Ilhéus: Família diz que bebê ‘nasceu morto’ por demora no atendimento médico

A família de uma mulher que estava com 9 meses e 5 dias de gravidez, afirma que o filho dela “nasceu morto”, por causa da demora no atendimento na Maternidade Santa Helena, em Ilhéus, no sul da Bahia.

De acordo com o esposo da vítima, que preferiu não revelar a identidade, a gestante foi encaminhada para maternidade o dia 30 de dezembro, mas os médicos a mandaram de volta para casa.

Dois dias depois, de acordo com a família da gestante, a mulher se sentiu mal e voltou para a maternidade, só que ao chegar na unidade foi descoberto que o bebê já estava morto dentro da barriga.

Então, a família entrou em contato com a secretario de saúde, Geraldo Magela, e conseguiu a internação da gestante na manhã do dia 1° de janeiro.

A mãe passou por um processo de indução para expulsar o bebê na sexta-feira (8). O filho só foi retirado na manhã deste sábado (9). A família fez um boletim de ocorrência por omissão de socorro.

Segundo o secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, o procedimento de indução e tempo de espera é uma decisão médica, que pode durar até quatro dias. Só após esse prazo é recomendado a cirurgia.

Magela também disse que o caso da gestante está sendo acompanhado pelo Ministério Público (MP), porque existe uma acusação de omissão de socorro pela Santa Casa, que não recebeu ela nos dias 30 e 31 de dezembro.

Informações G1 Bahia

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2021/01/ilheus-familia-diz-que-bebe-nasceu-morto-por-demora-no-atendimento-medico.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.