A juíza da Vara Criminal de Ilhéus, Emanuele Vita, decidiu pela prisão em flagrante de DANILO CRUZ DA SILVA, ao mesmo tempo converteu EM CUSTÓDIA PREVENTIVA do agente de trânsito de 43 anos, que já passou por exame de corpo de delito no departamento de polícia técnica de Ilhéus, e foi encaminhado para o presídio Ariston Cardoso.

Às 23h30 desta quarta-feira (27) o servidor público municipal assassinou a companheira Clealine Santos Andrade, 38 anos, com um 01 tiro de pistola 09mm na cabeça, fato ocorrido na própria residência, no Caminho 37, Casa 04, bairro Hernani Sá, zona sul da Cidade.

O delegado plantonista Luis Adriano Coêlho tipificou a conduta do autor nos crimes de violência doméstica contra a mulher, arma de uso restrito (porte ilegal de arma de fogo) e feminicídio.

Ao ser interrogado pela autoridade policial, o agente de trânsito Danilo Cruz da Silva acompanhado do advogado e presidente da OAB de Ilhéus, Jacson Cupertino, permaneceu em silêncio, alegando falar somente em juízo, sem manifestar qualquer reação de arrependimento.

Veja decisão abaixo:

DECISAO DANILO AGENTE DE TRANSITO ILHEUS.NET

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *