:: Colunistas
::Publicidade

Cultura

Número de propostas apresentadas ao Edital Setorial Audiovisual 2019 – FCBA cresce mais de 300%

Número de propostas apresentadas ao Edital Setorial Audiovisual 2019 - FCBA cresce mais de 300% 1

Com recursos do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), o Edital Setorial Audiovisual 2019 recebeu, entre os dias 03 de abril e 02 de maio, 561 propostas. O volume de envios cresceu 309% em relação ao processo seletivo de 2016, quando foram apresentados 137 projetos voltados para o desenvolvimento e a difusão do audiovisual baiano.

“O aumento expressivo reflete uma demanda do setor e consolida o edital como um dos principais mecanismos de fomento da produção audiovisual do estado”, avalia o superintendente de Promoção Cultural, Alexandre Simões.

Para esclarecer dúvidas e orientar os participantes durante a primeira fase da chamada pública, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) investiu no fortalecimento dos canais diretos de comunicação, por meio da Central de Atendimento Integrado. No total, foram 266 atendimentos, em 75% dos casos realizados via e-mail.  Houve, também, proponentes que buscaram o serviço presencialmente e os que entraram em contato por telefone. Na última modalidade, o protocolo de chamadas registrou todo o histórico e garantiu maior eficiência e segurança no repasse de informações. Continue lendo

Juiz lança livro sobre indígenas e direitos humanos, e cobra mudanças no Judiciário

Juiz lança livro sobre indígenas e direitos humanos, e cobra mudanças no Judiciário 2

(José Cruz/EBC)

O juiz de Direito André Augusto Bezerra, ex-presidente da Associação Juízes para a Democracia (AJD), lança em evento aberto na SP Escola de Teatro, nesta sexta-feira (26), a partir das 20h, o livro Povo Indígenas e Direitos Humanos: direito à multiplicidade ontológica na resistência Tupinambá. Produto da tese de doutorado do magistrado, a obra promove um diálogo sobre a demarcação de terras indígenas, a partir do caso da etnia Tupinambá, na região de Ilhéus-BA, onde há anos os povos originários lutam pelo reconhecimento de seu território.

O processo, no entanto, está parado desde 2012 no Ministério da Justiça, sujeitando os indígenas a uma série de violações e seu cacique, Babau, a constantes ameaças de morte que vem se intensificando nos últimos 100 dias, de acordo com Bezerra. “Diante dessa violação quem sofre são os próprios violados em seus direitos, que são os tupinambás, vistos como verdadeiros invasores da propriedade privada”, lamenta o escritor em entrevista à jornalista Marilu Cabañas, da Rádio Brasil Atual. Continue lendo

Cinquenta e três líderes indígenas estão ameaçados por fazendeiros

Cinquenta e três líderes indígenas estão ameaçados por fazendeiros 3

Foto: cimi.org

Pelo menos cinquenta e três lideranças indígenas da Bahia são assistidas atualmente por um programa de proteção, por estarem sob diversos tipos de ameaças, inclusive de morte. A informação é do portal G1 Bahia.

A maioria das ameaças são de fazendeiros e acontecem no interior do estado, segundo o portal. Os conflitos envolvem disputas por terras.

A Bahia é o estado com maior população indígena do Nordeste e o terceiro do país, segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Continue lendo

Biblioteca Central vive dia de cultura coreana com o Kpop Meeting Bahia 2019

Biblioteca Central vive dia de cultura coreana com o Kpop Meeting Bahia 2019 4

A 5ª edição do Kpop Meeting Bahia 2019 foi realizada neste sábado (23), na Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris), em Salvador. A cultura da Coreia do Sul invadiu o espaço do quadrilátero da unidade com um recorde de público, comparado às edições passadas.

Com bate-papos, oficinas, exibição de séries coreanas, curso de idioma, jogos, comidas típicas, música pop e dança, entre outras programações, o evento integrou os fãs da cultura do país asiático. Para um dos organizadores do evento, Junot Freire, “esse é um momento de unir pessoas que curtem a cultura de outros países e, hoje, é como se tivéssemos um pouco da Coreia do Sul aqui no Brasil”. 
Apresentações de grupos cover e performances, com figurinos típicos, ocorreram ao som de famosos da Música Popular Coreana (Kpop), como Exo, Twice, BTS e Got7. “Danço há três anos e isso significa viver o que nossos ídolos vivem, pois passamos por todos os estágios que eles passam em relação a ensaios, coreografias e apresentações. Temos uma comunidade Kpop aqui em Salvador e somos conhecidos entre nós que curtimos esses costumes asiáticos”, afirmou o estudante Bruno Coutinho. 

Continue lendo

Carolina Maria de Jesus

Carolina Maria de Jesus

O Doodle do Google desta quinta-feira (14) faz uma homenagem a escritora Carolina Maria de Jesus no dia em que ela completaria 105 anos.

Carolina Maria de Jesus (Sacramento, 14 de março de 1914 — São Paulo, 13 de fevereiro de 1977) foi uma escritora brasileira, conhecida por seu livro Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada publicado em 1960.

Carolina de Jesus foi uma das primeiras escritoras negras do Brasil e é considerada uma das mais importantes escritoras do país. A autora viveu boa parte de sua vida na favela do Canindé, na zona norte de São Paulo, sustentando a si mesma e seus três filhos como catadora de papéis. Em 1958, tem seu diário publicado sob o nome Quarto de Despejo, com auxílio do jornalista Audálio Dantas. O livro fez um enorme sucesso e chegou a ser traduzido para quatorze línguas.

Carolina de Jesus era também compositora e poetisa. Sua obra permanece objeto de diversos estudos, tanto no Brasil quanto no exterior.

Continue lendo

ILHÉUS: Teatro Popular recebe “O Quadro: A revolução começa nas margens” nesta quinta (14)

ILHÉUS: Teatro Popular recebe “O Quadro: A revolução começa nas margens” nesta quinta (14) 5

Tráfico de drogas, violência contra a mulher e relações familiares conflituosas são alguns dos temas abordados no espetáculo “O QUADRO: a revolução começa nas margens”. Encenada pelo Coletivo 7. A montagem volta a Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (TPI) nesta quinta-feira (14), às 19h30min com sessões ainda nos dias 22 e 30, também no mesmo horário. As entradas custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia, à venda na TPI. A classificação indicativa é 14 anos.

Com texto de Romualdo Lisboa e direção de Valdiná Guerra, a obra narra a história de Nino e Lia, um casal de jovens que vivenciam uma realidade de violência e de abuso dentro do ambiente familiar e social em que fazem parte. Ambos assumem espaços de comando que se alternam. A peça tem a parceria com o Arte no Ato, grupo de teatro do Curso Técnico de Teatro do CEEP do Chocolate Nelson Schaun, no Malhado, zona norte da cidade. Continue lendo

Fazcultura destina R$ 15 milhões para projetos e atividades culturais

Fazcultura destina R$ 15 milhões para projetos e atividades culturais 6

Foto: Ilustração

O Programa Estadual de Incentivo ao Patrimônio Cultural (Fazcultura) vai investir R$ 15 milhões em apoio a projetos e atividades culturais, a título de incentivo fiscal, em 2019. A informação foi anunciada pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, transmitido pelas redes sociais, na noite desta terça-feira (12).

A aprovação dos recursos foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta (13), por meio do DECRETO Nº 18.949 assinado pelo governador. “Assinei hoje e sai amanhã o decreto. São 15 milhões para projetos de cultura em toda a Bahia”, disse Rui.

Instituído pela Lei nº 7.014/1996, o Fazcultura tem como objetivo promover ações de patrocínio tendo como base renúncia de recebimento do Imposto de Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) pelo Estado. Além de aportar o valor autorizado do ICMS que seria pago, a empresa deve investir um percentual de recursos próprios nos projetos e atividades culturais. Continue lendo

Itabunense é a nova diretora do Museu de Arte Moderna da Bahia

Itabunense é a nova diretora do Museu de Arte Moderna da Bahia 7

Foto: reprodução

Tereza Lino, conhecida na área cultural como Tereco Costa Lino, será a nova diretora do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA). Historiadora de formação, com mais de 30 anos de atuação no segmento de cultura, a baiana assume o comando do museu, um dos mais importantes do país, em substituição ao artista visual Zivé Giúdice, exonerado no último dia 28 de fevereiro.

A publicação da nomeação da nova gestora do museu será publicada hoje (12) no Diário Oficial do Estado. A baiana de Itabuna assume a instituição com a missão de fazer uma “gestão cultural ampliada”, segundo informou à coluna, João Carlos Oliveira, diretor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), órgão responsável pela gestão de museus do estado. Continue lendo

Life Saúde
Life Saúde
::Publicidade