Religião

TJ-BA pede perdão a líder do Candomblé por injustiças e intolerância cometidas no passado

TJ-BA pede perdão a líder do Candomblé por injustiças e intolerância cometidas no passado 1

Foto: TJ-BA

O desembargador Lidivaldo Reaiche, presidente da Comissão de Igualdade, Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos Humanos do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) pediu perdão, em nome do Judiciário, a Ialorixá Carmen Oliveira da Silva, conhecida como Mãe Carmen do Gantois, pelas diversas situações de intolerância religiosa ocorridas nos séculos passados. O pedido de perdão foi feito durante a entrega da Medalha de 410 anos do TJ-BA a Ialorixá, ocorrido na tarde da última sexta-feira (28).

De acordo com o desembargador, que liderou a equipe de comemoração do aniversário do TJ-BA, foram identificadas sentenças “injustas e cruéis” no Arquivo Público da Bahia, contra pessoas que praticavam religiões de matriz africana. “Vários sacerdotes eram presos e as penas, inclusive, eram de 500 chibatadas”, destacou. Lidivaldo Reaiche ainda conta que, em uma sentença, foi registrado que a execução da pena de chibatadas teve que ser interrompida, pois a mulher não iria sobreviver. Para ele, ao longo dos séculos, houve uma “conivência” das autoridades e também do Tribunal de Justiça da Bahia com a violência a sacerdotes e praticantes de religiões como Candomblé. “No momento em que o tribunal comemora 410 anos, é um momento para reflexão sobre sua caminhada. Claro que, como qualquer instituição, é uma caminhada de sombras e luzes. Nós temos que reconhecer que, em relação às religiões de matriz africana, houve omissão e houve injustiça”, avaliou. Continue lendo

Pastor Pedro Chagas completa 20 anos de Ministério na Lindinópolis

Pastor Pedro Chagas completa 20 anos de Ministério na Lindinópolis 2

Apascentar o rebanho de Cristo não abrange somente oferecer-lhe o alimento da Palavra com o fim de transmitir conhecimento e gerar maturidade. O pastor zeloso vai com a Palavra de Deus em punho e supre as necessidades de consolo e descanso das ovelhas de Jesus. Assim tem sido a vida do pastor Pedro de Jesus Chagas, ao longo de duas décadas à frente da Igreja Batista Lindinópolis. Tamanha dedicação, rendeu-lhe na última semana, uma homenagem especial.

“São duas décadas de serviço e cumprimento do propósito do Senhor”, diziam jubilosos os participantes da solenidade. Durante o culto festivo, outros declamavam que “ele continua sendo um homem incansável na obra de Deus, onde durante esses anos, plantou várias sementes”. O culto de celebração, louvor e ações de graças aconteceu no templo sede da igreja, no bairro da Conquista, e contou com familiares, membros dos ministérios da igreja, congregados e convidados. Continue lendo

ILHÉUS: São Jorge é celebrado por fiéis nesta terça-feira (23)

ILHÉUS: São Jorge é celebrado por fiéis nesta terça-feira (23) 3

A Igreja Católica celebra São Jorge, um dos mais populares do catolicismo, nesta terça-feira, 23 de abril. Conhecido como “o grande mártir”, o santo é Padroeiro de Portugal, Inglaterra e Catalunha, além de ser considerado o protetor dos soldados, escoteiros e todos aqueles ligados às ordens militares.

Em Ilhéus, São Jorge será homenageado na Catedral de São Sebastião, enquanto não encerra a reforma da Igreja que leva o nome do padroeiro, onde haverá missa nesta segunda às 19h e nesta terça às 10h, finalizando o período com procissão saindo da Catedral às 17h. Continue lendo

Movimento de Cursilho e Cristandade de Ilhéus convida os Cursilhistas para a Ultreia Diocesana

Movimento de Cursilho e Cristandade de Ilhéus convida os Cursilhistas para a Ultreia Diocesana 4

Cursilhos de Cristandade é um movimento da Igreja católica que, através do seu método próprio, possibilita a vivência do fundamento cristão, ajuda a descobrir, realizar e respeitar a vocação pessoal, criando núcleos de cristãos capacitados a evangelizar os ambientes que frequentam.

Periodicamente, o movimento realiza um encontro chamado Ultreia – uma expressão espanhola que quer dizer “Avante!”, tem como intuito encorajar e unir os cursilhistas para que possam sempre caminhar em comunidade, além de fortalecer o movimento que busca formar líderes e pessoas dispostas a levar os ensinamentos de Cristo.

A Ultreia Diocesana ocorrerá neste domingo (07), a partir das 07:30, na Igreja de Santa Rita no Bairro da Conquista.

40 anos da Diocese de Itabuna – BA, uma Igreja generosa e perseverante

40 anos da Diocese de Itabuna - BA, uma Igreja generosa e perseverante 5

Amigo ouvinte, o quadro “Brasil na Missão Continental” traz estes dias a participação de Dom Carlos Alberto dos Santos, desde abril de 2017 bispo da Diocese de Itabuna, no sul da Bahia.

Na edição passada nosso convidado ateve-se a uma breve apresentação desta Igreja particular,  uma das primeiríssimas circunscrições eclesiásticas criadas por São João Paulo II, em 7 de novembro de 1978, à distância de poucos dias da sua eleição à Cátedra de Pedro.

Localizada a pouco mais de 420 quilômetros de Salvador e quinto município mais populoso da Bahia com mais de 210 mil habitantes, a cidade sede da diocese é um importante entreposto comercial do estado, situada às margens da BR-101 e BR-415 e hoje se destaca com indústrias de grande porte, se consolidando como polo médico, prestador de serviços e de educação. Continue lendo

Veja a Programação de Missas na Catedral de São Sebastião em Ilhéus

Veja a Programação de Missas na Catedral de São Sebastião em Ilhéus 7

Foto: Matheus Silva

Os horários das Missas na Catedral de São Sebastião durante a semana segue os seguintes horários:

Nas terças-feiras, às 18:00;

Nas quintas-feiras, às 12:00;

Na primeira sexta-feira de cada mês, às 17:00;

Nos sábados, às 19:00;

Nos domingos, nos três turnos (manhã, tarde e noite):

às 8:00;
às 17:00;
às 19:00;

Fé e tradição marcam mais um ano da Puxada do Mastro de São Sebastião em Ilhéus

Fé e tradição marcam mais um ano da Puxada do Mastro de São Sebastião em Ilhéus 8

No meio da mata de Ipanema, localizada na Estância Hidromineral de Olivença, zona sul de Ilhéus, marchadeiros iniciaram as festividades da secular festa da Puxada do Mastro de São Sebastião, com a escolha da árvore, que determinaram as toras de mastro puxadas no domingo (13). Esse ritual acontece sempre uma semana antes do evento, início de todo o ciclo da tradição.

A comunidade local e a Prefeitura de Ilhéus, por meio das Secretarias de Turismo e Eventos (Setur) e de Cultura (Secult), ao longo da última semana, prepararam e arrumaram toda a estrutura da festa, onde turistas e nativos derrubaram o mastro e percorreram as praias e principais ruas do local até chegar à praça principal, onde aconteceu todo o enredo da celebração.

De acordo com o historiador Erlon Costa, a Puxada do Mastro de São Sebastião mantém a tradição há mais de quatro séculos, desde o período da colonização. “Significa a resistência da memória do povo tupinambá na região” diz ele. A festividade une comunidade religiosa e indígena para celebrar com rituais, manifestações culturais, cortejos e shows na Praça Cláudio Magalhães, onde fica a Igreja de Nossa Senhora da Escada, ponto alto dos festejos. Continue lendo