O SAMU não vai parar, afirma Secretário de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que, diante das notícias veiculadas sobre a possível paralisação do trabalho prestado pelas equipes do Samu, está em negociação com a categoria. Contudo, assegura que a assistência é essencial à população e não pode ser afetada.

De acordo com a secretaria, o diálogo está sendo mantido e as negociações feitas em conformidade com os parâmetros estabelecidos em atendimento à responsabilidade, na transparência da gestão e no repasse financeiro do município de Ilhéus.

A estimativa é melhorar o salário dos profissionais através de incentivos. Todavia, a população não será prejudicada com a suspensão do serviço. A Sesau informa ainda que foi assinado em abril último, documento que equipara os salários da classe médica da instituição aos demais profissionais da rede municipal.

Veículos novos e equipados – O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu192) de Ilhéus possui três ambulâncias básicas, duas ambulâncias avançadas (Tipo UTI), um Veículo de Intervenção Rápida (VIR) e uma motolância.

Segundo o balanço realizado, entre janeiro e novembro de 2019, a instituição realizou 13.406 atendimentos no município e região. O serviço atende oito cidades da região, sendo elas Ilhéus, Arataca, Itacaré, Una, Gandu, Teolândia, Uruçuca e Valença.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2019/12/o-samu-nao-vai-parar-afirma-secretario-de-saude.html

1 comentário

    • Eu em 20 de dezembro de 2019 às 09:49
    • Responder

    Inverdade a equiparação do salário em Abril, negociaram e ficaram enrolando até Setembro que foi quando equipado, segundo informações e que não ter a Décimo terceiro que seria pago no dia de hoje.
    Isso vem se arrastando a 3 anos e DIREITO ADQUIRIDO inclusive está na Justiça e nada é resolvido, todos sabem em Ilhéus e nada é resolvido. Realmente se todos sabem e ninguém faz nada os trabalhadores do SAMU só tem DEUS para recorrer em orações.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.