Política

ILHÉUS: Vereador Ivo Evangelista solicita a retirada do projeto de lei que retira beneficios dos servidores municipais

Foto: Arquivo do PRB

O Vereador Ivo Evangelista (PRB) solicitou ao Prefeito Mário Alexandre, Procurador Geral Jeferson Domingues e ao Presidente da Câmara Vereador Lukas Paiva, a retirada do projeto de lei nº 50/2018, que converte a remuneração de atividade complementar de classe e as verbas descritas no anexo primeiro em vantagem pessoal nominalmente e identificada e que a comissão de justiça após avaliação prévia, exarou parecer concordando com as justificativas da referida PL.

O projeto em questão altera direitos de servidores e sendo assim caberia uma reunião com os interessados objetivando uma discussão democrática envolvendo o município e a classe. Continue lendo

ILHÉUS: Marão fará reforma no secretariado municipal

Talvez não seja tão ampla quanto a que está sendo anunciado nas praças, mas a reforma do secretariado do prefeito Mário Alexandre (PSD) está sendo gestada, ao modo – discretamente.

As mudanças, ainda não anunciadas, vão acontecer brevemente, levando-se em conta, inclusive os resultados das urnas.

Por óbvio, os principais beneficiários estão na corda bamba, garante um personagem próximo ao prefeito.

Jabes Ribeiro analisa o processo eleitoral e descarta candidatura em 2020

Prefeito Jabes Ribeiro:Foto: Arquivo Secom

Na manhã desta sexta-feira, 26, o secretário geral dos Progressistas da Bahia, Jabes Ribeiro, participou do programa o tabuleiro da Ilhéus FM. Durante a entrevista, Jabes analisou o processo eleitoral da Bahia e descartou sua candidatura a prefeito de Ilhéus nas eleições de 2020.

Para Jabes, o partido sai fortalecido com o resultado das eleições e com condições de contribuir significativamente para a Bahia. “Nós organizamos o partido dentro da aliança que temos com o governador Rui Costa. Em 2014, fizemos cinco deputados estaduais. Nesta eleição, fizemos sete. Tivemos um crescimento de 40%. Preservamos a nossa bancada federal com quatro deputados e ainda temos o vice-governador da Bahia, o companheiro João Leão”.

O secretário dos progressistas não escondeu as pretensões do partido para as próximas eleições. “Daqui a dois anos temos o pleito para prefeito e o partido sai preparado para disputar as eleições municipais, se possível, em todos os municípios da Bahia”.

Mais uma vez, Jabes desmentiu os boatos e garantiu que não irá disputar as eleições municipais em 2020, em Ilhéus.   “Eu não serei mais candidato a prefeito. Esqueçam essa história. Nós temos claramente o candidato a prefeito em 2020. Ele se chama Cacá Colchões”. Continue lendo

Eleitor que não votou no 1º turno deve ir às urnas no domingo

 

Para a Justiça Eleitoral, cada turno de votação é considerado uma nova eleição e, por isso, o eleitor que não votou no primeiro turno deverá votar no segundo turno, no próximo domingo (28/10), desde que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral. Mesmo não tendo justificado sua ausência no primeiro turno, ele não está impedido de votar no segundo, porque têm até 60 dias para fazê-lo.

Além da escolha do próximo presidente da República, no dia 28, os eleitores vão definir o nome de governadores de 13 estados e do Distrito Federal e prefeitos de 19 cidades. Neste último caso, são as chamadas eleições suplementares, previstas no Código Eleitoral em casos específicos, geralmente quando há condenação eleitoral ou criminal, abuso de poder político, compra de votos, cassação de mandato, entre outros casos, por parte dos políticos.

Assim como no primeiro turno, quem não comparecer para votar neste domingo é obrigado a  justificar sua ausência.

Onde justificar? 

Eleitores em trânsito poderão justificar a ausência nas urnas em aeroportos. A lista poderá ser alterada com menos ou mais postos, de acordo com decisão dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) de cada estado. Para justificar o voto o cidadão deve levar um documento oficial com foto, o título de eleitor ou o número do documento. Continue lendo

TSE autoriza envio de tropas federais para 357 locais no segundo turno

General Villas Bôas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (23) o envio de tropas federais para 357 localidades a fim de garantir a segurança do segundo turno das eleições, que será realizado no próximo domingo (28).

Os militares vão garantir a tranquilidade do pleito nos estados do Acre, Amazonas, Ceará, de Mato Grosso, do Maranhão, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Pará e Tocantins.

No primeiro turno, as tropas foram enviadas para 513 localidades. A medida é prevista no Inciso XIV do Artigo 23 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65). Continue lendo

Bolsonaro e Haddad divergem sobre Mais Médicos e SUS; Conheça as propostas dos candidatos para a saúde

Apesar de figurar como um dos problemas mais citados por brasileiros em pesquisas recentes feitas pelo Ibope e Instituto Datafolha, a saúde parece ter perdido espaço nas entrevistas e discursos dos presidenciáveis.

Em seu plano de governo, Jair Bolsonaro (PSL) afirma que o Sistema Único de Saúde (SUS) não precisa de mais recursos e propõe mudanças no Programa Mais Médicos. Já Fernando Haddad (PT) defende maior financiamento público da saúde e o reforço do Mais Médicos. O único ponto em comum na plataforma de ambos é a adoção de um prontuário eletrônico que permita reunir o histórico do paciente, incluindo consultas realizadas, medicamentos prescritos e resultados de exames. Continue lendo

Polícia Federal abriu 469 inquéritos para investigar crimes eleitorais

A Polícia Federal (PF) abriu 469 inquéritos para investigar crimes eleitorais no primeiro turno da campanha deste ano, A informação é do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Além disso, 455 pessoas foram conduzidas para depoimentos e outros 266 apreendidos.

De acordo com o ministro, os principais crimes registrados foram propaganda eleitoral irregular, promoção de informações falsas e compra de votos. “Aqueles que têm interesse de produzir notícias falsas fiquem sabendo que não existe anonimato na internet e a Polícia Federal tem tecnologia e recursos humanos para chegar neles aqui ou em qualquer lugar do mundo”, alertou.

Jungmann participou no domingo (21/10) da entrevista à imprensa, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), convocada pela presidente do tribunal, ministra Rosa Weber. Na ocasião, perguntada se a Justiça Eleitoral falhou no combate às notícias falsas (fake news) durante a campanha, a ministra respondeu que não viu falhas na ação do tribunal, mas reconheceu que não esperava que a onda de desinformação se voltasse contra a própria instituição e que ainda não há uma solução para impedir o problema.

“Nós entendemos que não houve falha alguma da Justiça Eleitoral no que tange a isso que se chama fake news. A desinformação é um fenômeno mundial que se faz presente nas mais diferentes sociedades. Gostaríamos de ter uma solução pronta e eficaz, de fato, não temos”, disse a ministra. Continue lendo

Anúncio
Técnico em informática em Ilhéus

Técnico em informática em Ilhéus

Ultra Li

ADMINISTRAÇÃO DE SITES, BLOG E HOSPEDAGEM WEB
Administração técnica do seu site e blog, mantendo o funcionamento otimizado.

Solicite seu orçamento Aqui