Governo da Bahia sinaliza com proposta para professores universitários em greve

Governo da Bahia sinaliza com proposta para professores universitários em greve 1

Foto Reprodução

Depois de 15 dias de paralisação por parte dos professores universitários estaduais, o líder do governo Rosemberg Pinto (PT) se reuniu com lideranças entre eles os deputados Zé Raimundo (PT), Paulo Rangel (PT) e Hilton Coelho (PSOL), e formalizou proposta para o movimento docente em greve.

Segundo o deputado Zé Raimundo, professor universitário afastado da UESB, a proposta consiste: “Na extensão dos benefícios e possibilitar a progressão e promoções dos professores, e a partir daí a greve seria suspensa e se abriria uma pauta de discussão em razão dos pedidos para médio prazo, entre elas sobre melhorias das estruturas das universidades e grupos de pesquisas”.

“É legitima a reivindicação, mas é preciso encontrar meio termo”, complementa Zé Raimundo, membro da CCJ e líder da bancada petista, que agora aguarda resposta do movimento grevista.

Sobre o tratamento dado aos educadores pelo governo o deputado revela: “Estamos vivendo momentos difíceis, poderíamos ter diálogos mais consistentes e queremos criar espaços de debate para gradativamente melhorar não só as condições das universidades, bem como o relacionamento com os docentes”.

Até esta segunda-feira (22), segundo a coordenadora da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb), Ronalda Barreto, o governo tinha ficado de analisar os pedidos, porém não tinha feito nenhuma proposta, informou o BN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *