O receptivo de navios foi pauta da reunião realizada nesta quarta-feira (8), articulada pelo prefeito Mário Alexandre com o vice-almirante e diretor-presidente da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), Carlos Autran, e sindicatos de transporte de passageiros do município. Durante o encontro, foram apresentadas as leis e normas determinadas pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), responsável por regular, supervisionar e fiscalizar as atividades relacionadas aos serviços portuários.

Na ocasião, o diretor-presidente anunciou o convênio firmado entre a Codeba, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com o objetivo de realizar um estudo para conter o avanço da maré nos bairros São Domingos e São Miguel, litoral norte de Ilhéus.

“Parcerias são necessárias. É importante realizar um estudo técnico e preciso. E isso gera um alto custo. A Codeba realizará um projeto definitivo para evitar o avanço da maré naquela área”, disse o prefeito.

Carlos Autran informou que o estudo científico está previsto para ser iniciado no próximo mês. “O projeto vai determinar toda a morfologia necessária para conter definitivamente a erosão naquela localidade, bem como evitar novas erosões em outros pontos do litoral”.

A reunião contou com as presenças do diretor-geral da Sutram, Valci Serpa; do secretário especial de Turismo, Fábio Manzi; do assessor técnico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Vinícius Briglia; e de representantes do sindicato dos taxistas e motoristas de vans.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *