Transporte

Detran divulga lista de estampadores de placas Mercosul que atuam no estado

Detran divulga lista de estampadores de placas Mercosul que atuam no estado 1

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) disponibiliza no seu portal de serviços (www.detran.ba.gov.br) a relação das empresas estampadoras de placas Mercosul cadastradas no órgão. Até a manhã desta quarta-feira (7), a lista tinha 227 empresas que estão aptas a atuar no estado, porque são credenciadas ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), instituição do governo federal que atualmente regulamenta também os fabricantes da matéria-prima.

“Adotamos a medida para dar mais transparência ao processo do emplacamento, seguindo uma determinação do Governo do Estado. Estamos nos adequando às mudanças na legislação, que começam a valer no final deste mês”, explica o diretor-geral do Detran, Rodrigo Pimentel. Continue lendo

Rota Transportes, Cidade Sol e Expresso Brasileiro recolhe doações para vítimas do transbordamento da barragem do Quati

Rota Transportes, Cidade Sol e Expresso Brasileiro recolhe doações para vítimas do transbordamento da barragem do Quati 2

As empresas Rota Transportes, Cidade Sol e Expresso Brasileiro, integrantes do Grupo Brasileiro, estão integradas à campanha Bahia Solidária, coordenada pelas Voluntárias Sociais da Bahia, que arrecada doações para as vítimas desabrigadas a partir do transbordamento da Barragem do Quati, nos municípios de Coronel João Sá e Pedro Alexandre, situados na região Nordeste do estado.

Durante este final de semana, todos os pontos de vendas de passagens e encomendas das empresas do Grupo Brasileiro, em todo o Estado, estão recebendo doações da comunidade, como alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e higiene pessoal, que serão entregues às famílias desabrigadas. Como a situação dessas famílias é de extrema urgência, a primeira remessa de doações entregues nas agências será enviada na próxima segunda-feira, dia 15 de julho. Continue lendo

EMBRATUR E ANAC DEBATEM A IMPORTÂNCIA DA ABERTURA DO MERCADO AÉREO

EMBRATUR E ANAC DEBATEM A IMPORTÂNCIA DA ABERTURA DO MERCADO AÉREO 3

“Conectividade aérea em um país com dimensões continentais é uma condição fundamental para o desenvolvimento do turismo”: foi assim que o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Gilson Machado Neto, abriu o debate que contou com a presença do presidente da Agência Nacional de Aviação Civil, a ANAC, José Ricardo Botelho, e também com os servidores da Embratur. O foco do encontro que ocorreu nesta quarta-feira (10) foi esclarecer as novas regulamentações que abrem o mercado aéreo Brasileiro aos profissionais que realizam a promoção internacional do turismo nacional.

O presidente da ANAC explicou que a aviação civil brasileira passa por uma evolução constante, para manter-se competitiva e garantir que os passageiros brasileiros sejam atendidos de maneira segura e adequada. “Se não fizéssemos a lição de casa iríamos perder ainda mais a competitividade perante mercados emergentes, como a China, por exemplo”, disse José Ricardo Botelho. Por conta disso, a nova regulamentação que permite o até 100% do capital em companhias aéreas, a chegada de empresas low cost, a redução da tributação nos estados, concessão da operação de aeroportos são ações determinantes, que tem promovido o avanço no setor aeroviário brasileiro. Continue lendo

ILHÉUS: Prefeitura interdita trânsito na Rua 13 de Maio, no Pontal, nesta sexta-feira (10)

ILHÉUS: Prefeitura interdita trânsito na Rua 13 de Maio, no Pontal, nesta sexta-feira (10) 4

Foto: Clodoaldo Ribeiro

A Prefeitura de Ilhéus informa que o tráfego de veículos será interditado na Rua 13 de Maio, no Pontal, nesta sexta-feira (10), a partir das 9 horas, para a realização de serviços de manutenção do principal eixo de ligação com os demais bairros da zona sul da cidade. Equipes da Superintendência Municipal de Trânsito e Mobilidade (Sutram) estarão no local orientando motoristas e pedestres.

Segundo a Sutram é preciso redobrar a atenção no local, a fim de evitar transtornos e acidente. Os motoristas que estiverem se deslocando no sentido centro X Zona Sul poderá utilizar as Ruas Coronel Pessoa ou Herotildes de Melo, e quem estiver trafegando no sentido Sul X Centro seguirá pela rua Barão do Rio Branco, informou a Secom Municipal.

Bancada do TO participa de audiência com ministro da Infraestrutura e cobra início de obras, bem como a celeridade da Ferrovia Oeste-Leste

Bancada do TO participa de audiência com ministro da Infraestrutura e cobra início de obras, bem como a celeridade da Ferrovia Oeste-Leste 5

A Bancada do Tocantins, se reuniu nesta terça-feira, 16, com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para falar sobre a duplicação da BR-153.

A Bancada cobrou o início dos procedimentos para o novo processo licitatório da duplicação do primeiro trecho, que liga Anápolis (GO) a Aliança (TO).

Na ocasião, o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, garantiu a concessão da obra e informou que haverá a duplicação até o município de Aliança -TO. Continue lendo

Leiloada a ferrovia Norte-Sul da soja e do milho

Leiloada a ferrovia Norte-Sul da soja e do milho 6

Obras da Ferrovia Norte-Sul – Foto: Dida Sampaio/Estadão

Apenas dois grupos disputaram a concessão do último trecho da Ferrovia Norte-Sul, há poucos dias, mas a Rumo, do Grupo Cosan, venceu propondo ágio de 100,9% sobre o preço mínimo de R$ 1,353 bilhão para assegurar o controle de 1.537 km da estrada de ferro. O consórcio concorrente VLI (da Vale, Brookfield, Mitsui e FI-FGTS) ofereceu ágio de 52,6%. Com a extensão total de 4.155 km, a Norte-Sul, quando estiver pronta, em 2021, fará a ligação direta entre os Portos de Santos, em São Paulo, e de Itaqui, no Maranhão.

A Norte-Sul terá capacidade para elevar em 15 vezes o volume atual de transporte de grãos, estima o professor da Fundação Dom Cabral Paulo Resende. O custo do transporte hoje feito por rodovia deverá ser muito reduzido. A Rumo pagará R$ 2,72 bilhões pelo direito de explorar por 30 anos o trecho central da ferrovia entre Porto Nacional, no Tocantins, e Estrela d’Oeste, em São Paulo. O pagamento será feito em 120 parcelas trimestrais.

Mais importante será o investimento previsto de R$ 2,7 bilhões, permitindo o escoamento da produção de soja e milho do Centro-Oeste e o transporte de petróleo e derivados de São Paulo até os Estados de Goiás e de Tocantins.

Continue lendo

Grupo chinês Crec estuda disputar leilão da Fiol

Grupo chinês Crec estuda disputar leilão da Fiol 7

A informação é do Jornaç Valor, a China Railway Engineering Corporation (Crec), gigante chinesa de infraestrutura, estuda disputar o leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que o governo federal projeta fazer no fim de 2019. A companhia mantém uma equipe no Brasil há três anos avaliando potenciais projetos para entrar no país. Além do trecho da Fiol, entre Ilhéus e Caetité (BA), a empresa aposta na ponte Salvador-Itaparica, entre os municípios baianos de Salvador e Vera Cruz, prevista para ir a leilão neste ano.

MPF recomenda que Ilhéus e mais 44 municípios a regularizem transporte escolar

MPF recomenda que Ilhéus e mais 44 municípios a regularizem transporte escolar 8

As recomendações foram expedidas na última segunda-feira, (26), e cada prefeito tem dez dias, a contar da data de recebimento, para se manifestar sobre o acatamento da Recomendação do MPF.

No documento, o procurador da apontou diversas irregularidades na contratação e execução do serviço de transporte escolas nos municípios citados, além da má aplicação das verbas provenientes do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) ou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Entre as irregularidades, destacou-se aumento no valor dos contratos e na prorrogação irregular do prazo dos contratos; contratação de empresas constituídas em nome de “laranjas” e/ou “de fachada”, sem capacidade operacional para prestar o serviço; serviços prestados por terceiros ilicitamente subcontratados por valores muito inferiores aos pagos pela prefeitura à empresa; sobrepreço e superfaturamento.

Os prefeitos têm até 31 de janeiro de 2019 para comprovar a adoção de uma série de medidas a fim de regularizar a contratação, a aplicação de verbas públicas, a fiscalização do serviço e o uso dos veículos de transporte escolar, anulando/rescindindo ou deixando de prorrogar os contratos que não estejam ajustados ao que foi proposto com base na lei. O MPF recomendou, ainda, que as prefeituras planejem, para o ano letivo de 2019, a licitação por itens a fim de promover a contratação, por linhas/rotas específicas, de pessoas que tenham capacidade operacional para prestar o serviço, vedada a subcontratação ilícita. Continue lendo