os quatro primeiros já se manifestaram contra a abertura do impeachment no Senado, que implicaria o afastamento de Dilma por 180 dias, enquanto Cristovam Buarque é a favor e Pinheiro não se posicionou. No grupo, contudo, há consenso de que qualquer desfecho do processo não resolverá a crise, tornando-a mais grave e aprofundando a divisão da sociedade. Setores do PT agora também se dizem favoráveis à ideia. Cristovam Buarque afirma que a solução não envolve somente a aprovação de uma PEC, mas a concordância de Dilma e do vice Michel Temer para evitar que a questão vire um impasse no Judiciário. “Mesmo que tenhamos dois terços da Câmara e dois terços do Senado (placar necessário para mudanças na Constituição), se eles entrarem no Supremo, pode ser que a corte considere que ferimos uma cláusula pétrea”, explica. “Por isso, reconheço que a nossa proposta tem muita dificuldade”, acrescenta o senador. O grupo de congressistas, no entanto, vê possibilidade de um movimento nacional pelas eleições “pegar” diante das dificuldades que se apresentam tanto para a continuidade de um governo Dilma quanto para o início de uma gestão Temer, que não se resumem à crise econômica.

BN

Impeachment: ‘Dilma foi derrubada por sua própria base de partidos’, avalia ACM Neto

Após decisão da Câmara favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, neste domingo (17), o prefeito ACM Neto afirmou que a derrubada do governo foi feita pela própria base de partidos. “A presidente Dilma teve todas as chances de admitir que errou e abrir um diálogo com a oposição e com todos os setores da sociedade brasileira para enfrentar a grave crise econômica e constitucional em que mergulhou o país junto com o seu partido o PT. Mas ela preferiu apostar no confronto político e na manutenção da incompetência administrativa. Dilma está caindo pela força das ruas e foi derrubada por sua própria base de partidos, que ela não soube administrar”, afirmou ao lembrar que evitou falar sobre o assunto antes do julgamento da Câmara Federal. “Hoje o Brasil começou a virar uma página da sua história com a aceitação pela Câmara dos Deputados do impeachment da presidente Dilma. A votação reflete a vontade da maioria do povo brasileiro”. O prefeito ainda disse espera que o vice-presidente Michel Temer “faça um governo de entendimento nacional” e que tenha compromissos com a Bahia e Salvador.

BN

Deputados do sul da Bahia votaram contra o impeachment

Os deputados Bebeto Galvão (PSB), e Davidson Magalhães (PC do B), representantes das duas maiores cidades do sul da Bahia, Ilhéus e Itabuna, votaram contra abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
Nas redes sociais os dois deputados, apesar de serem declarados como de esquerda e antecipado o voto contra o impeachment, causaram a ira  inúmeros internautas sul baianos nas redes sociais. Curiosamente, os dois parlamentares são pré-candidato a prefeitos nos respectivos municípios, e há quem garanta que o posicionamento político exposto em rede nacional vai respingar nas eleições municipais.
Ainda em matéria de ‘curiosidade’, vale lembrar que Bebeto Galvão é opositor ao prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, que é cunhado e parceiro político de Davidson Magalhães (PC do B).

Agravo

Pré-candidato a Prefeito de Itabuna Davidson Magalhães votou contra o impeachment

Logo após a votação que sacramentou a vitória da oposição no processo do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), o deputado federal Davison Magalhães (PCdoB) avaliou as razões para o revés. “Foi uma sucessão de erros da articulação política em geral, que terminou num conjunto de traições”.
Ele sustentou que o governo não se dará por vencido. “Perdemos uma batalha, mas a guerra ainda está posta. As ruas vão corresponder dessa forma. A luta contra o golpe não parou”, garantiu.
“O governo de Temer sai maculado, caso de fato assuma, e tem uma marca muito forte de do processo da corrupção. Se queriam fazem movimento de impeachment para barrar a corrupção, estão colocando um corrupto como vice-presidente do Brasil. Isso implica numa anistia praticamente garantida por esse conluio a Eduardo Cunha (PMDB-RJ)”, criticou. 

*Direto de Brasília, editor de política do Bocão News

Câmara aprova prosseguimento do processo de impeachment no Senado

Por 367 votos favoráveis e 137 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou às 23h47 deste domingo (17) a autorização para ter prosseguimento no Senado do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Houve sete abstenções e somente dois ausentes dentre os 513 deputados. A sessão durou 9 horas e 47 minutos; a votação, seis horas e dois minutos.
Às 23h08, pouco mais de 40 minutos antes do fim da sessão, o voto do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), completou os 342 necessários para a autorização do processo. Deputados pró-impeachment comemoraram intensamente no plenário; deputados contrários ao impeachment apontaram injustiça contra a presidente.
Os senadores podem agora manter a decisão dos deputados e instaurar o processo ou arquivar as investigações, sem analisar o mérito das denúncias.
A possibilidade de uma decisão contrária a Dilma se tornou mais forte ao longo da última semana, quando alguns dos principais partidos da base aliada, como PP e PSD, desembarcaram do governo e anunciaram voto favorável ao impeachment. Ainda assim, o resultado final era incerto até a tarde deste domingo.
Durante todo o fim de semana, Dilma procurou angariar apoio de indecisos, com a ajuda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não isso não foi o suficiente para evitar que se alcançasse o mínimo de 342 votos necessários para a abertura do processo.
Os dois tentaram, ainda, obter apoio popular, afirmando que um governo comandado por Michel Temer, vice-presidente da República, poderia por fim a programas sociais.
Em vídeo divulgado na internet, no fim da noite de sexta (15), Dilma disse que os “golpistas” querem derrubar o Bolsa Família. Michel Temer reagiu à fala e criticou o que chamou de “mentiras rasteiras”. Pelo Twitter, ele afirmou que, se assumir o governo, vai manter programas sociais.

O governo sofreu alguns golpes na sua articulação para tentar barrar o processo na Câmara. Mauro Lopes (PMDB-MG), exonerado da Secretaria de Aviação Civil para votar contra o impeachment, acabou votando a favor da continuidade do processo.
A Executiva do PR havia determinado que a bancada votasse contra a continuidade do processo, mas a grande maioria dos deputados do PR votou a favor do impeachment.
Por volta das 22h, quando o placar já contava quase 300 votos “sim”, o líder do governo da Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), assumiu a derrota, mas disse que é “momentânea” e que não abaterá o governo.
“É uma autorização [o que está sendo votado na Câmara] que vai para o Senado. A nossa expectativa é que o país se levante. Vamos continuar lutando porque não somos de recuar e muito menos de nos deixarmos abater por essa derrota momentânea”, declarou.
Votação
A sessão que decidiu pela continuidade do processo de impeachment começou às 14h deste domingo com tumulto, resultado de uma discussão entre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e deputados governistas que pressionavam para que oposicionistas saíssem detrás da mesa que dirige os trabalhos. Deputados pró e contra impeachment chegaram a trocar empurrões.
Enquanto transcorria a sessão, o Supremo Tribunal Federal divulgou decisão do ministro Marco Aurélio Melo que negava pedido do deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) para suspender a votação. 
G1

Enquete Dep. Estadual

Em quem você votaria se a eleição fosse hoje para Deputado Estadual:

  • Franklin Deluzio (20%, 641 Votos)
  • Capitão Azevedo (PTB) (12%, 386 Votos)
  • Luca Lima - Patriotas (11%, 364 Votos)
  • Eduardo Sales (PP) (8%, 243 Votos)
  • Cacá colchões (PP) (8%, 242 Votos)
  • Outros (6%, 204 Votos)
  • Soldado Prisco (PSDB) (5%, 159 Votos)
  • Vivaldo Mendonça (PSB) (5%, 147 Votos)
  • Ângela Sousa (PSD) (3%, 110 Votos)
  • Cipá (PCdoB) (3%, 103 Votos)
  • Sérgio Gomes (PR) (3%, 91 Votos)
  • Carmelita (PT) (3%, 86 Votos)
  • Augustão (PSB) (3%, 81 Votos)
  • Augusto Castro (PSDB) (2%, 75 Votos)
  • Jorge Luiz (PSOL) (2%, 70 Votos)
  • Rosemberg (PT) (2%, 65 Votos)
  • Roberto Brito (PP) (1%, 29 Votos)
  • Fábio Souto (DEM) (1%, 28 Votos)
  • Dimitri Adami (MDB) (1%, 27 Votos)
  • Pedro Tavares (DEM) (1%, 26 Votos)
  • Fátima Nunes (PT) (1%, 19 Votos)
  • Rogério Gomes (PODEMOS) (0%, 16 Votos)
  • Alemão (PSC) (0%, 12 Votos)

Total de Participantes:: 3.128

Carregando ... Carregando ...

Enquete Dep. Federal

Em quem você votaria se a eleição fosse hoje para Deputado Federal:

  • Cosme Araújo (PDT) (37%, 1.224 Votos)
  • Bebeto (PSB) (29%, 977 Votos)
  • Cezar Almeida - Novo (10%, 319 Votos)
  • Outros (8%, 261 Votos)
  • Davidson Magalhães (PCdoB) (2%, 63 Votos)
  • Geraldo Simões (PT) (2%, 62 Votos)
  • Josias Gomes (PT) (1%, 47 Votos)
  • Luiz Uaquim - MDB (1%, 45 Votos)
  • Alice Portugal (PCdoB) (1%, 35 Votos)
  • Irmão Lázaro (PSC) (1%, 34 Votos)
  • Elifaz Anunciação - PRP (1%, 32 Votos)
  • Paulo Magalhães (PSD) (1%, 32 Votos)
  • Diran Filho - Patriota (1%, 28 Votos)
  • Guilherme - PSL (1%, 24 Votos)
  • João Gualberto (PSDB) (1%, 23 Votos)
  • Márcio Marinho (PRB) (1%, 22 Votos)
  • Imbassahy (PSDB) (1%, 21 Votos)
  • Aleluia (DEM) (1%, 20 Votos)
  • Félix Jr. (PDT) (1%, 17 Votos)
  • Mário Negromonte Jr. (PP) (0%, 15 Votos)
  • Antônio Brito (PTB) (0%, 15 Votos)
  • Hernâni Sa - MDB (0%, 12 Votos)
  • João de Barros (PSL) (0%, 11 Votos)

Total de Participantes:: 3.435

Carregando ... Carregando ...

Ultra Li

ADMINISTRAÇÃO DE SITES, BLOG E HOSPEDAGEM WEB
Administração técnica do seu site e blog, mantendo o funcionamento otimizado.

Solicite seu orçamento Aqui