Prefeito de Itabuna demite todos os professores contratados

Piso salarial dos professores

Professores municipais contratados pelo Regime Administrativo (Reda) em Itabuna, fizeram um protesto contra a suspensão de contratos de trabalho. Eles reclamam que foram tirados da folha de pagamento do município sem qualquer aviso prévio.

Claúdia Lins é professora em uma escola municipal de Itabuna. Ela foi contratada em novembro de 2019, por meio do Reda. No começo de julho, ela ficou surpresa ao receber o comunicado da suspensão do contrato, que seria de 2 anos.

É muito preocupante porque, com essa pandemia, a gente perdeu muito trabalho. Meu esposo mesmo trabalha com dedetização e, com o comércio parado, o movimento também baixou”, disse Cláudia.

O comunicado foi divulgado pela Secretaria de Educação de Itabuna em um ofício circular. No documento, a secretaria diz que, desde o início do ano, as verbas do Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) têm acumulado perdas, com déficit total de quase 20%.

O órgão cita, também, os problemas de baixa arrecadação do município por causa do comércio fechado, devido à pandemia. Ainda segundo ofício, os contratos foram suspensos, mas a medida é uma espécie de pausa, que tem expectativa de retorno assim que forem iniciadas as atividades letivas.
 
O Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi) enviou um ofício para a Secretaria Educação, na última terça-feira (14), pedindo explicações sobre a suspensão do contrato dos professores do Reda. A categoria informou que ainda não recebeu resposta.

“São cerca de 100 professores que foram retirados da folha de pagamento da educação. Nós reivindicamos negociação com a secretaria, porque ela está fazendo algo desumano em tempo de pandemia. Observe que o prazo do Governo Federal, para pedido de auxílio emergencial, encerrou no dia 2 de julho. Os colegas do Reda tiveram a triste notícia da suspensão no dia 6 de julho, ou seja, esses profissionais nem vão ter direito ao auxílio emergencial”, explicou Carminha Oliveira, presidente do Simpi.

Corintha é professora das séries iniciais do ensino fundamental e, completaria em julho, um ano de contrato. “É muito difícil, pagamento de aluguel, água, luz, essas contas não aguardam, principalmente condição alimentar. Geralmente, os contratados do Reda, pouco tempo de finalizarem seus trabalhos, já se mobilizam de outra forma para poder garantir seu sustento. Nós não tivemos esse tempo”.

Em nota, a Prefeitura de Itabuna informou que as aulas da rede municipal estão suspensas e, por isso, não pode pagar por um serviço que não está sendo prestado. O órgão ressaltou, ainda, que há possibilidade da prefeitura convocar todos os servidores de volta, assim que as aulas foram retomadas.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/07/prefeito-de-itabuna-demite-todos-os-professores-contratados.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.