Trump confessa que mentiu a americanos sobre gravidade de vírus, diz livro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sabia que o coronavírus Sars-CoV-2 era altamente contagioso e mais mortal do que a gripe, mas admitiu querer minimizar os perigos da doença, de acordo com o novo livro do jornalista Bob Woodward, citado pela imprensa americana nesta quarta-feira (9).

Na obra “Rage” (“Raiva”), a sequência de outro livro “Fear” (“Medo: Trump na Casa Branca”) lançado em 2018, o autor entrevistou o republicano por 18 vezes entre dezembro e julho.

“Eu queria sempre minimizar”, disse Trump a Woodward em meados de março, informou a CNN. “Ainda gosto de minimizar, porque não quero criar pânico”.

A emissora local, que também publicou o áudio da entrevista de Woodward com o presidente, relatou que o jornalista escreveu que Trump fora informado que o vírus era perigoso e altamente contagioso semanas antes da Covid-19 provocar as primeiras mortes nos Estados Unidos De acordo com as revelações, em 19 de março, quando a pandemia atingiu o país e a Casa Branca a declarou emergência nacional, Trump decidiu por minimizar sua gravidade, fato que foi de encontro com suas declarações públicas.   

Pouco depois das informações sobre o livro terem sido publicadas, Trump chamou a obra de “falsa”, “assim como muitos dos outros foram”. Além disso, ele classificou o célebre repórter de “fingidor social”, “que nunca tem nada de bom a dizer”.

Fonte Istoé e Uol

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/09/trump-confessa-que-mentiu-a-americanos-sobre-gravidade-de-virus.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.