Saúde

ILHÉUS TEVE AUMENTO NO NÚMERO DE PESSOAS MORTAS COM AIDS

ILHÉUS TEVE AUMENTO NO NÚMERO DE PESSOAS MORTAS COM AIDS 1

Ilhéus já notificou em 2017, cinco mortes de pessoas que estavam com Aids. O número é bem superior ao registrado no ano passado, quando a cidade teve apenas um óbito no ano, conforme os dados da Superintendência de Vigilância de Proteção da Saúde. 

Ainda segundo o órgão da Secretaria Estadual de Saúde, este ano a doença já matou 113 pessoas na Bahia, sendo que 49 eram moradores de Salvador. No interior, além de Ilhéus, os municípios com quantidade significativa de óbitos são Teixeira de Freitas (9), Una (03), Santo Antônio de Jesus (7), Jequié (6), Serrinha (6), Juazeiro (5), Itabuna (01) e Irecê (3).

 

 

Núcleo Regional de Saúde realiza a 1ª Conferência Macrorregional de Vigilância á Saúde do Sul da Bahia

ILHÉUS TEVE AUMENTO NO NÚMERO DE PESSOAS MORTAS COM AIDS 2

O Núcleo Regional de Saúde Sul estará realizando nos dias 04 e 05 de Outubro de 2017, a 1ª Conferência Macrorregional de Vigilância á Saúde do Sul da Bahia, no auditório da UNIME – Campus 2, localizado na Avenida J.S. Pinheiro, em Itabuna.

A Conferência tem como tema central “Vigilância em Saúde: Direito, Conquista e Defesa de um SUS Público de Qualidade”.

Foram realizadas na Macrorregião de Saúde Sul, que compreende as Microrregiões de Ilhéus, Itabuna, Valença e Jequié, etapas municipais, que elegeram delegados para a Macro Sul, que será etapa para a Conferência Estadual de Vigilância á Saúde que ocorrerá nos dias 6,7,8 e 9 de Novembro em Salvador.

A 1ª Conferência Macrorregional terá inicio no dia 4 de Outubro, ás 14h30min com Solenidade de abertura e Conferência Magna com o tema:

“Politica Nacional de Vigilância em Saúde e o Fortalecimento do SUS como Direito à Proteção e Promoção da Saúde do Povo Brasileiro” que será proferida pela Dra. Maria Aparecida Araújo, da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual da Saúde (SESAB).

No dia 5, a programação inicia com Mesa Redonda com os subtemas: Responsabilidade do Estado e dos Governos com Vigilância em Saúde, com a Dra. Ita de Cácia da SUVISA/SESAB; Saberes, Práticas, Processos de Trabalho e Tecnologias na Vigilância em Saúde, com o Dr. Antônio Costa Cardoso da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB); e Vigilância em Saúde Participativa e Democrática para enfrentamento das Iniquidades em Saúde, com a Professora Soraya Santiago, da Universidade Estadual de Santa Cruz(UESC). Continue lendo