Cheque especial terá juros reduzido a partir de 1º de julho

Uma das modalidades mais caras de crédito, o cheque especial terá novas regras definidas pelo Banco Central (BC) a partir de 1º de julho. Os correntistas que usarem acima de 15% do limite da conta bancária por mais de 30 dias terão acesso a um crédito com juros reduzidos. Este tipo de crédito, vinculado à conta conforme o perfil do cliente, tem taxas de juros que variam entre 14% e 20% ao mês e que chega a 311,9% segundo a última pesquisa do BC divulgado em 27 de junho.

A Federação dos Bancos Brasileiros (Febraban) divulgou que a nova oferta de crédito não será obrigatória por parte das instituições nem a adesão do consumidor. “As instituições irão oferecer proativamente a alternativa de parcelamento mais barata” limitou-se a dizer, ainda em abril quando as regras foram anunciadas.

Esta é a segunda medida determinada pelo governo federal e seus órgãos de controle financeiro para reduzir o spread bancário no país. Em maio passou a valer a nova regra de oferta de crédito reduzido para os clientes que pagavam apenas o valor mínimo das faturas de cartão de crédito, o chamado “crédito rotativo”.

63% desconhece taxas e juros

Apesar da taxa Selic mantida em 6,5% o crédito rápido do cheque especial é um recurso usado por boa parte dos consumidores.

Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontam que 63% dos brasileiros não sabem quais as taxas aplicadas ao cheque especial sendo que 26%, pouco mais de um quarto da população economicamente ativa no país, utiliza o limite da conta bancária, conforme diz o Portal A Tarde.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/06/cheque-especial-tera-juros-reduzido-a-partir-de-1o-de-julho.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.