ILHÉUS: ADEFI empossa nova Diretoria

ILHÉUS: ADEFI empossa nova Diretoria 1

Nesta sexta-feira (27), aconteceu uma Assembleia Geral Ordinária da Associação dos Deficientes Físicos de Ilhéus (ADEFI) na Biblioteca Pública General Osório, com a finalidade de reforçar as lutas em prol dos portadores de necessidades especiais do município, bem como nomear a nova diretoria, que contou com a presença do Pr. Marcos da Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira. 

A ADEFI é uma associação que luta pela união, respeito e direitos dos deficientes físicos auxiliando nas dificuldades diárias de tudo que se relaciona ao portador de deficiência. 

Na data citada acima, foram empossados os titulares e os departamentos, conforme abaixo:

  • Jurídico – Responsável: Dr. Altamirando José de Santana;
  • Saúde – Responsável: Sirlene Santos Nascimento;
  • Educação – Responsável: Gerlyson José Borges Filintro;
  • Esporte e Lazer – Responsável: Everaldo Almeida Lima;
  • Transporte – Responsável: Nerivaldo Pereira;
  • Serviço Social – Responsável: Eliete Maria da Cruz;
  • Relações Públicas e Comunicação – Responsável: Luiz Henrique Goes dos Santos;
  • Planejamento – Responsável: Samara da Silva Ribeiro;
  • Secretária e Assistência Social – Responsável: Emille Moura;

Continue lendo

Ilhéus: Secretaria de Saúde realiza levantamento de infestação do Aedes aegypti nos domicílios nesta semana

Ilhéus: Secretaria de Saúde realiza levantamento de infestação do Aedes aegypti nos domicílios nesta semana 2

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), por meio do setor de Combate a Endemias, realiza em todos os bairros de Ilhéus, o Levantamento de Índice Rápido (LIRA), nos dias 30, 31/10 e 01/11.

A ação atende a uma resolução do Ministério da Saúde, publicada no Diário Oficial da União que torna obrigatória a realização de levantamento de infestação por Aedes aegypti em todos os municípios do país.

A Sesau salienta a importância dos moradores permitirem a visita dos agentes de endemias nos domicílios.

“As informações coletadas serão utilizadas para direcionar as ações de prevenção e controle do mosquito, auxiliando na prevenção tanto da dengue, quanto da Chikungunya e do Zika vírus”.

Para o suporte ser mais efetivo, acaba de chegar mochilas com equipamentos de controle e combate a este fenômeno que são doenças causadas pelo mosquito, complementa a secretária de Saúde, Elizângela Oliveira. Continue lendo

Chocolate é promovido como produto turístico na França

Chocolate é promovido como produto turístico na França 3

Foto: ASCOM do Governo da Bahia

Atrair novos investimentos para a Bahia. Com esse propósito, o subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga e o secretário do Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, se reúnem com empresários da indústria do chocolate e da área do turismo, neste sábado (28), em Paris, na França. A agenda inclui visita ao Salon du Chocolat, principal evento mundial do setor, e do qual participam 500 expositores da França e mais de 50 países.

Em sua 23ª edição, o Salon du Chocolat Paris abriu a programação neste sábado em uma área de 20 mil metros quadrados do Porte de Versailles. O evento reúne, até 1º de novembro, chocolatiers, chefes pasticeiros, confeiteiros, designers e especialistas. No estande da Bahia, produtores de cacau e chocolate expõem seus produtos para um público ávido por novidades.

“A presença da Bahia é importante porque divulgamos a produção de chocolate como produto turístico”, afirmou Braga. “Podemos atrair um público cada vez maior de franceses, que já formam um dos principais grupos de turistas a visitar o Estado todos os anos”.

A expectativa dos organizadores do evento é de atrair público estimado em 100 mil visitantes em cinco dias. O coordenador do estande da Bahia no Salon du Chocolat, o produtor de cacau e chocolate Marco Lessa disse que os produtores buscam a utilização de mais tecnologia e divulgação. “A meta é tornar a Bahia referência internacional na produção de chocolates finos”. Continue lendo

Governo quer liberar saque do FGTS para quitar consignado

Governo quer liberar saque do FGTS para quitar consignado 4

O governo prepara mais uma modalidade de saque dos recursos do FGTS para estimular o consumo. Já estaria pronta uma medida provisória (MP) que vai permitir aos trabalhadores que pedirem demissão sacar o dinheiro do Fundo para pagar empréstimo consignado. A informação foi divulgada pelo Portal Globo.

A proposta também contempla quem for demitido por justa causa — o que não é permitido pela legislação. Atinge, ainda, os casos de demissão acordada entre empregados e patrões, nova forma de dispensa incluída na reforma trabalhista que entra em vigor no próximo mês. Segundo a minuta da MP, o saque fica limitado a 10% do saldo da conta vinculada dos trabalhadores, sendo autorizado nas operações em que o FGTS for dado como garantia do crédito consignado.

A medida surpreendeu integrantes do Conselho Curador do FGTS. Eles temem uma sangria no Fundo dos trabalhadores — que já teve suas reservas reduzidas por causa do saque das contas inativas no valor de R$ 44 bilhões e com a retirada dos recursos por causa do aumento do desemprego nos últimos dois anos. Em razão disso, o orçamento plurianual (entre 2018 e 2021) do Fundo, aprovado pelos conselheiros esta semana, encolheu em todas as modalidades de financiamento (habitacional, saneamento básico e projetos de mobilidade urbana). O valor total cairá de R$ 88 bilhões este ano para R$ 85,5 bilhões em 2018 e R$ 81,5 bilhões até 2021.

— Estamos muito preocupados, porque o orçamento está muito justo, e qualquer medida adicional levará à revisão dos números — disse um conselheiro. Continue lendo

Ibope: Lula e Bolsonaro na frente

Ibope: Lula e Bolsonaro na frente 5

Lula e Jair Bolsonaro iriam para o segundo turno se as eleições presidenciais fossem hoje. É o que mostra a primeira pesquisa feita pelo Ibope para medir o pulso da corrida presidencial de 2018.

Em qualquer cenário apresentado ao eleitor, Lula fica com o mínimo de 35% e o máximo de 36% das intenções de voto. Bolsonaro aparece com 15% quando enfrenta Lula. E cresce para 18% se o ex-presidente for substituído por Fernando Haddad (neste caso, está empatado com Marina Silva).

A pesquisa foi feita entre os dias 18 e 22, com 2.002 pessoas em todos os estados brasileiros, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Marina Silva é a terceira colocada em qualquer cenário com Lula, com índices entre 8% e 11%, dependendo dos adversários. Se Lula ficar de fora, Marina lidera, empatada com Bolsonaro.

Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e João Doria surgem embolados num pelotão abaixo, com percentuais entre os 5% e 7%. Ciro sobe até os 11% quando Lula é substituído por Haddad (que tem a preferência de 2%).

Quando o Ibope não apresenta ao entrevistado uma cartela com os nomes, ou seja, a citação sobre o candidato é espontânea, Lula aparece com 26% das intenções de voto (no Nordeste tem 42%) e Bolsonaro com 9%.

O pelotão seguinte fica muito distante entre 2% (Marina) e 1% (Ciro, Alckmin, Dilma, Temer, Doria). Continue lendo

ILHÉUS: 3 anos de escuridão e assaltos no Carneiro da Rocha no Centro

Carneiro da Rocha

Fazem 03 anos, isso mesmo, 03 anos, que a Rua Carneiro da Rocha no Centro da cidade está na escuridão. 

Ontem (27) por volta das 22 horas, dois homens armados em uma moto anunciaram um assalto a moradores que estavam na porta de casa, levando objetos pessoais das vítimas. Essa cena já é praticamente comum para os moradores do Centro, crianças, jovens e adultos já foram assaltados na rua.

Escuridão

Desde 2014, que a Rua Carneiro da Rocha sofre com a escuridão e a falta de manutenção em postes, vou deixar claro a localização dos postes, tendo em vista, que os morados há mais de três anos, já buscaram vereadores, secretários municipais e até o Disk Luz que veio na rua apenas “a passeio” e não solucionou o problema de iluminação.

Os postes com problema são: Continue lendo

ILHÉUS: Cacá quer deixar de ser personagem do folclore político em 2018

ILHÉUS: Cacá quer deixar de ser personagem do folclore político em 2018 6

Foto montagem da página Jabes Rancoroso.

O Ex-Candidato a prefeitura de Ilhéus Cacá Colchões (PP) tem esperança de mudar de patamar junto ao eleitorado ilheense, particularmente em 2018.

Cacá projeta que, pelo menos, deve deixar de ser personagem do folclore local (neste item, que fique claro – ” a mula sem cabeça” já mora na memória popular).

É, de fato, uma longa história de Cacá, começando em 2006. Houve momentos em que só Cacá assegurava, diante da desconfiança geral, que iria correr sobre os trilhos até o Palácio Paranaguá, mas tinha um PMDB e um Jabes no meio do caminho.

É lembrar que o dono do PP é a família e grupo Ribeiro, desde quando foi inventado o “transporte ferroviário”. Continue lendo

Previsão de 42 concursos em 2018: conheça a lista completa

Concursos

Mais de 30 concursos em 2018 estão previstos. São diversas vagas, não só para Brasília, que estão em análise pelo Ministério do Planejamento. Os órgãos listados enviaram os pedidos até o dia 31 de maio para tentar uma chance no Orçamento 2018 – caso os concursos sejam autorizados.

O que esses concursos em análise pelo Ministério do Planejamento têm em comum? Todos fazem parte do Poder Executivo Federal. Há outros concursos nacionais também previstos, porém não dependem de autorização da pasta, como o caso da PF e os tribunais. Todos eles são regidos pela Lei 8.112, de 1990, ou seja, o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais.

Para todos concursos federais do Poder Executivo:

– Regime de contratação estatutário, com estabilidade garantida após três anos de estágio probatório;

– Direito a auxílio-alimentação de R$458;- Obrigatoriamente, deve haver reserva de até 20% das vagas para deficientes;

– As validades são de até dois anos, prorrogáveis;

– Há direito a um 1/3 da remuneração no período de férias. Existem ainda outros benefícios. Mas, vamos ao que interessa: quais concursos federais estão previstos para 2018? É importante reforçar, que uma vez publicada a portaria de autorização no Diário Oficial da União, os órgãos terão o prazo de até seis meses para publicar o edital. Além disso, entre o período de inscrições e a prova objetiva, deve haver um tempo mínimo de 90 dias.

Concursos 2018 em análise no Ministério do Planejamento: Continue lendo