CARTA DE UM JOVEM ESTUDANTE ILHEENSE AO POR ENQUANTO PREFEITO MÁRIO ALEXANDRE

Aos mais próximos, é notório saber minha dificuldade de síntese. Acredito que diante da necessidade de pontuar tudo que é necessário ser dito ao por enquanto prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre do PSD, espero que essa dificuldade seja menos importante do que a necessidade urgente de desentalar o que qualquer outra pessoa ilheense gostaria de dizer ao senhor prefeito. Sem mais delongas vos direi o que tem que ser dito.

Esse é um novo ano. Mas nada vai ser novo se nós tivermos o mesmo ser e as mesmas atitudes. Quando digo, nós, dirijo-me á nós dois caríssimo prefeito. Essas linhas que lhes escrevo é justamente a “novidade”. Ao longo dos próximos meses acostume-se a ter minhas cartas e de outras juventudes que começarão a lhes escrever. Somos muitos e muitas. Especificamente cerca de sessenta mil jovens em ilhéus cuja sua maioria tem pouca ou nenhuma política pública municipal em suas vidas.

É sobre políticas públicas que quero tratar nessa carta com o senhor Prefeito Mário Alexandre. Lá se vão dois anos de vosso governo municipal. E quais as políticas públicas para a juventude de ilhéus? Essa pergunta quem deveria responder seria o Jarbas Cardoso Cotrin que ganha quase R$ 4.000 reais mês como chefe do setor de políticas públicas para juventude, mas ele é inacessível a meses que tentamos contato com ele. Ou deveria ser o senhor mesmo que ganha quase R$ 13.000 reais mês como nosso prefeito? O importante é a resposta. Aguardamos ansiosos, inclusive. Enquanto isso, ilhéus no mapa da criminalidade, continua sendo um dos municípios baianos com maior taxa de homicídios da juventude, além de uma cidade que tem altos índices de estupros e vários outros problemas sociais que maltrata a essa juventude que componho. Jovens mulheres sofrem enquanto aguardam essa resposta. Jovens homens majoritariamente negros também. Políticas Públicas para o senhor talvez seja fonte de voto. Para nós, é oportunidade de vida e sobrevivência.

Falei desses salários de propósito, pra ver se isso ao menos sensibiliza outros setores da sociedade para cobrar. Cobrar não é um mal, cobrar é uma necessidade já que foi depositado nas urnas esperança, confiança, fé que o senhor cuidaria de ilhéus… Lembra? “cuida de mim doutor?” Era o que se ouvia por aí.

Sei de suas dificuldades com secretário que pouco desenvolve e é insustentavelmente rebelde. Sei também de outras secretarias que mais lhe boicotam do que somam com suas ações. Sabemos disso. O que precisamos agora é que o senhor que entrou na política enquanto jovem, tome coragem como eu estou tomando de lhe escrever essa carta e decida de uma vez por todas realizar uma reforma administrativa tirando quem atrapalha e adicionando que é propositivo porque cansei de ver o padecimento juvenil ilheense.

 Cansei! Por gentileza canse também dessas escolhas equivocadas em sua administração pública, que nos bastidores são agentes de uma conspiração em lhe quer ver cair ao ponto de perder seu posto de prefeito. Sim caro Prefeito Mário Alexandre, é real a possibilidade de você sofrer impeachment como o Ex-pateta dono de empresa de ônibus pai de dono de rádio sofreu em 2007. A derrota dos candidatos de vosso partido social democrático para a mesa diretora da câmara de vereadores de Ilhéus é apenas uma das variáveis que aumenta essa possibilidade. Outra variável é as patéticas aparições de seu vice-prefake que ora furta propostas da sociedade civil como se fosse propriedade intelectual dele ou ora critica a prefeitura municipal como se ele não fosse parte dela com seu salário de quase R$ 16.000 reais.

Você já provou capacidade de aglutinação política. Primeiro derrotando o jabismo em 2016 e consolidando essa derrota com a vergonhosa votação que o seu adversário rabicó obteve como candidato a deputado estadual sem se eleger e piorando mostrando sua fraqueza nas urnas. Caro prefeito Mário Alexandre, somente um analista de meia tigela não perceberia a sua possibilidade de reeleição considerando esse cenário de oposições fajutas. Discordo que a população de Ilhéus tenha a vocação de errar nas urnas. Não acredito nisso. Acredito que meus companheiros e companheiras ilheenses são pessoas sensatas em ver o que está acontecendo e tomar decisões e que parte dessa decisão é dar chance à que a prefeitura seja administrada por quem ama Ilhéus. E acredito também que o senhor prefeito, também ame ilhéus do seu modo específico, mas acredito que ama.

E é por esse amor a Ilhéus, carinho e respeito que acredito que o senhor irá ainda nesse primeiro mês de janeiro com mesma velocidade do decreto 133 da tarifa de transporte, decretar a nomeação das juventudes para o conselho municipal de juventude de ilhéus para que lhe ajude com proposições, projetos e planos. Essa é a oportunidade do senhor ter ao seu lado jovens apaixonados e apaixonadas por Ilhéus. Não é de bajuladores e baba ovos que o senhor precisa prefeito Mário Alexandre. Eles estão causando uma erosão em seu governo. Vai vendo.

Em respeito a nós estagiários e estagiárias, que fazemos funcionar a maioria das políticas públicas em ilhéus, acredito que o senhor irá ainda nesse primeiro mês de janeiro também decretar e nomear as pessoas membro da comissão de formulação do estatuto municipal de estágio para entre vários direitos e garantias, estipular a data do pagamento de nossos salários, vale transporte de acordo com o reajuste da tarifa municipal e nosso tão sonhado ticket refeição que são direitos básicos garantidos pela constituição federal mas que sua bagunçada secretaria da fazenda negligencia por motivos estranhos e desumanos.

Há poucos anos atrás estive no campo da confusão. Hoje, dedico-me ao campo da solução, inclusive acredito que ser propositivo é cumprir o meu propósito. E é isso que eu faço enquanto conselheiro municipal de trânsito e transporte, como estagiário da prefeitura, como jovem ilheense, como pessoa humana. Prefiro a convergência ao invés da polarização inútil e da discórdia. Meus mais sinceros votos de fantástico ano de 2019. Assino essa carta e envio a quem tiver interesse em publicar para que chegue o mais rápido possível às mãos do senhor prefeito.

*Vinicius Vieira, estagiário da prefeitura de Ilhéus, Conselheiro Municipal de Trânsito e Transporte, Vendedor, Designer Gráfico Web, Garçom, Delegado de Juventude e Educação, Graduando em Gestão Pública pela Universidade Salvador.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2019/01/carta-de-um-jovem-estudante-ilheense-ao-por-enquanto-prefeito-mario-alexandre.html

1 comentário

    • Andréa em 2 de janeiro de 2019 às 19:26
    • Responder

    Fantástico!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.