Foto: ASCOM / SESAB

Entre os dias 1º e 3 de junho Ilhéus recebeu a maior feira de saúde e cidadania do interior de estado, com consultas oftalmológicas e rastreamento para cirurgia de catarata; exames de ultrassonografia; eletrocardiograma; raio-x e atendimento odontológico, além de emissão de carteira de identidade (RG) e espaço de saúde. De acordo com os organizadores, 11.851 pessoas foram atendidas nos stands montados no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães.

A iniciativa é viabilizada pelo Governo do Estado, com apoio da Prefeitura. Na última sexta-feira (3), o prefeito Mário Alexandre e o governador Rui Costa visitaram o local e acompanharam a ação, que chegou à sua 2ª edição na cidade, sendo a 64ª feira realizada no estado.

“Não conseguiríamos promover uma ação tão importante sem o apoio do Governo do Estado. Encerramos a feira com o sentimento de dever cumprido e gratidão às equipes de saúde envolvidas. Essa parceria é construtiva e quem ganha é a nossa população. Meu agradecimento em nome não apenas de Ilhéus, mas da região”, ressaltou Mário Alexandre.

“O atendimento foi ótimo. Toda a equipe está de parabéns”, avaliou o aposentado Manoel Messias de Oliveira, de 65 anos. A ação soma-se aos serviços ofertados pela Prefeitura de Ilhéus, através do programa “Saúde na Comunidade”, cujo objetivo maior é ampliar o atendimento itinerante e prestar assistência no local onde o cidadão reside.

Os serviços odontológicos foram estendidos até o sábado (4), no mesmo local. O Odontomóvel realizou tratamento de canal; restaurações e reconstruções dentárias; cirurgias da cavidade bucal; extrações; aplicação de flúor; atividades coletivas na atenção especializada e tratamento de doenças da gengiva, limpeza e retirada de placa bacteriana.

Rastreio para cirurgia de catarata – Os pacientes atendidos na Feira Cidadã diagnosticados com a lesão ocular foram encaminhados para a cirurgia via sistema de regulação do Município. Os procedimentos foram realizados no antigo PA da Conquista, com término na segunda-feira (6). Segundo a coordenação da Feira Cidadã, foram realizadas aproximadamente 900 intervenções cirúrgicas.

O índice de complicações é mínimo, todavia, caso o paciente apresente qualquer desconforto após a cirurgia, deverá se dirigir à Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). O acompanhamento pós-operatório é feito com a assistência da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *