Notícias

Prêmio Nacional de Conselho de Educação será entregue em Ilhéus

Prêmio Nacional de Conselho de Educação será entregue em Ilhéus 1

O Conselho Municipal de Educação (CME) de Lucas do Rio Verde ficou em 2° lugar no Prêmio Nacional ‘Vilmar Rosa de Mendonça’ de Experiências Exitosas dos Conselhos Municipais de Educação. O resultado foi divulgado na semana passada pela Diretoria Executiva da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME).

O conselho luverdense concorreu na categoria ‘fiscalizador’ com o trabalho “O papel do CME na avaliação e monitoramento do PME (Plano Municipal de Educação) de Lucas do Rio Verde – MT”. A premiação acontecerá durante o XXVII Encontro Nacional da UNCME no período de 27 a 29 de novembro em Ilhéus, na Bahia.

Nessa categoria, a entidade tem a função de analisar os processos articulados de fiscalização e controle social das políticas educacionais, tendo resultados positivos para a garantia do direito à educação, em casos de descumprimento legal ou de prevenção para a garantia do direito à educação.

Michelene Rufino de Britto, presidente do CME/LRV comentou ao CenárioMT dos desafios do conselho e destacou que nos nove anos de existência em Lucas, a entidade conseguiu conquistar espaço e colaborar nas decisões importantes da educação municipal.

“A principal razão da existência dos conselhos municipais é a de exercer o controle social. Uma tarefa que não é muito fácil, principalmente quando o conselho não é valorizado e fortalecido. O CME de Lucas do Rio Verde como Sistema Municipal de Ensino, foi se fortalecendo dia a dia através da atuação de seus conselheiros, que buscam constantemente a capacitação e a realização de um trabalho feito com comprometimento e totalmente voluntário. Além do que, monitorar e fiscalizar o cumprimento do Plano Municipal de Educação é uma das maneiras de garantir que a educação chegue a todos” disse ela.
Continue lendo

Ilhéus teve 48,8 mm de chuva

Ilhéus teve 48,8 mm de chuva 2

A chegada de uma frente fria ao litoral da Bahia estimulou mais uma vez a formação de áreas de instabilidade sobre o estado. A chuva voltou a cair forte especialmente no sul e leste baiano, com registro de alagamentos em Jequié.

Pelos dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais ( CEMADEN ), a chuva foi volumosa no período de 24 horas (entre às 15 horas de domingo e às 15 horas de segunda). Foram várias cidades que acumularam mais de 20 mm de chuva no período. Destaque para os volumes de 97 mm em Vitória da Conquista, 81 mm em Lafaiete Coutinho, na região de Jequié, 73 mm em Barra do Rocha, 58 mm em Itabuna.

Pelo Instituto Nacional de Meteorologia ( INMET ), os maiores acumulados foram registrados em Ilhéus com 48,8 mm de chuva e em Ipiaú com 42,8 mm.

A frente fria vai continuar na altura do litoral da Bahia durante esta terça-feira (14), espalhando mais áreas de instabilidade pelo Nordeste. Todo o estado da Bahia permanece em alerta para mais chuva forte e volumosa, que pode vir com raios e rajadas de vento. Também há previsão de chuva forte para Salvador e o Recôncavo Baiano.

Acompanhe as temperaturas para Salvador nos próximos dias.

O sul do Piauí e do Maranhão também continuam com nuvens carregadas e há risco de chuva forte. A frente fria ajuda a aumentar a chance de algumas pancadas de chuva em Sergipe, interior de Pernambuco, sul do Ceará, região de Teresina, no Piauí, e a parte central do Maranhão. Continue lendo

SEI divulga cesta básica de Vitória da conquista, Itabuna, Ilhéus e Salvador

SEI divulga cesta básica de Vitória da conquista, Itabuna, Ilhéus e Salvador 3

A Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) divulgou a cesta básica de Vitória da Conquista, Itabuna, Ilhéus e Salvador. O trinômio arroz, feijão e carne foi responsável por 34,99% do valor de uma cesta básica e o quarteto café, leite, pão e manteiga, por 36,90%. Os três produtos com maior participação no valor da cesta básica foram carne bovina (23,79%), pão francês (18,95%) e tomate (9,57%) e os itens com menor participação em valores monetários foram o açúcar (2,61%), o café moído (2,20%) e o óleo (1,31%).

Ainda de acordo com as informações analisadas pela SEI, em outubro, o tempo de trabalho despendido para se obter uma cesta básica em Salvador foi de 74 horas e 41 minutos, ou seja, um comprometimento de 33,95% do salário mínimo líquido de R$ 862,04, descontando-se 8% de contribuição previdenciária do salário bruto de R$ 937,00 para adquirir os 12 produtos da cesta.

A ração essencial mínima foi definida pelo Decreto-lei 399, de 30 de abril de 1938, que estabeleceu os produtos alimentares (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, banana, óleo, manteiga, tomate e café) e suas respectivas quantidades. As informações foram analisadas em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Em Vitória da Conquista

Já em Vitória da Conquista, a ração essencial mínima passou a custar R$ 295,12, em outubro de 2017, representando uma retração de -0,90% quando comparado com o mês de setembro de 2017. Dos 12 produtos que compõem a ração essencial mínima, três registraram variações positivas: pão francês (1,98%), café moído (1,60%) e açúcar cristal (0,13%). Por sua vez, nove produtos registraram variação negativa: tomate (-2,80%), leite pasteurizado (-2,27%), carne bovina (-2,18%), farinha de mandioca (-2,03%), feijão (-1,46%), manteiga (-1,10%), arroz (-0,75%), óleo (-0,40%), banana da prata (-0,30%). O tempo de trabalho despendido para obter uma cesta básica no município, por um trabalhador que recebe um salário mínimo por mês, foi de 75 horas e 19 minutos, ou seja, um comprometimento de 34,24% da sua renda mensal.

Em Ilhéus

A ração essencial mínima passou a custar R$ 319,36 no mês de outubro na cidade de Ilhéus, registrando um aumento de 3,46% quando comparado com o mês de setembro de 2017. Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, três aumentaram de preço: tomate (36,61%), açúcar cristal (5,49%) e carne bovina (chã de dentro) (2,74%). Em contrapartida, oito apresentaram redução no preço: óleo de soja (-5,26%), manteiga (-4,42%), arroz (-3,56%), farinha de mandioca (-3,51%), banana prata (-2,10%), café moído (-1,94%), feijão rajado (-1,27%) e leite pasteurizado (0,60%). O preço do pão francês não teve alterações. O tempo de trabalho despendido para obter uma cesta básica, em Ilhéus, por um trabalhador que recebe um salário mínimo por mês, foi de 81 horas e 30 minutos, ou seja, um comprometimento de 37,05% da sua renda mensal. Continue lendo

1º Lugar no Concurso para revitalização do centro histórico de Ilhéus /BA

1º Lugar no Concurso para revitalização do centro histórico de Ilhéus /BA 4

Como parte das ações da Semana de Mobilidade 2017, o Instituto Nossa Ilhéus (INI) lançou o Concurso de Ideias de Arquitetura “VivaAcidade”. A premiação aconteceu no dia 22 de setembro, Dia Mundial sem Carro, em plena praça pública central, uma das áreas repensadas pelos estudantes ganhadores, que expuseram suas ideias para a revitalização da Poligonal que compreende as Ruas Araújo Pinho e Santos Dumont. O objetivo do concurso foi considerar as melhores propostas tendo como base a apropriação do espaço público pelas pessoas e a valorização do patrimônio histórico e cultural.

O primeiro lugar foi para o estudante do sétimo semestre de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR), Rafael Lamary Silva Santos, com o colaborador Gerardo Angel Bressan Smith. O segundo lugar foi para a dupla Maria Luiza Calixto e Marlindi Leal Venturin, da Faculdade Madre Thaís. Conheça o projeto vencedor, abaixo:

Descrição enviada pela equipe de projeto.

Ilhéus segue como uma cidade turística, conhecida por suas praias, produção de cacau e por ambientar os romances de Jorge Amado. Porém, sua parte histórico-cultural se encontra em declínio devido a suas outras qualificações. A praça J.J. Seabra localizada no centro histórico da cidade é um grande exemplo de desvalorização e está dentro do espaço sugerido para a revitalização.

A proposta tem como objetivo renovar essa área central que se encontra em desarmonia com o centro histórico, tendo como definição a circulação de veículos, subdivisão dos pisos, valorização dos monumentos, entre outras modificações para atender melhor os visitantes e turistas. O conceito do projeto é a integração entre os espaços, que nessa intervenção tem como foco a praça e suas conexões aos outros pontos turísticos. Essa intervenção deve acontecer de maneira que sirva os turistas sem perder a qualidade de quem é morador.

A praça é prejudicada pelo fato de ser dividida por vias de veículos, fazendo com que se desconecte dos espaços. A via de transporte que se localiza em frente ao principal monumento da praça será isolada e servirá apenas os pedestres, pois, a contemplação do ambiente será maior e menos perigosa visto que hoje esse espaço é curto e pouco contemplativo devido o fluxo de carros. A rua Sá Oliveira será prolongada até a rua Tiradentes, para possibilitar a passagem de quem esta vindo do centro da cidade para a avenida central, o fluxo será divido com a rua Santos Dumont de segunda a sexta, pois, nos finais de semana e feriados essa rua juntamente com a rua Rodolfo Viêira se encontrará fechada até o perímetro do Palácio. A passagem de transportes serão feitas pela rua Cel Pessoa e a Santos Dumont. Essa alteração tem como objetivo acomodar os visitantes e valorizar o espaço que terá mais lazer, convivência e turismo principalmente quando a ponte Ilhéus-Pontal estiver pronta e o fluxo de pessoas começarem a sair da rua Jorge Amado unindo a praça da Catedral São Sebastião e os outros pontos turísticos como por exemplo a casa de Jorge Amado e o Teatro Municipal.
Continue lendo

Trabalhador de Ilhéus é condenado a pagar R$ 8,5 mil em honorários com nova regra

Trabalhador de Ilhéus é condenado a pagar R$ 8,5 mil em honorários com nova regra 5

Sentenças proferida no sábado (11), mesmo dia em que nova legislação trabalhista entrou em vigor, provoca polêmica na Bahia. Tomando como base a nova legislação, o juiz José Cairo Júnior, titular do TRT da 3ª Região, na cidade de Ilhéus, chamou a atenção por negar o pleito de um trabalhador e por condená-lo a arcar com as custas do processo.

O funcionário de uma empresa do ramo agropecuário entrou na Justiça reivindicando indenização de R$ 50 mil por ter sido assaltado à mão armada quando se preparava para se deslocar para o local de trabalho. Entretanto, o magistrado não viu no fato implicação por parte da empresa e rejeitou a tese de “responsabilidade civil do empregador decorrente de atos de violência praticados por terceiros”.

Ele ainda indeferiu o benefício da justiça gratuita, determinando que o autor da ação pagasse a quantia de R$ 8,5 mil de custas processuais, e por litigância de má-fé, por ter reivindicado o pagamento de horas extras – que não teriam sido comprovadas .

O juiz entendeu que não há como atribuir ao empregador a responsabilidade pelo aumento da criminalidade na região, já que tal situação não está sob seu controle, além disso, o fato sequer poderia ser considerado acidente de trabalho.

“O próprio reclamante, em suas alegações finais, informa que o evento teria ocorrido enquanto ele se preparava para se deslocar ao trabalho e não no seu efetivo trajeto”, justificou o juiz.

Sobre a reivindicação de pagamento de horas extras, José Cairo Junior alega que o reclamante, durante o seu depoimento informou que trabalhava das 7 horas às 12 horas e das 13 horas às 16 horas, de segunda a sexta-feira, e aos sábados até às 11 horas. “Ora, tais informações comprovam que o autor alterou a verdade dos fatos, pois em sua inicial diz que só gozava de 30 minutos de intervalo”, fundamentou. Continue lendo

BENEFÍCIO: Bolsa Família terá aumento real em 2018, diz ministro

Bolsa Familia

O governo federal pretende dar aumento real para o benefício do Bolsa Família, afirmou nesta segunda-feira, 13, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. A ideia é reajustar o valor pela inflação e mais um pouco. O aumento será dado em março ou abril, segundo Terra, o que não seria um problema por questões eleitorais.

“Este ano próximo deve ter um reajuste do Bolsa Família, de inflação e mais um pouco. A redução da inflação também ajuda. O Bolsa Família ficou dois anos sem reajuste antes de entramos no governo, com inflação de 10% ao ano, o que praticamente comeu 25% do valor”, afirmou Terra, após a cerimônia de lançamento do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Estado do Rio de Janeiro e Municípios, numa unidade da Marinha do Brasil na Avenida Brasil, zona norte do Rio.

O ministro calculou que o orçamento do Ministério do Desenvolvimento Social ficará em R$ 91 bilhões em 2018, acima do de 2017, incluindo gastos com o INSS e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que está sob sua alçada. Segundo Terra, houve economia de recursos com revisões nos gastos com auxílio-doença. Somente neste ano, a economia foi de R$ 5 bilhões. Continue lendo

Futevôlei atrai bom público e dupla de Ilhéus conquista Série B

Futevôlei atrai bom público e dupla de Ilhéus conquista Série B 6

Os atletas de Ilhéus Lucas e Rondy foram os campeões na categoria B da sexta etapa do Campeonato Baiano de Futevôlei, realizada no último final de semana, na areia da praia da Avenida Soares Lopes, centro da cidade. O evento contou com a presença de vários nomes do futevôlei brasileiro, a exemplo de atletas que integram o ranking estadual e outros campeões baianos e mundiais da categoria.

Ainda no segundo lugar na mesma categoria ficaram os atletas Demi e Tiago; 3º, Reca e Sopha; 4º, Matheus e Luiz Felipe; 5º, Léo e Brenner; 6º, Paulo Víctor e Talles; 7º, Bambar e William; 8º, Vitinho e Iuri; 9º, Dan e Leandro; 10º, Lucas e Rominho.

Por sua vez, na categoria feminino, a classificação foi a seguinte: 1º lugar, Many e Vanessa; 2º, Liz e Luiza; 3º Laura e Thamara; 4º Paulinha e Geane e a quinta foi a dupla Edi & Clara. E, na categoria máster, foram: Washington e Gurubi; Mario e Cezinha; Tadeu e Marcelus; Rominho e Jarbas; Mochila e Piloto; João e Adauton e o sétimo foram Guaiamum e Cabeça

Três eventos esportivos distintos sediados em Ilhéus movimentaram a cidade no último final de semana. Além da sexta etapa do Campeonato Baiano de Futevôlei (com cerca de 700 visitantes, entre desportistas, árbitros e comissões técnicas), a cidade sediou a segunda rodada do Circuito Sesc de Corrida e Caminhada (que contou com a presença de 700 inscritos) e a final do Circuito Baiano de Pesca Esportiva (com mais de 300 competidores que vieram com suas embarcações). Continue lendo

Prefeitura de Ilhéus faz alerta aos microempreendedores

Prefeitura de Ilhéus

Por intermédio da Sala do Empreendedor, que funciona no pavimento térreo do Anexo de Secretarias, a Prefeitura de Ilhéus alerta aos microempreendedores individuais (MEI) cadastrados no município que o prazo para regularização de pendências no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) vai até o dia 22 de novembro. E chama a atenção também para boletos de pagamentos falsos que estão sendo enviados aos microempreendedores pelo Correios ou por meios eletrônicos. Atualmente, 6.550 MEIs são inscritos no município.

O coordenador da Sala do Empreendedor, William Gama, explica que a oportunidade serve para quem não pagou nenhuma guia mensal (DAS) referente aos períodos de apuração de 2015, 2016 e 2017 e não entregou nenhuma das declarações anuais (DASN-SIMEI) dos anos de 2015 e 2016. “Acho que os microempreendedores individuais nessa situação devem evitar o cancelamento do seu CNPJ”, salienta.

Segundo Gama, a Sala do Empreendedor, vinculada à secretaria municipal de Indústria e Comércio, funciona diariamente, das 8h30min às 18 horas, sem interrupção, onde pode ser sanada qualquer dúvida a respeito dessas medidas. No caso da existência de débitos, há a possibilidade de parcelamento em até 60 meses.

Vale lembrar que a baixa definitiva do CNPJ não poderá ser revertida e os débitos migrarão automaticamente para o CPF vinculado ao cadastro. E para continuar a exercer alguma atividade econômica formalmente, o microempreendedor vai precisar registrar um novo CNPJ. Há outras informações disponíveis também no site www.portaldoempreendedor.gov.br. Continue lendo