Um especialista em Direito Eleitoral ouvido pelo blog, disse que a Súmula 24 do TSE é muito clara quando trata da presença de “candidatos” em inaugurações nos três meses que antecedem o pleito

Segundo o especialista, que foi consultado sobre a possível impugnação do registro da candidatura do companheiro de chapa de Cacá, o ex presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, a simples presença em ato público não tem o condão de alterar o equilíbrio das eleições. “A jurisprudência é pacifica”. Se o candidato não fez uso da palavra, e consequentemente não pediu voto, não tem porque impugnar seu registro”.

Ademais, ele assegura que a lei veta a presença de “candidato” em eventos de inauguração. No caso de Everaldo, quando ele participou da entrega das obras de esgotamento sanitário da Zona Sul, o mesmo ainda não era candidato, e nem mesmo pré-candidato.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/09/um-especialista-em-direito-eleitoral-ouvido-pelo-blog-disse-que-a-sumula-24-do-tse-e-muito-clara-quando-trata-da-presenca-de-candidatos-em-inauguracoes-nos-tres-meses-que-antecedem-o-pleito.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.