Saúde

Medicamento para tratar hepatite pode curar chikungunya, indica pesquisa da USP

Um medicamento utilizado para tratar a hepatite C crônica é capaz de eliminar o vírus da chikungunya e da febre amarela. O estudo é realizado por pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Todos os testes para uso humano do Sofosbuvir já foram realizados e com isso é possível que a substância seja empregada em uma eventual epidemia de chikungunya.

Para um dos pesquisadores, o professor Lúcio Freitas-Junior, a utilização do Sofosbuvir para o tratamento da chikungunya é interessante porque o processo para a obtenção de um novo fármaco é demorado, levando em torno de 12 anos, e caro, podendo chegar a R$ 1,5 bilhão. “O Sofosbuvir é uma droga que passou por todo o processo de aprovação para uso humano. Isso possibilita que ela venha a ser utilizada contra a chikungunya em um ou três anos. O custo seria muito menor, estimado em cerca de US$ 500 mil”, disse. Continue lendo

Mutirão para pessoas com diabetes oferece atendimento gratuito em Itabuna

Em homenagem ao Dia Mundial do Diabetes, será realizado um mutirão feita pela ONG Unidos pelo Diabetes (UPD), neste sábado, 10. O evento ocorrerá em Itabuna, das 8h ás 15h, com atendimento gratuito a população. A ação ocorrerá no Hospital de Olhos Beira Rio e na praça Rio Cachoeira.

Quem for aos locais poderá realizar atendimento especializado com exames de fundo de olho e de pé diabético, avaliação para detecção da retinopatia e da cardiopatia isquêmica. Além de participar de uma Feira Multidisciplinar de Educação em Saúde, com estandes de caráter educativo e capacitação de agentes de saúde para lidar com a patologia. Continue lendo

ILHÉUS: Conselho Municipal de Saúde vai recomendar o município a não demitir Agentes de Saúde

 

O Pleno do Conselho Municipal de Saúde em reunião ocorrida na tarde de hoje (08), decidiram fazer uma recomendação ao município pela não demissões dos Agentes de Combate as Endemias ( ACE) e Agentes Comunitários de Saude (ACS).

A recomendação tem como evitar males a sociedade e pode causar uma catástrofe social, com epidemia de dengue, zika e febre chikungunya, sem contar das perdas de verbas na Atenção Básica, deixando muitas famílias desassistida. Lembrando que quem alimenta Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) são esses profissionais de saúde que faz o trabalho com sua comunidade realizando diagnóstico, prevenção à saúde e encaminhamento às unidades básica e estratégia saúde da família.

O ex-vereador Jailson Nascimento disse que não entendeu a decisão do Juiz da 1° Vara da Fazenda Pública, uma vez que, todos os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias tiveram ingresso mediante processo seletivo e foram efetivados pela Emenda Constitucional n° 51/2006, ainda comentou que a Procuradoria do Município deve se pronunciar e contestar a decisão, finalizou. Continue lendo

HRCC avança na oferta de procedimentos cardiológicos

O metalúrgico Gustavo Batista Oliveira, de 31 anos, é o primeiro paciente do interior da Bahia a ser submetido ao procedimento de colocação do Cardiodesfibrilador Implantável (CDI), dispositivo que monitora continuamente o ritmo cardíaco, oferecendo uma proteção maior ao paciente em risco de arritmia.

“O Hospital Costa do Cacau está de parabéns. Aqui é tudo de primeira linha, a estrutura, o acolhimento. Que continue assim, com esse mesmo atendimento, com toda essa atenção voltada aos pacientes. Porque a nossa região só tem a ganhar com isso”, afirmou Gustavo Oliveira.

O cardiologista do HRCC, Gustavo Duarte, enfatizou que a unidade é pioneira na rede pública de saúde do interior do Estado a realizar este procedimento. Antes, o aparelho deste modelo só era implantado no Hospital Ana Nery, em Salvador. Continue lendo

Agentes de Endemias de Ilhéus receberam novo fardamento

Os Agentes de Combate às Endemias (ACE) da Prefeitura de Ilhéus receberam, um kit contendo um conjunto de peças do novo fardamento. A entrega será acompanhada pelo coordenador do setor,  Roberto Almeida e o Coordenador do Departamento de Vigilância à Saúde, Gleidson Santana.

Cada servidor vai receber uma calça, três blusas e um boné,  as botas e crachás de identificação foram entregues anteriormente, e a partir deste momento, torna-se obrigatório a utilização de todo esse material.

Ainda, de acordo com Roberto, atualmente Ilhéus conta com cerca de 100 agentes de endemias, contando com agentes de campo, supervisão e afastados por problema de saúde, assim tendo um deficit de cerca de 50 agentes de combate às Endemias na municipalidade. Continue lendo

Central de Regulação articula melhor eficiência para o fluxo de exames laboratoriais em Ilhéus

O diretor da Central de Regulação da Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus, Fábio Mantena, esteve reunido, na tarde desta segunda-feira (5), com representantes dos laboratórios de análises clínicas contratados pelo município, a fim de discutir medidas que visam maior eficiência no fluxo de pacientes atendidos na rede pública de saúde. Atualmente, 16 laboratórios estão aptos a prestarem serviços através do SUS (Sistema Único de Saúde) no município.

De acordo com Mantena, um dos problemas enfrentados pelo serviço de regulação da Sesau tem sido o grande número de pacientes faltosos nas marcações feitas e confirmadas para exames laboratoriais. Ele informou que entre 800 a mil pessoas costumam não comparecer para realizarem os procedimentos laboratoriais e que isso gera problemas no sistema e impede o atendimento mais rápido a outros pacientes que necessitam dos serviços.

A Central de Regulação, situada na Avenida Antônio Carlos Magalhães, no Bairro Malhado, é o setor da Saúde que busca garantir o acesso de toda população de Ilhéus, e também dos municípios pactuados, a consultas e exames especializados e internações para cirurgias. “Temos a responsabilidade de avaliar, controlar e auditar a qualidade desses serviços nas clínicas e hospitais conveniados ao SUS”, salienta o diretor. Continue lendo

Ministério da Saúde chama atenção para a Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal

Entre 5 a 9 de novembro acontece a Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal no país. O período, previsto na Lei nº 13.230/2015, é realizado sempre na primeira semana de novembro. O objetivo da data é estimular junto aos gestores e à população, ações preventivas, campanhas educativas, debater políticas públicas, apoiar atividades organizadas e desenvolvidas pela sociedade civil, entre outros. Durante toda esta semana, o Ministério da Saúde irá realizar ações de comunicação, nas redes sociais, tv e rádio, para informar o que é a doença, como preveni-la, e orientar sobre onde e quais os serviços de saúde bucal estão disponíveis à população no Sistema Único de Saúde (SUS). A pasta também criou página exclusiva sobre a doença em seu portal.

O câncer de boca está mais presente entre os homens e 70% dos casos são diagnosticados em indivíduos com idade superior a 50 anos. Afeta os lábios e o interior da cavidade oral. Dentro da boca devem ser observados gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas), além da região embaixo da língua. O câncer do lábio é mais comum em pessoas brancas e ocorre mais frequentemente no lábio inferior. A estimativa de novos casos de câncer de boca para 2018, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), é de 14,7 mil, sendo 11,2 mil homens e 3,5 mil mulheres.

Atitudes simples como abstenção de fumo e bebidas alcoólicas, dieta rica em alimentos saudáveis e boa higiene oral diminuem as chances de desenvolver a maioria das doenças malignas, inclusive os tumores na boca, que são os mais comuns tipos de câncer de cabeça e pescoço no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a prevenção pode ajudar a reduzir a incidência de câncer em até 25% até 2025. Continue lendo

12% das mortes por câncer de mama no Brasil são atribuíveis ao sedentarismo

Uma em cada 10 mulheres vítimas do câncer de mama (cerca de 12%) poderiam ter a vida poupada se praticassem atividade física regularmente (150 minutos por semana). É o que aponta o artigo científico “Mortality and years of life lost due to breast cancer attributable to physical inactivity in the Brazilian female population (1990–2015)”, divulgado na revista Nature, que contou com a participação do Ministério da Saúde. De acordo com a pesquisa, no ano de 2015, 2.075 mortes poderiam ter sido evitadas se as pacientes realizassem ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, cinco vezes por semana.

O artigo explica que um dos fatores que causam o câncer de mama é o excesso de estrogênio, que pode levar à formação de mutações e carcinogênese estimulando a produção de radicais. A atividade física diminui o estradiol e aumenta a globulina de ligação a hormonas sexuais, provocando uma redução de circulantes inflamatórios e aumentando as substâncias anti-inflamatórias.

“A prática de atividade física melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados com o câncer de mama, o que pode evitar e até melhorar o quadro de uma paciente com a doença. Estamos conseguindo evidências para mostrar a vantagem de se reduzir o sedentarismo na população”, alerta Fatima Marinho, Diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Os estados brasileiros com melhores indicadores socioeconômicos apresentaram as maiores taxas de óbitos de câncer de mama atribuível à inatividade física. O Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar, seguido pelo Rio Grande do Sul e São Paulo. Além disso, nos estados do Norte e Nordeste, verifica-se uma transição de mortalidade, com explica a Diretora do Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde, do Ministério da Saúde (DANTPS/MS), Fátima Marinho. “Apesar de não aparecerem no topo desta lista, estados do Norte e Nordeste estão passando por uma transição de mortalidade, ou seja, aumentando o número de óbitos por doenças crônicas e diminuindo as resultantes de outros tipos”, afirma a diretora. Continue lendo

Anúncio
Técnico em informática em Ilhéus

Técnico em informática em Ilhéus

Ultra Li

ADMINISTRAÇÃO DE SITES, BLOG E HOSPEDAGEM WEB
Administração técnica do seu site e blog, mantendo o funcionamento otimizado.

Solicite seu orçamento Aqui