ILHÉUS: Centro de Controle de Zoonoses alerta para os cuidados contra leptospirose

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Ilhéus alerta a população sobre os riscos de contaminação por leptospirose, em virtude das chuvas intensas que atingem a cidade. A leptospirose é uma doença transmitida pelo contato com a urina de ratos infectados, caracterizada por febre, icterícia, dores musculares e hematúria, que acomete humanos e caninos. A ocorrência é comum, principalmente, em comunidades carentes, após enchentes e desastres naturais.

A Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) do município informa sobre alguns cuidados importantes. Durante o período de fortes chuvas, a lama, que possui alto poder infectante, invade as residências e fica aderida a móveis, paredes e chão. “O acúmulo e descarte inadequado do lixo atraem os roedores. Em situações de enchentes, a água contaminada pela urina dos ratos entra em contato com o organismo humano e animal. Por isso, é importante realizar a limpeza das residências, sempre utilizando luvas e botas de borracha para evitar o contato”, explica coordenadora da UVZ, Paula Rocha.

O setor recomenda à população retirar a lama e lavar o local, desinfetando em seguida com uma solução de hipoclorito de sódio a 2,5%, na seguinte proporção: para 20 litros de água adicionar duas xícaras de chá (400 ml). Aplicar essa solução nos locais contaminados com lama, após a lavagem, deixando agir por 15 minutos.

Precaução – Nas enchentes, as caixas d’água ou tanques de armazenamento de água podem ser contaminados. Para limpar e desinfetar o reservatório, recomenda-se esvaziá-lo e lavá-lo, esfregando bem as paredes e o fundo. Após conclusão da limpeza, deve-se colocar um litro de hipoclorito de sódio a 2,5% para cada 1.000 litros de água do reservatório e abrir a entrada (registro ou torneira) para encher a caixa com água limpa.

Passados 30 minutos, o morador deve abrir as torneiras por alguns segundos para entrada da água clorada na tubulação doméstica. A desinfecção do reservatório e das canalizações ocorre geralmente após uma hora e 30 minutos. A coordenadora da UVZ ressalta a importância do consumo de água potável, filtrada, fervida ou clorada, pois durante as enchentes é comum ocorrer quebras na canalização.

No intuito de intensificar as ações preventivas, o CCZ reforça continuadamente o monitoramento e controle dos roedores no município.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/03/ilheus-centro-de-controle-de-zoonoses-alerta-para-os-cuidados-contra-leptospirose.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.