Saúde

Entenda os diferentes tipos de vírus da gripe que circulam pelo Brasil

Entenda os diferentes tipos de vírus da gripe que circulam pelo Brasil 1

Este ano, até 7 de abril, o Brasil contabilizou 286 casos de influenza, comumente conhecida como gripe. Desse total, 117 casos e 16 óbitos foram provocados pelo vírus H1N1, responsável pela pandemia de 2009. Já o H3N2, menos conhecido, registrou, até o momento, 71 casos e 12 mortes no país. Há poucos meses, uma mutação desse mesmo vírus provocou a morte de centenas de pessoas no Hemisfério Norte, sobretudo nos Estados Unidos.

Em entrevista à Agência Brasil, o infectologista e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri, explicou que a principal característica do vírus influenza é sua capacidade de sofrer pequenas mutações e causar epidemias que atingem entre 10% e 15% da população mundial todos os anos. Para o especialista, entretanto, não há motivo para pânico.

Às vésperas do início da temporada de inverno no Brasil, ele alertou para a importância da vacinação, sobretudo para os que integram os chamados grupos de risco. “Assim que a campanha começar, as pessoas devem procurar a vacina e se proteger antes da entrada da estação do vírus”, explicou.

O Ministério da Saúde informou que a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe deve começar na segunda quinzena deste mês. Idosos com mais de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias pós-parto), trabalhadores da área de saúde, professores, detentos, profissionais do sistema prisional e indígenas compõem o público-alvo. Continue lendo

HRCC amplia serviço ambulatorial

HRCC amplia serviço ambulatorial 2

O serviço ambulatorial do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, foi ampliado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A partir desta semana, o hospital que atende exclusivamente casos de urgência/emergência de média e alta complexidade, passará a contar com um ambulatório destinado às consultas de retorno pós-operatório e aos atendimentos agendados através da regulação regional, por meio do sistema Lista Única da Sesab.

 

O serviço é direcionado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), encaminhados via Central de Regulação, oriundos das secretarias municipais de saúde. Serão ofertadas as especialidades de buco maxilo facial, cirurgia geral e ortopedia. De acordo com Hernani Vaz Krüger, diretor-geral do HRCC, o atendimento ambulatorial beneficia no tratamento dado aos usuários que possuem o perfil dos serviços oferecidos.

 

“O novo ambulatório proporcionará mais qualidade ao atendimento prestado aos usuários do SUS da região. A ampliação do serviço possibilita uma atenção integral à saúde, através de intervenções rápidas e resolutivas. O retorno do pós-operatório é agendado na própria unidade”, explica.

 

ILHÉUS: MPs pedem que se intensifique controle de pragas em amêndoas de cacau importadas

ILHÉUS: MPs pedem que se intensifique controle de pragas em amêndoas de cacau importadas 3

O Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus (BA) emitiu, no último dia 3 de abril, uma recomendação conjunta com o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) para adoção de medidas sanitárias adequadas para o controle efetivo de pragas em amêndoas de cacau importadas de países como Gana, Costa do Marfim e Indonésia. A recomendação foi endereçada ao diretor-geral do Departamento de Sanidade Vegetal (DSV/SDA) do Ministério da Agricultura, Marcus Vinicius Segurado Coelho, sobre as importações via Porto de Ilhéus.

De acordo com procurador da república Tiago Rabelo e da promotora de Justiça Aline Salvador, ao revogar instruções normativas que estabeleciam regras para a importação de amêndoas, o DSV fragilizou as medidas fitossanitárias existentes, sujeitando a região sul ao risco de introdução de pragas na Bahia. “Os classificadores locais da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) detectaram insetos vivos em carregamento de amêndoas fermentadas e secas de cacau internalizado pelo Porto Internacional de Ilhéus e oriundo do Porto de São Pedro, Costa do Marfim”, afirmam os Ministérios. Continue lendo

H3N2 começa a se espalhar pelo Brasil

H3N2 começa a se espalhar pelo Brasil 4

A vacina da gripe disponível no Brasil nessa temporada contém proteção contra versão do H3N2, vírus que circulou com força no hemisfério norte em janeiro desse ano. Por lá, essa forma do vírus puxou o número de infectados pelo influenza para 47 mil, o dobro do registrado em 2017. Em laboratórios da rede privada, o imunizante já está disponível a um preço médio de R$ 130.

Na rede pública, o Ministério da Saúde informa que a campanha nacional destinada aos mais vulneráveis deve começar na segunda quinzena de abril.

Geralmente, as vacinas contra o influenza são disponibilizadas no Brasil entre abril e maio para proteção em junho, período em que o vírus da gripe começa a circular com mais força. Os vírus utilizados para a confecção da vacina são atualizados anualmente e, esse ano, a vacina brasileira ganhou essa nova forma do H3N2 que ajudou a provocar a epidemia mais grave registrada nos EUA nos últimos 13 anos.

No hemisfério norte, a vacina acabou por não ser atualizada em tempo e, por isso, o vírus acabou fazendo mais vítimas, explica o infectologista e pediatra Renato Kfouri. “Normalmente, há um pareamento entre o vírus circulante e a vacina, mas isso acabou não acontecendo no hemisfério norte e houve um aumento expressivo no número de casos”, diz Kfouri.

O médico detalha que os vírus influenza conseguem sofrer pequenas mutações que, embora não tão diferentes do ponto de vista morfológico, são suficientes para “enganar” o sistema imunológico e provocar infecções mais graves. Continue lendo

BAHIA: Boletim da Sesab apresenta 36 casos com quatro óbitos por H1N1

BAHIA: Boletim da Sesab apresenta 36 casos com quatro óbitos por H1N1 5

Um boletim divulgado pela Secretária Estadual de Saúde- SESAB, na manhã desta quarta-feira (11/4), informou que até o último dia (7/4) foram notificados 215 casos de SRAG – Síndrome Respiratória Aguda Grave, com 18 óbitos. Dentre esses casos, 43 foram confirmados para influenza, sendo 36 pelo subtipo A H1N1 e desses, quatro (4) foram a óbito.

Salvador concentra o maior número de casos da H1N1, (26). Camaçari dois (2); Dias D´Ávila, Governador Mangabeira, Itabuna, Jacobina, Juazeiro, Lauro de Freitas, São Miguel das Matas e Ubatã com um (1) caso cada um. Os óbitos foram registrados em Lauro de Freitas (1) e Salvador (3).

A transmissão dos vírus influenza se dá por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com boca, olhos e nariz.

Pessoas com o vírus podem sentir calafrios, mal-estar, dor de cabeça, ter febre, tosse ou dor na garganta, dor muscular e nas articulações. Falta de ar, febre por mais de três dias e dor muscular intensa podem ser sinais do agravamento do quadro.

A população deve ficar atento e as pessoas cujo idade e condições de trabalho as tornam mais vulneráveis a contrair o vírus devem procurar os postos de saúde para tomar a vacina. Continue lendo

HRCC entrega resultados das biópsias realizadas no Mutirão de Cirurgias Eletivas

HRCC entrega resultados das biópsias realizadas no Mutirão de Cirurgias Eletivas 6

Foto: GOV/BA

Os pacientes beneficiados pelo Mutirão de Cirurgias, realizado entre os meses de dezembro e janeiro, já podem se dirigir ao Hospital Regional Costa do Cacau para entrega do resultado da biópsia.

A entrega do exame será mediante apresentação de documento original de identificação com foto (RG). Na impossibilidade de o paciente realizar a retirada, a entrega será feita para a pessoa em posse do documento de identificação do paciente. É indispensável também a apresentação do RG do responsável pela retirada do resultado.

A entrega está sendo realizada na portaria social do hospital, de segunda a sexta, das 08h às 12h. Continue lendo

Data da campanha de vacinação contra gripe Influenza muda para dia 23

Data da campanha de vacinação contra gripe Influenza muda para dia 23 7

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS), informou, através de nota, que o período de realização da Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza será alterado para o período de 23 de abril a 01 de junho, sendo o dia 12 de maio (Dia D) a data da mobilização nacional. Essa mudança se dá em virtude do atraso da entrega do imunobiológico pelo Instituto Butantan, conforme justificativa e cronograma de entrega.

Diante dessa mudança, diz a nota, não será possível fazer a antecipação das entregas para nenhuma região do país, uma vez que a primeira remessa somente ocorrerá na primeira semana de abril, correspondendo a 12 por cento do total a ser entregue, conforme a previsão de distribuição.

Para garantir a proteção no inverno, a chefe da seção de Imunização da secretaria municipal de Saúde (Sesau) de Ilhéus, Walkiria Cardeal, salienta que “embora ocorra essa alteração, a vacina deve ser aplicada entre abril e maio, e a Campanha será realizada no período ideal, antes do pico de transmissão do vírus influenza no Brasil, que ocorre no mês de julho”. Ela orienta ainda que devem ser vacinadas todas as crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Continue lendo

SALVADOR: Disponível, pílula que evita HIV reacende debate sobre comportamento sexual

SALVADOR: Disponível, pílula que evita HIV reacende debate sobre comportamento sexual 8

Mais de 52% dos brasileiros não usam camisinha, ou fazem isso raramente. Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em 2016, mostram uma tendência comportamental preocupante, para dizer o mínimo. Apontada como uma revolução no tratamento contra a AIDS, o PrEP, ou Truvada, tem trazido esperança, mas, ao mesmo tempo, preocupação para os especialistas na área de saúde. A pílula, que apresentou eficácia de 99% nos testes clínicos, evita a contaminação para quem nunca entrou em contato com o vírus, mas, está sujeito a isso.

A distribuição do remédio pelo Sistema Único de Saúde (SUS) teve início em dezembro do ano passado e, de acordo com a Secretaria Estadual d Saúde (Sesab), ele já pode ser encontrado em Salvador, no Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa (Cedap), localizado no bairro do Garcia. O acesso à pílula é definido com base nos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, como mostra a tabela abaixo: Continue lendo