OMS recomenda o não uso de ibuprofeno no combate de Covid-19

Ilustração

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou, nesta terça-feria (17), que as pessoas não usem ibuprofeno para o tratamento de possíveis sintomas de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A recomendação da entidade veio após o Ministério da Saúde da França alertar, no último sábado (14), contra o uso da substância, que é encontrada em anti-inflamatórios.

Segundo a porta-voz da organização, Christian Lindmeier, a orientação é que, em casos suspeitos a pessoa use medicamentos com substancias baseadas em paracetamol. Essa orientação, segundo Lindmeier, é apenas para casos em que a ingestão dos medicamentos seja feita sem orientação médica.

As orientações foram feitas após uma publicação de uma pesquisa que sugeria que os pacientes com diabetes e hipertensão, tratados com ibuprofeno, tinham mais riscos de desenvolver quadros severos na doença. Além do ibuprofeno, os especialistas também não recomendam o uso de aspirina e corticoides.

Antes da declaração da OMS, o Ministério da Saúde do Brasil afirmou que não há uma comprovação que justifique a substituição do ibuprofeno. Segundo o secretário executivo do ministério, João Gabbardo, se os pacientes que estão infectados pelo coronavírus usam o medicamento por alguma outra doença, ele pasa a ter um efeito reduzido sobre a sua doença base.

“Não é que o medicamento vai aumentar a chance de ter corona vírus. Nossa secretaria de ciência e tecnologia fez a revisão bibliográfica e, neste momento, não há nenhum motivo, nem comprovação para que haja substituição do ibuprofeno”, afirmou.

Informações do Bahia.BA

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/03/oms-recomenda-o-nao-uso-de-ibuprofeno-no-combate-de-covid-19.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.