Transporte

Rota Transportes, Cidade Sol e Expresso Brasileiro recolhe doações para vítimas do transbordamento da barragem do Quati

Rota Transportes, Cidade Sol e Expresso Brasileiro recolhe doações para vítimas do transbordamento da barragem do Quati 1

As empresas Rota Transportes, Cidade Sol e Expresso Brasileiro, integrantes do Grupo Brasileiro, estão integradas à campanha Bahia Solidária, coordenada pelas Voluntárias Sociais da Bahia, que arrecada doações para as vítimas desabrigadas a partir do transbordamento da Barragem do Quati, nos municípios de Coronel João Sá e Pedro Alexandre, situados na região Nordeste do estado.

Durante este final de semana, todos os pontos de vendas de passagens e encomendas das empresas do Grupo Brasileiro, em todo o Estado, estão recebendo doações da comunidade, como alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e higiene pessoal, que serão entregues às famílias desabrigadas. Como a situação dessas famílias é de extrema urgência, a primeira remessa de doações entregues nas agências será enviada na próxima segunda-feira, dia 15 de julho. Continue lendo

EMBRATUR E ANAC DEBATEM A IMPORTÂNCIA DA ABERTURA DO MERCADO AÉREO

EMBRATUR E ANAC DEBATEM A IMPORTÂNCIA DA ABERTURA DO MERCADO AÉREO 2

“Conectividade aérea em um país com dimensões continentais é uma condição fundamental para o desenvolvimento do turismo”: foi assim que o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Gilson Machado Neto, abriu o debate que contou com a presença do presidente da Agência Nacional de Aviação Civil, a ANAC, José Ricardo Botelho, e também com os servidores da Embratur. O foco do encontro que ocorreu nesta quarta-feira (10) foi esclarecer as novas regulamentações que abrem o mercado aéreo Brasileiro aos profissionais que realizam a promoção internacional do turismo nacional.

O presidente da ANAC explicou que a aviação civil brasileira passa por uma evolução constante, para manter-se competitiva e garantir que os passageiros brasileiros sejam atendidos de maneira segura e adequada. “Se não fizéssemos a lição de casa iríamos perder ainda mais a competitividade perante mercados emergentes, como a China, por exemplo”, disse José Ricardo Botelho. Por conta disso, a nova regulamentação que permite o até 100% do capital em companhias aéreas, a chegada de empresas low cost, a redução da tributação nos estados, concessão da operação de aeroportos são ações determinantes, que tem promovido o avanço no setor aeroviário brasileiro. Continue lendo

ILHÉUS: Prefeitura interdita trânsito na Rua 13 de Maio, no Pontal, nesta sexta-feira (10)

ILHÉUS: Prefeitura interdita trânsito na Rua 13 de Maio, no Pontal, nesta sexta-feira (10) 3

Foto: Clodoaldo Ribeiro

A Prefeitura de Ilhéus informa que o tráfego de veículos será interditado na Rua 13 de Maio, no Pontal, nesta sexta-feira (10), a partir das 9 horas, para a realização de serviços de manutenção do principal eixo de ligação com os demais bairros da zona sul da cidade. Equipes da Superintendência Municipal de Trânsito e Mobilidade (Sutram) estarão no local orientando motoristas e pedestres.

Segundo a Sutram é preciso redobrar a atenção no local, a fim de evitar transtornos e acidente. Os motoristas que estiverem se deslocando no sentido centro X Zona Sul poderá utilizar as Ruas Coronel Pessoa ou Herotildes de Melo, e quem estiver trafegando no sentido Sul X Centro seguirá pela rua Barão do Rio Branco, informou a Secom Municipal.

Bancada do TO participa de audiência com ministro da Infraestrutura e cobra início de obras, bem como a celeridade da Ferrovia Oeste-Leste

Bancada do TO participa de audiência com ministro da Infraestrutura e cobra início de obras, bem como a celeridade da Ferrovia Oeste-Leste 4

A Bancada do Tocantins, se reuniu nesta terça-feira, 16, com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para falar sobre a duplicação da BR-153.

A Bancada cobrou o início dos procedimentos para o novo processo licitatório da duplicação do primeiro trecho, que liga Anápolis (GO) a Aliança (TO).

Na ocasião, o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, garantiu a concessão da obra e informou que haverá a duplicação até o município de Aliança -TO. Continue lendo

Leiloada a ferrovia Norte-Sul da soja e do milho

Leiloada a ferrovia Norte-Sul da soja e do milho 5

Obras da Ferrovia Norte-Sul – Foto: Dida Sampaio/Estadão

Apenas dois grupos disputaram a concessão do último trecho da Ferrovia Norte-Sul, há poucos dias, mas a Rumo, do Grupo Cosan, venceu propondo ágio de 100,9% sobre o preço mínimo de R$ 1,353 bilhão para assegurar o controle de 1.537 km da estrada de ferro. O consórcio concorrente VLI (da Vale, Brookfield, Mitsui e FI-FGTS) ofereceu ágio de 52,6%. Com a extensão total de 4.155 km, a Norte-Sul, quando estiver pronta, em 2021, fará a ligação direta entre os Portos de Santos, em São Paulo, e de Itaqui, no Maranhão.

A Norte-Sul terá capacidade para elevar em 15 vezes o volume atual de transporte de grãos, estima o professor da Fundação Dom Cabral Paulo Resende. O custo do transporte hoje feito por rodovia deverá ser muito reduzido. A Rumo pagará R$ 2,72 bilhões pelo direito de explorar por 30 anos o trecho central da ferrovia entre Porto Nacional, no Tocantins, e Estrela d’Oeste, em São Paulo. O pagamento será feito em 120 parcelas trimestrais.

Mais importante será o investimento previsto de R$ 2,7 bilhões, permitindo o escoamento da produção de soja e milho do Centro-Oeste e o transporte de petróleo e derivados de São Paulo até os Estados de Goiás e de Tocantins.

Continue lendo

Grupo chinês Crec estuda disputar leilão da Fiol

Grupo chinês Crec estuda disputar leilão da Fiol 6

A informação é do Jornaç Valor, a China Railway Engineering Corporation (Crec), gigante chinesa de infraestrutura, estuda disputar o leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que o governo federal projeta fazer no fim de 2019. A companhia mantém uma equipe no Brasil há três anos avaliando potenciais projetos para entrar no país. Além do trecho da Fiol, entre Ilhéus e Caetité (BA), a empresa aposta na ponte Salvador-Itaparica, entre os municípios baianos de Salvador e Vera Cruz, prevista para ir a leilão neste ano.

MPF recomenda que Ilhéus e mais 44 municípios a regularizem transporte escolar

MPF recomenda que Ilhéus e mais 44 municípios a regularizem transporte escolar 7

As recomendações foram expedidas na última segunda-feira, (26), e cada prefeito tem dez dias, a contar da data de recebimento, para se manifestar sobre o acatamento da Recomendação do MPF.

No documento, o procurador da apontou diversas irregularidades na contratação e execução do serviço de transporte escolas nos municípios citados, além da má aplicação das verbas provenientes do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) ou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Entre as irregularidades, destacou-se aumento no valor dos contratos e na prorrogação irregular do prazo dos contratos; contratação de empresas constituídas em nome de “laranjas” e/ou “de fachada”, sem capacidade operacional para prestar o serviço; serviços prestados por terceiros ilicitamente subcontratados por valores muito inferiores aos pagos pela prefeitura à empresa; sobrepreço e superfaturamento.

Os prefeitos têm até 31 de janeiro de 2019 para comprovar a adoção de uma série de medidas a fim de regularizar a contratação, a aplicação de verbas públicas, a fiscalização do serviço e o uso dos veículos de transporte escolar, anulando/rescindindo ou deixando de prorrogar os contratos que não estejam ajustados ao que foi proposto com base na lei. O MPF recomendou, ainda, que as prefeituras planejem, para o ano letivo de 2019, a licitação por itens a fim de promover a contratação, por linhas/rotas específicas, de pessoas que tenham capacidade operacional para prestar o serviço, vedada a subcontratação ilícita. Continue lendo

Bahia é pouco eficiente na gestão de serviços essenciais, diz estudo

Estado ocupa a 16ª posição em ranking de eficiência elaborado por Folha e Datafolha

 

Bahia é pouco eficiente na gestão de serviços essenciais, diz estudo 8
Com problemas cardíacos, a aposentada Isabel Macedo Rosa, 75 anos, sofreu um edema pulmonar e foi internada às pressas no Hospital Municipal de São Felipe, no Recôncavo baiano, no mês passado. O quadro se agravou e, com risco de morte, ela precisou ser transferida para uma unidade de alta complexidade. Foi quando começou uma verdadeira odisseia da família dela na Central de Regulação do estado.

“O médico incluiu na quinta, e os dias foram passando, sem que uma vaga surgisse. Tinha muita dificuldade para respirar. Foram quatro dias para que ocorresse a transferência para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus”, conta ela. A família chegou a recorrer a políticos locais para ajudar na transferência. “Mas ninguém ajudou em nada”.

O problema enfrentado por Isabel reflete o resultado de uma pesquisa nacional: a Bahia é considerada um estado pouco eficiente quando são considerados os serviços essenciais, como saúde, educação e segurança. O Ranking de Eficiência dos Estados – Folha (REE-F) coloca a Bahia na 16ª posição entre os 26 estados brasileiros.

O levantamento, que é feito pelo jornal Folha de S. Paulo e o Instituto Datafolha, mostra quais estados entregam mais educação, saúde, infraestrutura e segurança à população utilizando o menor volume de recursos financeiros. É a primeira vez que o estudo é realizado. Continue lendo