Deputado Estadual Pedro Tavares se filia ao DEM, e MDB fica sem deputado na Assembleia Legislativa da Bahia

Cinco partidos desapareceram da Assembleia Legislativa da Bahia depois do troca-troca permitido por lei neste período. O PV, o MDB dos irmãos Vieira Lima, o PSL, o Pros e o PPS ficaram sem nenhum deputado estadual.

Já o PR, que não tinha representante, voltou a existir na Alba graças à entrada de Reinaldo Braga (ex-PSL). O MDB, que já era inexpressivo na Bahia, sofreu com o escândalo dos Vieira Lima e hoje não tem nenhum deputado.

O deputado Pedro Tavares foi para o DEM, junto com Luciano Simões Filho e Leur Lomanto Júnior. David Rios mudou para o PSDB e Hildécio Meireles para o PSC, que também filiou Prisco (ex-PPS) e Sidelvan Nóbrega (ex-PRB).

O deputado Samuel Júnior mudou de lado e “ideologia”, passando de oposição ao governador Rui Costa (PT) no PSC para aliado no PDT. Marcell Moraes saiu do PV e foi para o PSDB. Marcelo Nilo mudou para o PSB, Nelson Leal para o PP e Reinaldo Braga para o PR.

O Podemos perdeu Alex Lima para o PSB. O DEM passou a ter 10 deputados e virou o segundo maior na Alba, atrás do PT (12) e à frente do PSD (9), PP (6) e PSDB (5).

Entre os federais, Arthur Maia deixou o PPS e entrou para o DEM, que perdeu Cláudio Cajado para o PP, também mudando de opositor a aliado do PT. E Uldurico Júnior foi para o PPL, conforme diz A Região.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/04/deputado-estadual-pedro-tavares-se-filia-ao-dem-e-mdb-fica-sem-deputado-na-assembleia-legislativa-da-bahia.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.