É fato: “As faculdades de Direito viraram cursinhos para concurso”

É dolorosa a constatação do advogado Fernando Falcão, um dedicado professor universitário que se depara, todos os dias, com jovens que fazem o curso de Direito exclusivamente para participar de concursos públicos.

“Formam uma minoria os que querem se tornar advogados”.

Com vinte anos de experiência na profissão, Fernando Falcão acredita que a própria precarização da atividade de advogado leva ao quadro atual.

Convidado do Ricardo Mota Entrevista desta semana, ele faz críticas duríssimas à OAB – nacional e local -, mas deixa claro que não é “candidato a nada”:

– O que se faz necessário com urgência é que a Ordem defenda as prerrogativas dos advogados militantes. Cada vez mais aumenta a dificuldade para um advogado ser recebido por um juiz, como determina a lei. Agora, até assessor de magistrado quer marcar dia e hora para receber o profissional da advocacia. Esta é uma questão fundamental para a classe.

Existe preconceito contra os advogados criminalistas?

Há confusão entre advogado de bandido e bandido advogado?

A perda de representatividade da OAB não reflete o que já acontece com as instituições e entidades corporativas no Brasil?

É conferir as respostas.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 10h30, na TV Pajuçara

Convidado: Fernando Falcão – advogado e professor da UFAL

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/07/e-fato-as-faculdades-de-direito-viraram-cursinhos-para-concurso.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.