Justiça nega pedido de liberdade para falso dentista que atuava em Conquista

Justiça nega pedido de liberdade para falso dentista que atuava em Conquista 1

O juiz da 2ª Vara criminal de Itabuna, Murilo Luiz negou o pedido de liberdade provisória de Paulo Henrico e manteve a prisão preventiva. O mesmo foi preso no início do mês e é acusado de exercer ilegalmente a profissão de dentista.

O magistrado justificou sua decisão informando que Paulo Henrico teria ameaçado uma testemunha, que fez um boletim de ocorrência relatando a ameaça. O Ministério Público foi favorável pela manutenção da prisão.

A defesa de Paulo Henrico vai recorrer da decisão no Tribunal de Justiça da Bahia. Políticos do Sul da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *