ITABUNA: Gomes perde os direitos políticos

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, foi condenado por improbidade administrativa pela Justiça e teve os direitos políticos suspensos por 3 anos. Ele também está proibido de contratar com o poder público, receber benefícios, incentivos fiscais ou créditos.

Em 1997, o prefeito foi denunciado pelo Ministério Público estadual por contratação de servidor sem concurso durante seu terceiro mandato. A ação tramitava na 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna há mais de 13 anos e foi assinada pelo então promotor Márcio Fahel.

A decisão é mais um revés de Gomes na Justiça. Em 2015, ele foi condenado pela Justiça Federal por fraude em convênio para compra de ambulância e ficou inelegível por 8 anos. Não que isso tenha incomodado o político.

Com uma liminar, ele disputou a eleição de 2016 e foi eleito para o quarto mandato. O Ministério Público Eleitoral pediu a cassação do mandato, que foi negada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em decisão da ministra Rosa Weber.

Ainda haverá uma votação no pleno do TSE, mas ele costuma seguir a presidente. O mais provável é que Gomes, duas vezes condenado a perder os direitos políticos, continue usufruindo dos seus até o final do mandato. Mesmo com esse direito cassado duas vezes, conforme diz A Região.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/04/itabuna-gomes-perde-os-direitos-politicos.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.