O pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP), participou da sessão de lançamento da comissão Henrique Simões, instalada pela Academia de Letras de Ilhéus (ALI), ocorrida na noite de quarta-feira, 26 de junho, com a finalidade de elaborar projetos e programas para as comemorações dos 500 anos da cidade de Ilhéus, Capitania Hereditária criada em 1534. Para Jabes, a data dos 500 anos tem uma importância muito grande para a história da cidade e, nesse sentido, o evento deve ter uma articulação regional, a mais ampla possível, envolvendo os diversos setores como os governos estadual e federal, a iniciativa privada e as diversas Instituições locais e da região.

O ex-prefeito parabenizou a Academia de Letras pela iniciativa e disse acreditar que os 500 anos de Ilhéus têm uma importância cultural, econômica e social de enorme dimensão. “Representa um momento simbólico fundamental para toda a região grapiúna”, salientou.

Ele saudou a participação da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e das demais instituições presentes, e disse que vê necessidade da presença da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc) nesse processo, já que praticamente todos os municípios que compõem a entidade são originários de Ilhéus.

Jabes Ribeiro lembrou que até o final da década de 70, Ilhéus comemorava apenas a sua emancipação político-administrativa e que isso o inquietava. A partir do seu primeiro mandato (1983-88) como prefeito do município, passou-se a festejar a fundação da história da cidade de Ilhéus, como uma ideia de pertencimento, de identidade e valorização da história.

O pré-candidato chamou atenção para a necessidade de valorização dos museus, das igrejas, da produção editorial literária e científica, de todo o patrimônio histórico e cultural, como forma de afirmação identitária. Na sua opinião, todos os segmentos sociais e econômicos devem refletir no sentido de contribuir efetivamente com o desenvolvimento do município nesse momento histórico.

“Precisamos de um aeroporto internacional, de um porto revitalizado, turismo e comércio fortes, ações de inovação tecnológica, pois as condições existem e as possibilidades são maravilhosas. Temos que ter, no bom sentido, ousadia para conquistarmos o que queremos para a nossa cidade e nosso povo. Assim, devemos trabalhar juntos, unidos, com o objetivo de chegarmos a 2034 da melhor forma possível”, acrescentou Ribeiro.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *