Ilhéus receberá Programa cultural da Petrobras até 2019

O Programa Petrobras Distribuidora de Cultura (PPDC) anunciou, nesta quarta-feira, 29, em São Paulo, os projetos selecionados em sua quinta edição, com investimentos de R$ 15 milhões para o biênio 2017/2018. Ao todo, de 647 projetos inscritos, foram escolhidos 57 espetáculos para circulação, com representantes de 16 unidades federativas, nas categorias adulto (43) e infanto-juvenil (14). Estão previstas apresentações em 110 municípios, abrangendo todos os estados.

O estado da Bahia receberá, ao todo, cinco espetáculos da categoria adulto, sendo um em Candeias, um em Ilhéus e os outros três em Salvador. Camaçari receberá apenas um espetáculo da categoria infanto-juvenil. Três produtoras baianas apresentarão seus espetáculos por cidades brasileiras. São elas a Erê, a Medida por Medida e a Seu Bomfim.

O resultado desse ano mostra um indicativo de crescente desconcentração da origem dos proponentes. De 2009 a 2014, 82% dos projetos inscritos eram da Região Sudeste. Na edição passada, esse percentual baixou para 60% e, nesta seleção, serão 40%. Vale destacar também o crescimento da participação da Região Nordeste, que passou a responder por 28% dos inscritos, contra um resultado anterior de 12%.

O objetivo do PPDC é contemplar projetos para itinerância de espetáculos teatrais não inéditos, que apresentem para os públicos de todo o país a diversidade da linguagem teatral brasileira. No período de 2009 a 2016, a BR viabilizou a circulação de 240 espetáculos teatrais, com mais de 2.650 apresentações em todos os estados, atingindo público superior a 650 mil pessoas. O programa conta com a parceria do Ministério da Cultura (MinC).

Alena Aló, coordenadora de Patrocínio Cultural da Petrobras Distribuidora, sintetizou os objetivos da Companhia: “Como uma empresa presente em todo o Brasil, a BR vê a importância de capilarizar também suas ações de patrocínio, exposição de marca e relacionamento. Por isso, buscamos ampliar a abrangência do PPDC, para extrapolar os tradicionais eixos de produção e circulação. Todos ganham: a BR, a classe artística envolvida, mas principalmente o público de todo o país, que verá espetáculos de qualidade em suas próprias cidades”, afirmou.

Assim como na última edição, todas as apresentações oferecem instrumentos de acessibilidade – Libras ou audiodescrição – e realizam, em todas as cidades da circulação, encontros com grupos locais, possibilitando o intercâmbio de linguagens e práticas cênicas.

Informações do Jornal A Tarde

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2017/11/ilheus-recebera-programa-cultural-da-petrobras-ate-2019.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.