Da esquerda os novos diretores Tales, Leandro, Vercil, Adive, Fernanda e Ícaro
Da esquerda os novos diretores Tales, Leandro, Vercil, Adive, Fernanda e Ícaro

Em memorável e histórica noite de sexta-feira 14 de março, na sede da OAB/Itabuna, a Academia de Letras Jurídicas do Sul da Bahia (Aljusba), a primeira instituição do gênero a ser fundada no interior do Estado da Bahia e a sétima do Brasil, empossou sua diretoria para o biênio 2024/2026.

A reunião de posse, que foi presidida pelo acadêmico Vercil Rodrigues, além de Adive Cardoso Ferreira Júnior (cadeira 27 patrono Boaventura Moreira Caldas) – presidente, empossou também Vercil Rodrigues (idealizador e fundador, cadeira 1 patrono Francolino Gonçalves de Queiroz Neto, que é também o patrono da Aljusba), Fernanda Guimarães Dantas (cadeira 8 patrono Raimundo Lima) – diretora-secretária; Tales Almeida Andrade (cadeira 20 patrono Nestor Duarte) – diretor-financeiro; Leandro Alves Coelho (cadeira 3 patrono José Joaquim Calmon de Passos) – diretor da biblioteca e arquivo e o acadêmico Ícaro Emanoel Vieira Barros de Freitas (cadeira 31 patrono Eduardo Spínola) – diretor da revista e o conselho fiscal.

A posse da academia sediada na cidade de Itabuna, foi prestigiada por acadêmicos (as) da “Casa das letras jurídicas regional”, seus familiares, imprensa, empresários, além do presidente da Academia Grapiúna de Letras (Agral) Samuel Leandro Oliveira de Mattos e o ex-presidente e representante da Academia Maçônica de Letras, Ciências e Artes da Região Grapiúna (Amalcarg) Washington Farias Cerqueira.

A nova diretória firmou o compromisso de cumprir fielmente o estatuto e o regimento da academia, bem como de fomentar e difundir o cientificismo jurídico na região, com mais efetividade, tornando mais conhecido a academia com a realização de eventos, cursos, palestras e publicações, com a consequente inserção e elevação do papel institucional da Aljusba nas lides regionais.

A Aljusba que recentemente completou 13 anos, foi fundada em 13 de maio de 2011 por abnegados pensadores do direito regional, congrega advogados, juristas, professores de curso de direito, magistrados, juízes, delegados e afins do sul, extremo-sul e baixo-sul da Bahia. E tem como finalidade primordial o estudo do direito em todos os seus ramos e do aperfeiçoamento e difusão das letras jurídicas. Um outro importante objetivo é a de reconhecer e valorizar os profissionais que contribuem com a área de ensino-pesquisa e produção literária jurídica na outrora região cacaueira, bem como com o compromisso ético e o aprimoramento dessa secular ciência em sua área de inserção.

(Ascom da Aljusba)

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *