‘Amar alguém do mesmo sexo é perigoso neste país’, diz o Ilheense Marcus Vinícius Rodrigues

Baiano lança livro de contos Café Molotov nesta terça-feira (28), no Icba, das 18h às 21h

“Ninguém está preparado para o momento em que se passa a desejar outra pessoa”. E é justamente sobre o processo que envolve esse sentimento – o desejo – que o baiano Marcus Vinícius Rodrigues, 50 anos, se debruça.

O escritor lança nesta terça-feira (28) seu oitavo livro, Café Molotov, que reúne dez contos homoeróticos, com personagens LGBTs. “Se tratam de relatos que põem no centro o erotismo das relações, os jogos do prazer, o desejo, que interrompe e desestabiliza, seja porque divergente da normal, seja porque é de sua própria natureza abalar o ser desejante”, resume.

Na obra, retrata o momento em que o desejo surge, desde adolescência até a fase adulta. “Todos os contos têm uma surpresa no final. É um tema que não deveria ser considerado tabu. Se, por acaso, as pessoas aprenderem a respeitar uns aos outros ao ler está ótimo”, pontua.

Nas histórias, que foram escritas ao longo de 15 anos, Rodrigues retrata, também, o preconceito e a violência que rondam o gays. “Amar alguém do mesmo sexo é perigoso neste país cada vez mais intolerante. Há a violência da intolerância, mas há, também, o risco de perder-se no outro”, afirma.

Seus contos não se debruçam especificamente sobre o preconceito sofrido pelos LGBTs. Mesmo assim, o baiano acredita que publicar um livro abordando essa temática é uma forma de resistência. “Os contos, por si só, são histórias. Mas o ato de publicá-los, dessa maneira, diante dessa onda conservadora que o país vive, mexe com algo: é resistência. Quero incomodar. Estou publicando porque tenho medo que, mais adiante, as coisas fiquem muito piores e que a censura volte a ser institucionalizada”.

Natural de Ilhéus, Marcus Vinícius mora em Salvador e publicou, entre outros, os livros A Eternidade da Maçã (2016), vencedor do Prêmio Nacional da Academia de Letras da Bahia de 2016; Arquivos de Um Corpo em Viagem (2015). Seu conto A omoplata, presente no livro Café Molotov, venceu o Concurso Nacional de Contos Newton Sampaio, edição 2009.

Serviço
O quê: Lançamento do livro Café Molotov (R$42)
Quando: Terça-feira (28), das 18h às 21h
Onde: Biblioteca do Icba/Goethe-Institut, no Corredor da Vitória – Salvador/BA

Do: Correio

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/08/amar-alguem-do-mesmo-sexo-e-perigoso-neste-pais-diz-o-ilheense-marcus-vinicius-rodrigues.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.