Saúde

HRCC realiza 4700 exames em menos de três meses

HRCC realiza 4700 exames em menos de três meses 1

A redução da fila de espera e o do tempo para a entrega dos resultados, além da maior exatidão dos diagnósticos, estão entre os principais benefícios para os usuários da rede pública de saúde, do Sul do Estado, com o funcionamento do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus. Em menos de três meses, a unidade, que atende a 67 municípios da região, já realizou um total de 4700 exames de imagem, ampliando o acesso e dando suporte às secretarias municipais de saúde e às unidades hospitalares de pequeno porte.

“Há uma grande demanda para os exames e com o HRCC estamos atendendo a essa demanda, não apenas do ponto quantitativo, mas também, com maior eficiência e rapidez dos diagnósticos”, explica o diretor de operações do hospital, Cláudio Moura Costa.

O Centro de Diagnóstico por Imagem do HRCC está equipado para a realização de exames de raio-X, tomografia computadorizada, ressonância magnética, angiorressonância (exame dos vasos sanguíneos, principalmente artérias, excelente para o rastreamento e o diagnóstico da doença vascular) e angiotomografia (exame de diagnóstico rápido que permite a perfeita visualização das veias e artérias do corpo, utilizando modernos equipamentos em 3D).

Os dois últimos citados, antes da inauguração do hospital, não eram oferecidos pela rede pública de saúde, em toda a região Sul e mesmo os que eram ofertados pela rede particular, tinham preços muito acima da capacidade da grande maioria da população.

O custo da ressonância magnética de coluna lombar, por exemplo, é em média, R$ 730. Caso seja necessário utilizar técnicas de contraste, o valor pode variar entre R$ 880 e R$ 1.030 e o da tomografia computadorizada varia entre R$ 300 e R$ 800, dependendo da região do corpo. No HRCC, unidade da Rede Pública do Estado, os exames, assim como os demais procedimentos, são inteiramente gratuitos. Continue lendo

Ilhéus tem 03 e Itabuna 02 estabelecimentos habilitados no programa de tratamento do glaucoma

Ilhéus tem 03 e Itabuna 02 estabelecimentos habilitados no programa de tratamento do glaucoma 2

Portaria do Ministério da Saúde, na última sexta-feira, traz a relação das clínicas que estão habilitadas pelo governo federal para participar do programa de tratamento de glaucoma “no âmbito da Política Nacional de Atenção Oftalmológica”.

O tema é atualíssimo, principalmente porque, o maior prejudicado está sendo o cidadão comum, que precisa do atendimento do Estado (nos três níveis).

Eis a relação das clínicas Ilheense:

a) Hospital de Olhos de Ilhéus;

b) Elclin;

c) CENOE;

Itabuna:

a) Day HORC;

b) Hospital de Olhos Beira Rio; Continue lendo

Mutação de vírus, alergia a mosquito, contaminação por mercúrio: o que há de verdade nos boatos?

Mutação de vírus, alergia a mosquito, contaminação por mercúrio: o que há de verdade nos boatos? 3

“Está confirmada suspeita. O vírus já mutou. A vacina já não protege. Evitar locais com incidência da doença. E é mais agressivo.”

A mensagem viralizou em grupos de WhatsApp nos últimos dias. Era mais um alerta sobre a vacina da febre amarela. A despeito da roupagem científica — o link remete a uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sobre mutações no vírus da doença —, o trecho sobre a ineficácia da vacina por esse motivo é falso.

Também não se fundamentam, segundo a Fiocruz, outros boatos em torno do imunizante que circulam nas redes sociais, como o de que a vacina contém mercúrio e deve ser evitada por quem tem alergia a insetos.

Procurados pela BBC Brasil, a fundação e especialistas buscaram derrubar essas e outras informações falsas sobre os efeitos da vacinação em massa. Confira:

Mutação de vírus não necessariamente afeta eficácia de vacinas

No link que acompanhava o aviso sobre a mutação, via-se uma pesquisa da Fiocruz mostrando que a ela própria havia identificado mutações na sequência genética do vírus da febre amarela. Estudiosos falavam em modificações na composição de proteínas importantes na sua replicação. “Os pesquisadores consideram que é possível haver uma vantagem seletiva, refletindo-se na capacidade de infecção e disseminação do vírus”, afirma o texto.

Logo em seguida, porém, uma ressalva: “Novas pesquisas são fundamentais para determinar se essas modificações no genoma são específicas dos microorganismos envolvidos no surto atual”.

Quanto aos efeitos dessa descoberta na eficácia da vacina em voga, os especialistas destacavam no último parágrafo que “o imunizante adotado atualmente protege contra genótipos diferentes do vírus, incluindo o sul-americano e o africano”. E que “as alterações detectadas no estudo não afetam as proteínas do envelope do vírus, que são centrais para o funcionamento da vacina”. Continue lendo

Ilhéus é a segunda em mortes por AIDS na Bahia

Ilhéus é a segunda em mortes por AIDS na Bahia 4Os casos de Aids continuam crescendo na Bahia e Itabuna divide com Feira de Santana o segundo lugar entre os municípios com mais incidência da doença neste ano. Cada uma já registrou 18 casos em 2018. Elas só perdem para Salvador, que acumula 163 registros. Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia,

Enquanto Itabuna mantém o segundo lugar em adultos infectados, Ilhéus fica nesta colocação em mortes, quatro, atrás somente de Salvador, que registrou 8 neste ano. Na região, os mortos chegam a sete, com um registro em Itabuna e dois em Camacan.

O número de casos da doença detectados no sul da Bahia é de 28 até aqui, com 18 em Itabuna, 4 em Camacan, 4 em Ilhéus, um em Buerarema e outro em Itajuípe. No extremo-sul foram 22, em Alcobaça (6), Belmonte (4), Caravelas (2), Eunápolis (4), Itabela (2), Nova Viçosa (3) e Prado.

No sudoeste os 11 casos foram registrados em Jequié (4), Ipiaú (5) e Vitória da Conquista (2). Somando todo o estado, a Bahia acumula 329 casos confirmados de Aids em 2018, conforme diz A Região.

‘Aedes aegypti’ pode infectar cães

‘Aedes aegypti’ pode infectar cães 5

Popularmente conhecida como ‘verme do coração’, a dirofilariose canina é uma zoonose que acomete os cães, afetando o coração. O que poucos sabem é que seu transmissor é o mosquito Aedes aegypti, também transmissor da dengue, zika e chikungunya.

A partir da picada, o mosquito deposita as larvas da dirofilariose na pele canina que, com o tempo, se encaminham até o átrio direito do coração, comprometendo a passagem de sangue.

Por ser uma doença silenciosa, o animal só apresentará os primeiros sintomas após seis meses, em média. Falta de ar, diminuição de peso e tosse em excesso podem ser indícios da enfermidade.

Como prevenção, médicos veterinários indicam aos tutores que coloquem coleiras repelentes nos cães, bem como façam a aplicação anual de um medicamento preventivo. 

Caso um cão doente seja picado, o mosquito pode transmitir a doença em seguida para humanos.

Quando não tratada, geralmente com antibióticos por cerca de 30 dias, a doença pode levar o cão à morte.

Profissionais relataram três casos da doença em animais no Ceará, conforme diz a Veja.

Febre amarela: sobe para 723 casos e 237 mortes no Brasil

Febre amarela: sobe para 723 casos e 237 mortes no Brasil 6

A febre amarela continua crescendo no Brasil. De acordo com boletim divulgado nesta quinta-feira (1º) pelo Ministério da Saúde, o número de casos subiu para 723 e de mortes para 237 no país.

O período considerado é de julho do ano passado até 28 de fevereiro. No boletim anterior, divulgado na quarta-feira (21) eram 545 casos e 164 mortes pela doença.

Até o momento, houve 2.867 notificações de casos suspeitos, sendo que foram 1.359 descartados e 785 permanecem em investigação.

Segundo o Ministério, embora os casos do atual período de monitoramento tenham sido superiores ao período passado, o vírus da febre amarela circula hoje em regiões metropolitanas do país com maior contingente populacional, atingindo 32,3 milhões de pessoas, inclusive, de áreas que nunca tiveram recomendação de vacina. No período passado, por exemplo, o surto atingiu uma população de 8 milhões de pessoas – número muito inferior.

Isso explicaria a incidência da doença neste período ser menor que no período passado, ainda de acordo com o Ministério. O governo informou que a incidência da doença no período de monitoramento 2017/2018, até 28 de fevereiro, é de 2,2 casos para 100 mil/habitantes. Já na a sazonalidade passada, 2016/2017, a incidência foi de 7,1/100 mil habitantes, no mesmo período.

Estados mais afetados pela febre amarela

Os Estados com confirmação de febre amarela são Minas Gerais, com 314 casos e 103 mortes, São Paulo, com 307 casos e 95 mortes, Rio de Janeiro, com 96 casos e 38 mortes, e Distrito Federal, com um caso e uma morte. Continue lendo

Enfermeira do SAMU denuncia hospital por negligência médica com idoso em Ilhéus

Enfermeira do SAMU denuncia hospital por negligência médica com idoso em Ilhéus 7

FOTO: Reprodução/YouTube

Enfermeira do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, publicou um vídeo em suas redes sociais denunciando um caso de negligência médica no município.

O caso aconteceu no Hospital São José, na Santa Casa de Misericórdia. No vídeo, a mulher, que não foi identificada, afirma que o médico se recusou a atender um paciente levado pela sua unidade ao Hospital. No vídeo é possível ver um idoso de 76 anos, que segundo a enfermeira, tem histórico de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Em nota, a Santa Casa de Misericórdia negou que tenha ocorrido negligência médica com um paciente. Segundo o hospital, o idoso foi atendido na ambulância porque não apresentava risco de vida e não havia leitos vagos no local. Continue lendo

Inscrições para processo seletivo da Hemoba encerram nesta quinta-feira (15)

Inscrições para processo seletivo da Hemoba encerram nesta quinta-feira (15) 8

Encerram nesta quinta-feira (1) as inscrições para o processo seletivo simplificado da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (HEMOBA) para contratação de profissionais de nível médio/técnico e superior. Os interessados podem se inscrever através do site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

São ofertadas 66 vagas para os cargos de analista de sistemas (2), assistente social (6), contador (1), enfermeiro (7), farmacêutico bioquímico (16), fisioterapeuta (1), médico clínico (6), técnico em enfermagem (8) e técnico em patologia clínica (19).

Os selecionados serão contratados por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), e irão atuar em jornada de 30 horas semanais. A taxa para nível médio é de R$ 40 e, para superior, de R$ 60.

Serão preenchidas vagas nas cidades de Brumado, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Irecê, Itaberaba, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Salvador, Seabra, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista, conforme diz o Aratu Online.