O vereador e atual presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Paulo Carqueija (PSD), durante a 5ª Sessão Ordinária que aconteceu ontem (27), convidou os professores da rede municipal para o diálogo, propondo uma intermediação junto com a Associação Defensora dos Interesses dos Profissionais Ativos, Aposentados, Pensionistas e Herdeiros da Educação (ADIPAAPHE), a APPI/APLB, SEDUC, Proger, Secretaria de Gestão e a Casa Legislativa, para resolver a situação do pagamento dos 60% dos valores referentes aos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF).

Durante o debate sobre a aprovação do requerimento 45/2024 proposto pela Comissão de Finanças, Obras e Serviços Públicos da Câmara, o vereador Carqueija disse que “os professores que estão aqui buscam o cumprimento de um direito deles e eu gostaria de conclamar a essa Casa, ao Poder Executivo e as Comissões temáticas que tenham uma ligação direta com esta causa, para promovermos um esforço de conciliação, um acordo mesmo, aquele onde senta-se na mesma mesa os que pensam diferentes”, afirmou o presidente aos docentes que estavam presentes no plenário.

O parlamentar acrescentou também que apesar da questão estar tramitando no judiciário, as partes envolvidas podem entrar em acordo antes de qualquer julgamento. “Vamos tirar do judiciário a questão dos professores municipais e trazer para a mesa de negociação, para o campo político. Em uma negociação você fala e ouve todas as partes para assim chegar a um acordo. A Mesa Diretora da Casa e demais vereadores estão dispostos a resolver essa situação e só o diálogo será capaz de acelerar esse processo”, concluiu Paulo Carqueija.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *