Pacientes ficam preocupados após descobrir que ala de oncologia em hospital de Itabuna tem apenas um médico

Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

A ala de oncologia do Hospital Santa Casa de Misericórdia, em Itabuna, no sul da Bahia, está funcionando com apenas um médico. A situação preocupa os pacientes, que encontram dificuldades para fazer a quimioterapia e ter acesso aos medicamentos.

A unidade de quimioterapia Santa Casa de Misericórdia em Itabuna atende mensalmente uma média de 2.400 pessoas, entre tratamento e acompanhamento de pacientes com câncer, de mais de 100 municípios da região.

“Então esse médico fica sobrecarregado porque ele dá plantão e a carga horária dele é muito [grande]. Eu sou de Ipiaú, tem muita gente de Ipiaú e Jequié, então recebe todo esse pessoal para fazer tratamento e consulta aqui. Só tem um médico e já está faltando medicamento para alguns pacientes”, contou a paciente Rosenilda Silva.

Segundo informações da coordenação da unidade de quimioterapia da Santa Casa, oito médicos, entre eles oncologistas, hematologistas, urologistas e clínico geral, atendiam os pacientes, mas foram desligados da função.

Com o desligamento dos médicos, são 60 consultas para apenas um especialista atender.

O paciente José Carlos Sampaio foi diagnosticado recentemente com leucemia. O idoso precisa da consulta com um hematologista para iniciar o tratamento, mas voltou para casa sem ser atendido.

“Estou indo embora sem poder fazer [a consulta]. Cheguei 5h, fica difícil de resolver o problema, tem que ir embora daqui para fazer o tratamento”, reclamou o paciente José Carlos Sampaio.

A filha de dona Marleide Oliveira tem câncer no pâncreas e se deslocou de Pau Brasil, cidade a cerca de 100 km de Itabuna, para fazer o tratamento, mas também voltou para casa sem fazer a quimioterapia por falta de medicamento.

“Nos três últimos meses faltaram a quimioterapia, mas logo em seguida veio a medicação e ela continuou tomando. Agora o médico disse que está faltando de novo a medicação e ele vai ligar quando chegar”, disse Marleide Oliveira.

Em nota, a Santa Casa da Misericórdia informou que a unidade médica passa por reestruturação dos serviços de cuidados oncológicos que vão desde o diagnóstico até o tratamento. As mudanças incluem a parte ambulatorial, anatomia patológica, cirurgia oncológica, quimioterapia e radioterapia.

De acordo com a Santa Casa, a instituição está renovando o seu corpo clínico com a contratação de novos profissionais por causa do fluxo de atendimento. A unidade médica disse que trabalha para normalizar a agenda programada para a assistência dos pacientes oncológicos.

Informações do G1/BA

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/01/pacientes-ficam-preocupados-apos-descobrir-que-ala-de-oncologia-em-hospital-de-itabuna-tem-apenas-um-medico.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.