Saúde

Governo do Estado investiu mais de R$ 300 milhões em novas unidades de saúde em 2017

Governo do Estado investiu mais de R$ 300 milhões em novas unidades de saúde em 2017 1

O governo do Estado investiu em 2017 um total de R$ 328,5 milhões na construção e compra de equipamentos na área da saúde. Foram inauguradas nove unidades, na capital e interior: Hospital da Mulher, em Salvador; Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) Eunice Jesus Leal Almeida, em Jequié; Hospital da Chapada, em Seabra; Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus; Maternidade do Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana; e policlínicas regionais de Teixeira de Freitas, Guanambi, Irecê e Jequié. Apresentado como um projeto de sucesso para regionalização dos atendimentos, as policlínicas regionais se tornaram o carro-chefe da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab).

O projeto é baseado na formação de consórcios entre municípios e estado para a manutenção de atendimento especializado regional. Já está prevista, para 2018, a inauguração de cinco novas policlínicas, com investimento médio de R$ 24 milhões. Somando-se os hospitais e a maternidade inaugurados no ano passado, foi feito um incremento de 562 novos leitos. Além dos novos equipamentos, antigas unidades foram ampliadas ao longo dos últimos anos. Continue lendo

ITABUNA: Adolescente grávida denuncia que levou dois tapas no rosto de um médico após gritar de dor; ele foi demitido

ITABUNA: Adolescente grávida denuncia que levou dois tapas no rosto de um médico após gritar de dor; ele foi demitido 2

Uma adolescente de 16 anos denuncia que foi agredida com dois tapas no rosto por um médico, durante um atendimento na Maternidade Ester Gomes, em Itabuna. O caso teria ocorrido na noite de quinta-feira (17), por volta das 22h30.

O boletim de ocorrência foi feito no complexo policial da cidade, ainda na noite de quinta-feira, e a denúncia foi formalizada na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) na manhã desta sexta-feira (18).

De acordo com a família, a jovem, que já está no 9º mês de gestação, foi à unidade médica sentido dores e com sangue na urina. No hospital, ela teria sido submetida a um procedimento chamado de toque gestacional, que avalia se a grávida está entrando em trabalho de parto.

No momento do procedimento, a família diz que a adolescente gritou de dor e acabou levando dois tapas no rosto do médico.

Uma equipe da TV Santa Cruz, afiliada da Rede Bahia, esteve no hospital e tentou localizar o médico alvo da denúncia na manhã desta sexta-feira. Entretanto, foi informada que o plantão do profissional tinha sido encerrado por volta das 7h. O G1 não conseguiu contato com o médico denunciado.

O diretor do hospital conta que soube da denúncia e que demitiu o médico. Continue lendo

Ilhéus tem mobilização municipal da campanha contra Influenza neste sábado (19)

Ilhéus tem mobilização municipal da campanha contra Influenza neste sábado (19) 3

Neste sábado, dia 19, em Ilhéus, acontece o dia de mobilização municipal da campanha de vacinação contra a gripe Influenza.

A secretaria municipal de Saúde (Sesau) disponibiliza dois sábados, amanhã e no dia 26, neste mês de maio, para a vacinação do público alvo, com o objetivo de promover e ampliara campanha que segue até o dia 1° de junho.

De acordo com a chefe do Setor de Imunização da Sesau, Walkiria Cardeal, o objetivo dessa mobilização é alcançar a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) para o município, já que o dia “D” de vacinação, no último sábado, o comparecimento do público alvo não atendeu à expectativa.

“Apenas duas mil e novecentas doses foram utilizadas no último sábado, a esperança é que esta mobilização traga mais pessoas para se vacinar”, pontuou Walkíria.

A coordenadora alerta a população para a importância da vacinação contra a Influenza. O público alvo são os idosos acima de 60 anos, gestantes, mulheres no pós-parto até 45 dias, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhador da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas e pessoas com doenças crônicas. Continue lendo

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Enem

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Enem 4

Termina hoje (18) às 23h59 (horário de Brasília) o prazo para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. As inscrições são feitas pela internet, na página do participante.

Mesmo os candidatos que pediram a isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que será usado para enviar informações sobre o exame.

O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.

Com o fim do prazo de inscrição, também fica encerrada a possibilidade de alterar dados cadastrais, o município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição.

Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho. Continue lendo

Sesab investe na ampliação da assistência neonatal

Sesab investe na ampliação da assistência neonatal 5

A baixa qualidade do pré-natal em algumas cidades baianas, a exemplo de Salvador, somada a escassez de médicos especialistas, tem como reflexo a sobrecarga das UTIs pediátricas e neonatais em toda a Bahia. Diferente do posicionamento de alguns municípios, o Governo do Estado está profundamente comprometido com a assistência médica ética e digna à população e, para tanto, vem investindo mais de R$ 60 milhões na ampliação e modernização da rede pública de assistência materno-infantil e mais R$ 1 bilhão na expaA baixa qualidade do pré-natal em algumas cidades baianas, a exemplo de Salvador, somada a escassez de médicos especialistas, tem como reflexo a sobrecarga das UTIs pediátricas e neonatais em toda a Bahia. Diferente do posicionamento de alguns municípios, o Governo do Estado está profundamente comprometido com a assistência médica ética e digna à população e, para tanto, vem investindo mais de R$ 60 milhões na ampliação e modernização da rede pública de assistência materno-infantil e mais R$ 1 bilhão na expansão da rede de saúde em todo estado, representando o maior investimento em saúde pública de todos os tempos.

Apenas para a duplicação da maternidade João Batista Caribé, que está localizada na capital baiana, serão aplicados recursos da ordem de R$ 30 milhões entre obras e equipamentos. A unidade passará de 40 leitos para 80, sendo 60 de internação clínica e cirúrgica, dez de Cuidado Intermediário Neonatal (UCINCo), cinco de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa) e outros cinco instalados no Centro de Parto Normal (CPN).

Na capital e no interior, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) investiu na abertura de dezenas de leitos, a exemplo de 32 de UTI e 28 de Cuidados Intermediários (UcinCo) na nova maternidade do Hospital Estadual da Criança (HEC), em Feira de Santana, e outros 14 leitos de UTI Neonatal no município de Jequié, por meio de contrato.

Em Salvador, ainda foram abertos 20 leitos de UTI Neonatal e 23 de UcinCo no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS). O HGE 2 acrescentou oito leitos de UTI Pediátrica na rede estadual, enquanto a maternidade Tsylla Balbino ganhou 15 novos leitos de UcinCo. Outra estratégia utilizada para ampliar a rede materno-infantil foi contratar serviços na rede filantrópica, como os 10 leitos de UTI Pediátrica e oito de UTI Neonatal no Hospital Martagão Gesteira.

Estão em andamento ampliações de leitos de neonatologia nas cidades de Ilhéus, Eunápolis, Bom Jesus da Lapa, Ribeira do Pombal, Alagoinhas, Barreiras, Camaçari e Irecê. Continue lendo

ILHÉUS: Diretor do SAMU informa que a frota está completa e será ampliada

ILHÉUS: Diretor do SAMU informa que a frota está completa e será ampliada 6

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) está operando com sua frota, composta por quatro ambulâncias, sendo uma unidade avançada móvel, viaturas três básicas e uma motolância.

De acordo com o diretor regional do Samu, Cyomar de Mattos Dias, “realmente os veículos são bastante utilizados e ficam desgastados, e é natural que necessitem de mais manutenção.

Embora tenhamos algumas dificuldades em relação ao conserto das ambulâncias, a atual gestão não tem medido esforços no sentido de recuperar os veículos e recolocá-los em funcionamento de forma plena”.

O diretor do Samu-192 disse que “a Sesau assinou contrato com uma empresa para realizar manutenção preventiva e corretiva nas ambulâncias.

Foi por conta disso colocamos quatro ambulâncias e a motolância para funcionarem. Também, temos um aumento de frota previsto.

No prazo aproximado de 30 dias deverão chegar a Ilhéus mais duas ambulâncias que foram alugadas pela secretaria municipal de Saúde, cujo objetivo é ampliar e melhorar a capacidade de atendimento diário aos pacientes”. Continue lendo

NACIONAL: Casos de malária devem crescer 50% no Brasil este ano

Projeção feita pelo pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz Cláudio Maierovitch aponta que o Brasil poderá ter um aumento de 50% nos casos de malária neste ano. Até março, o País registrou 50 mil infecções. Pelos cálculos do pesquisador, com base nos dados de janeiro e fevereiro, até o fim do ano os registros poderão chegar a 293 mil. O avanço esperado é de proporção semelhante à que foi identificada em 2017.

NACIONAL: Casos de malária devem crescer 50% no Brasil este ano 7

Depois de seis anos de queda, a malária voltou a aumentar no País no ano passado e a preocupar autoridades sanitárias e especialistas. “Estávamos em ritmo de declínio muito significativo.

Mas a doença perdeu prestígio político, as ações de prevenção foram deixadas de lado e os casos voltaram a aumentar”, afirmou o professor da Universidade de Brasília (UnB) Pedro Tauil. Em 2017, foram notificados no País 193 mil casos, 50% a mais do que o registrado no ano anterior.

Diante do aumento de casos, um comitê assessor decidiu na semana passada preparar uma carta de alerta para o governo brasileiro. “O programa perdeu prioridade para outras doenças que atingem grupos com maior poder de reivindicação, como a população urbana.

Os recursos foram transferidos para dengue, zika e chikungunya. A malária perdeu recursos financeiros e recursos humanos”, resume Tauil.

A retomada de crescimento da doença por dois anos consecutivos ocorre pouco tempo depois de o Brasil comemorar o avanço no combate à malária. “Em 2016, chegamos a alcançar 128 mil infecções, o menor número da história”, diz Maierovitch.

Na época, avisos já haviam sido dados para autoridades não baixarem a guarda. “Esse é um problema comum. Quando a doença começa a cair, a atenção se dispersa.” Continue lendo

HRCC reduz tempo de espera por cirurgia geral e ortopédica

HRCC reduz tempo de espera por cirurgia geral e ortopédica 8

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, está aumentando a rotatividade dos procedimentos cirúrgicos na região. Inaugurada há cinco meses, a unidade já realizou 1.650 procedimentos, dos quais 623 foram ortopédicos, zerando a fila de espera para cirurgia de fratura.

Antes do funcionamento do HRCC, os usuários aguardavam aproximadamente cinco meses, nos casos de cirurgia ortopédica e até dois anos para a realização de cirurgia geral. Atualmente, eles aguardam apenas avaliação clínica para serem submetidos ao procedimento cirúrgico, o que requer, em média, uma semana.

Cláudio Moura Costa, diretor técnico do HRCC, explica que o hospital está realizando cirurgias eletivas nas especialidades de ortopedia e geral, serviços que não eram contemplados em outras unidades da rede pública de saúde da região. “A unidade não tem medido esforços para resolver a situação de algumas demandas existentes. Até o final do ano passado, tínhamos um déficit no atendimento cirúrgico na rede. Com o funcionamento do hospital Costa do Cacau, as cirurgias eletivas puderam ser retomadas”, enfatiza.

No caso da cirurgia geral, estão sendo realizados procedimentos de colecistectomia (cirurgia da vesícula), histerectomia (retirada de parte ou totalidade do útero) e cirurgia de hérnia epigástrica, inguinal e umbilical. A perspectiva é de que 75 cirurgias sejam feitas por mês. De acordo com Cláudio Moura, os serviços de alta complexidade prestados pela unidade são referência para a região e dispensam a transferência de pessoas para outros hospitais. Continue lendo