”Vitória dos baianos e ilheenses para o novo ciclo de desenvolvimento”, diz prefeito sobre Fiol

Com o arremate de R$ 32,730 milhões pela Bahia Mineração (Bamin), no leilão que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou nesta quinta-feira, 8, para a subconcessão do trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), os gestores municipais de Ilhéus, o prefeito Mário Alexandre, e o vice-prefeito Bebeto Galvão, afirmaram que esse feito é histórico para a Bahia e o Sul do estado, uma vitória dos baianos e ilheenses, rumo aos trilhos do novo ciclo de desenvolvimento. O leilão aconteceu na sede da Bolsa de Valores, a B3, em São Paulo, e correspondeu à concessão do trecho EF-334/BA, com R$ 3,3 bilhões de obrigação de investimento na Fiol. São 537 quilômetros de trilhos entre as cidades de Caetité e Ilhéus, na Bahia, que se integrarão ao Porto Sul.

“Nosso sentimento é de vitória, para todos os baianos e ilheenses. Foi dada a largada para que seja ampliado o ciclo de desenvolvimento econômico e social da Bahia e de Ilhéus”, comemorou o prefeito Mário Alexandre, ao lado do vice-prefeito, Bebeto Galvão. O governo municipal enfatizou o protagonismo do governador Rui Costa, que contribuiu decisivamente para a realização do leilão e da obra da FIOL. 

Cerca de milhões de toneladas de minério serão movimentadas pelo bimodal em operação, o correspondente a R$ 500 milhões por ano. 

“A Bahia será um dos maiores polos de ferrovia com o Porto sul, com a produção e escoamento de minério”, sublinhou Bebeto Galvão. E continuou: “O leilão de hoje é o coroamento de um longo processo de luta que elevará Ilhéus a um novo patamar econômico, de desenvolvimento, de aprimoramento do ambiente de negócios com a formação de um novo polo de atração de investimentos, para melhorar a vida do nosso povo”. Com a operacionalização da Fiol e do Porto Sul, além do incremento de emprego e renda, a dinâmica orçamentária do município de Ilhéus vai melhorar com mais receitas originárias pelo Imposto Sobre Serviço (ISS) no orçamento, o que vai possibilitar à gestão pública municipal realizar melhores investimentos sociais, organizando melhor a cidade e diminuindo a desigualdade e a pobreza.

A análise da retomada da Zona de Processamento e Exportação (ZPE) em Ilhéus somada à aposta de diversos investidores brasileiros e internacionais, também aponta que Ilhéus figura como um lugar promissor de grandes investimentos públicos e privados, resultado da capacidade de gestão, também voltada para um projeto de desenvolvimento a longo prazo.

Avanço da obra – Com um avanço físico médio de 80%, a Fiol se integrará ao Porto Sul, em Ilhéus. O equipamento portuário, além de contar com avanço de 18,45% das construções de todas as estruturas viárias internas, referentes à primeira ordem de serviço, tem dada a segunda ordem de serviço para a construção da parte marítima, com previsão de início em junho de 2021. “Para os que ainda tinham uma descrença do Porto Sul, o equipamento vai avançar e muito”, assegurou Bebeto.

Com a integração da ferrovia ao porto, em plena operação, Ilhéus já vai poder escoar e exportar o minério de ferro direto de Caetité e os grãos do oeste da Bahia.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2021/04/vitoria-dos-baianos-e-ilheenses-para-o-novo-ciclo-de-desenvolvimento-diz-prefeito-sobre-fiol.html

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.