Homem está internado no Hospital Costa do Cacau com suspeita de meningite

Homem está internado no Hospital Costa do Cacau com suspeita de meningite 1

Um homem identificado como Joelson S. Marcelino de 27 anos, motoboy de profissão, casado, pai de duas crianças, deu entrada no Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) com suspeitas de meningite. Segundo informações da família, o paciente que se recupera há 4 dias internado, centro de referência, tudo aconteceu após uma corrida feita até a cidade de Itabuna.

Após isso, começou a sentir náuseas, dores de cabeça e febre acima de 40° graus. O que era suspeita de Dengue ou Febre Chikungunya, virou a suspeita a temível meningite. O paciente encontra-se em um leito separado dos demais e tem apresentado um quadro de melhora, após as investigações e exames mais precisos segue um tratamento diferenciado, uma vez que, os exames serão encaminhados para o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (LACEN).

Segundo informações coletadas pelo ILHÉUS.NET, foram realizados exames, tais como, hemocultura, não foi coletado o Líquor, pois o paciente apresenta Plaquetopenia.

A preocupação é a demora de diagnostico, que na qual pode agravar a situação do paciente.

O que é a meningites?

Meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. As meningites são causadas principalmente por vírus (meningite viral) e bactérias (meningite bacteriana), embora também sejam provocadas por:

Fungos (meningite fúngica);
Parasitas;
Lesões físicas;
Infecções, como otites, por exemplo;
Câncer;
Uso de medicamentos.
Nem todas as meningites são contagiosas ou transmissíveis, pois isso depende da sua causa. Se a doença for provocada por um traumatismo craniano, por exemplo, ela não é transmissível.

Contudo, as meningites virais e bacterianas são altamente contagiosas e podem provocar surtos e epidemias.

A meningite meningocócica, por exemplo, é um tipo de meningite bacteriana, causada pela bactéria meningococo. Além de ser muito contagiosa, provoca um quadro grave e de evolução rápida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *