Política

ACM Neto decide não disputar o governo da Bahia

ACM Neto decide não disputar o governo da Bahia 1

Conforme informamos anteriormente que o Prefeito de Salvador ACM Neto tinha decidido sair candidato ao executivo estadual (Clique aqui), hoje o prefeito ACM Neto (DEM) decidiu que não será candidato ao governo do estado. Fontes do BNews afirmam que o democrata decidiu na manhã desta sexta-feira (6) por continuar à frente do Palácio Thomé de Souza.

Embora tenha demonstrado empolgação com a possibilidade de se lançar na disputa pelo Palácio de Ondina em evento na noite desta quinta-feira (5), o prefeito decidiu pelo contrário.

De acordo com informações que circulam nos bastidores da política nesta manhã, o divisor de águas foi o PR. O partido integra o governo Rui Costa, mas estava negociando uma migração para o grupo do prefeito. No entanto, uma reunião da cúpula do partido com o governador Rui Costa na noite desta quinta selou a permanência no grupo petista.

Sem o PR, o prefeito teria decidido recuar da possibilidade de se lançar candidato. Continue lendo

Depois de muito tempo como Governador, Alckmin renuncia nesta sexta (6)

Depois de muito tempo como Governador, Alckmin renuncia nesta sexta (6) 2

No dia 30 de março de 2006, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), apresentava sua carta de renúncia. O motivo era a disputa presidencial em que ele seria candidato. Passados 12 anos, a cena se repete nesta sexta-feira (6).

O tucano é o governador que mais tempo ocupou o cargo: pouco mais de 12 anos à frente do Palácio dos Bandeirantes, entre idas e vindas.

Alckmin foi derrotado em 2006 pelo ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que acabou reeleito no segundo turno com uma votação recorde: 60,8%, contra 39,2%.

Mais de uma década depois, o cenário que aguarda Alckmin é incerto, apesar de a alta popularidade do PT ter despencado. Continue lendo

ACM Neto decide ser candidato a governador

ACM Neto decide ser candidato a governador 3

Depois de muita resistência, ACM Neto acaba de decidir que será, sim, candidato ao governo da Bahia. O anúncio oficial será amanhã (6).

Segundo o site Antagonista, o julgamento de ontem no STF e a ordem de prisão de Lula influenciaram na decisão do atual prefeito de Salvador e presidente do DEM.

O candidato a vice será João Gualberto, que trocará o PSDB pelo PR, conforme diz o Agravo.

ITABUNA: Gomes perde os direitos políticos

ITABUNA: Gomes perde os direitos políticos 4

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, foi condenado por improbidade administrativa pela Justiça e teve os direitos políticos suspensos por 3 anos. Ele também está proibido de contratar com o poder público, receber benefícios, incentivos fiscais ou créditos.

Em 1997, o prefeito foi denunciado pelo Ministério Público estadual por contratação de servidor sem concurso durante seu terceiro mandato. A ação tramitava na 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna há mais de 13 anos e foi assinada pelo então promotor Márcio Fahel.

A decisão é mais um revés de Gomes na Justiça. Em 2015, ele foi condenado pela Justiça Federal por fraude em convênio para compra de ambulância e ficou inelegível por 8 anos. Não que isso tenha incomodado o político.

Com uma liminar, ele disputou a eleição de 2016 e foi eleito para o quarto mandato. O Ministério Público Eleitoral pediu a cassação do mandato, que foi negada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em decisão da ministra Rosa Weber. Continue lendo

VEREADOR THADEU MUNIZ REBATE NOTA PLANTADA EM BLOG GOVERNISTA

VEREADOR THADEU MUNIZ REBATE NOTA PLANTADA EM BLOG GOVERNISTA 5

Foto: Folha da Praia

O advogado e vereador Thadeu Muniz rebateu uma notícia publicada em um blog governista (Ilheus 24h) tentando desgastar sua imagem como homem público. Toda ira do blog, se deu porque Thadeu tem demonstrado independência como representante do povo não aceitando baixar a cabeça quando uma ação ou omissão por parte do governo municipal vai de encontro com o desejo da população. Eleito com mais de 1.100 votos, o vereador tem pautado seu mandato com reuniões constantes com sua base eleitoral, sempre ouvindo a população e aqueles que o elegeram. Optou por não fazer indicações ao Executivo, pois a prática tem demonstrado que o vereador acaba fazendo papel de bobo, já que a administração não atende as justas reivindicações dos vereadores, o que, aliás, é queixa constante de diversos edis. Portanto, sua estratégia é fazer as reivindicações no Plenário.

Thadeu Muniz declarou que não se afastou da base governista, porém jamais aceitará que a população seja tratada com desdém. Recentemente ele foi o único vereador a votar contra a doação de uma área verde no loteamento Jardim Atlântico para construção de um novo fórum. Declarou que é defensor da construção desse equipamento, até porque é advogado militante, mas viu nesse projeto da prefeitura gritante ilegalidade, vez que a lei proíbe a desafetação de áreas verdes em loteamentos. Thadeu teve coragem de votar contra o Projeto de Lei, e isso pode ter causado incômodo no staff governista.

“PODE SER LEGAL, MAS É IMORAL”: MARÃO NOMEIA O VEREADOR TARCÍSIO DA PAIXÃO EM FUNÇÃO GRATIFICADA

"PODE SER LEGAL, MAS É IMORAL": MARÃO NOMEIA O VEREADOR TARCÍSIO DA PAIXÃO EM FUNÇÃO GRATIFICADA 6

Vereador Tarcísio a esquerda – Foto: Alfredo Filho – Secom: Prefeitura de Ilhéus.

Foi publicado no diário oficial de hoje (28), a nomeação em Função Gratificada (FG – I) equivalente a R$ 1 mil para o servidor municipal Tarcísio Santos da Paixão, que também é vereador do município pelo Partido Progressista (PP).

O servidor e vereador retornou as atividade na função de Agente de Trânsito e está lotado no DETRAN, concedido pelo Prefeito Marão, pode ser legal, mas é imoral.  Continue lendo

ILHÉUS: Recadastramento do passe livre continua até o dia 23 de Abril

ILHÉUS: Recadastramento do passe livre continua até o dia 23 de Abril 7

Os beneficiários que não realizaram o recadastramento do passe livre municipal no mutirão realizado nos dias (21) a (23) desse mês, no Ginásio de Esportes Herval Soledade, têm até o próximo dia 23 de abril para fazer a atualização das informações. O recadastramento é anual e obrigatório por lei municipal.

Depois do dia 23, todos os beneficiários que não realizaram o recadastramento terão os cartões bloqueados. Essa foi uma decisão tomada durante reunião ampliada com representantes da Prefeitura de Ilhéus, Poderes Públicos, Associações da Pessoa com Deficiência de Ilhéus, Associação Profissional das Empresas de Transporte de Passageiros de Ilhéus (Atranspi) e usuários, realizada no último dia (13).

Durante o mutirão apenas 673 pessoas realizaram o recadastramento. Todas as pessoas que possuem o passe livre e que fizeram o agendamento devem procurar a SDS. “Das 558 pessoas agendadas, somente 255 compareceram no mutirão. Todos os beneficiários da gratuidade e os agendados devem ir à SDS até o dia 23 de abril”, destaca a coordenadora, Alba Magnólia.

Documentos – Os beneficiários devem levar os documentos originais de Identidade, CPF, comprovante de renda e residência, laudo médico atualizado com CID, se precisar de acompanhante, especificar no laudo, e número de telefone. Continue lendo

ILHÉUS: PP se manifesta sobre nota pública da Prefeitura

ILHÉUS: PP se manifesta sobre nota pública da Prefeitura 8A respeito da Nota Publica sobre o projeto Orla Sul, pretensamente assinada pela Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de Ilhéus, o Partido Progressista vem a público tecer alguns comentários acerca do seu teor:     

1- O atual secretário de Infraestrutura, Engenheiro Hermano Fahning ocupou no governo anterior funções de confiança com muita responsabilidade e competência. Acompanhou inclusive, todo processo junto ao Ministério do Turismo para resgatar o convênio já expirado no final do governo de Newton Lima;

2- Com muito esforço, o governo Jabes Ribeiro conseguiu recursos para finalização da drenagem e pavimentação da Rua Portugal, ao lado do Restaurante Cantinho Caipira, que se encontrava interditada, inclusive com a construção de uma passagem de águas pluviais sob a Rodovia Ilhéus/Olivença;

3- A partir daí, o governo tentou de todo modo obter autorização do Ministério do Turismo e Caixa Econômica Federal para nova licitação, o que não foi possível até a finalização do mandato, apesar dos constantes contatos com a área técnica de engenharia da CEF, que daria a palavra final; 

4- As explicações de ordem técnica da Secretaria de Infraestrutura, a respeito da obra da Orla Sul não cabem aqui nenhum reparo, até porque sua condução é de exclusiva responsabilidade do atual governo;

5- Entretanto, como a nota tece comentários políticos de forma equivocada, principalmente no que concerne ao tempo em que o projeto ficou paralisado, informado como 10 anos, bem como a menção de situações estranhas ao assunto, nos leva a crer que parte da Nota Pública foi da lavra da área política do governo; Continue lendo