Na última quarta-feira (20), o Gabinete de Crise, composto pelo secretariado municipal, Corpo de Bombeiros, Marinha e Polícia Militar, se reuniu para buscar providências em relação aos transtornos causados pelas fortes chuvas que atingem Ilhéus. Em 20 horas, o acumulado de chuva chegou a 210 mm.

As equipes estão mapeando todas as áreas afetadas para levar ajuda. Foram discutidas medidas para minimizar os impactos, recuperar trechos danificados e prestar assistência às famílias afetadas. De acordo com o boletim informativo divulgado pela Prefeitura, as chuvas já deixaram 8 pessoas desalojadas.

O Município criou uma central de atendimento para atender os chamados, com três equipes compostas por engenheiros civis, assistentes sociais e bombeiros civis. Há cerca de um mês, a Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Seinfra) vem desenvolvendo um trabalho preventivo, que consiste na limpeza de canais e aplicação de lonas nos altos e nas áreas de risco.

Até o momento, foram registradas 125 ocorrências, referentes a solicitações para remoção de árvores caídas, alagamentos, deslizamentos de terra, obstrução de vias e colocação de lonas. A patrulha mecânica executa serviços em duas frentes: limpeza de canal e desobstrução de bueiros e retirada de resíduos, principalmente no Centro, Teotônio Vilela, Esperança, Nossa Senhora da Vitória, Alto do Coqueiro, Rua Esperanto Perolato, Avenida Soares Lopes, Rua Carneiro da Rocha e Faelba.

A Prefeitura orienta os moradores que se mantenham atentos, observando indícios como desagregação de solos em encostas, sinais sonoros, fissuras e rachaduras em imóveis. Em caso de emergência, a população pode acionar a Defesa Civil, através do número: (73) 97400-7521 (WhatsApp) ou ligar para o Corpo de Bombeiros pela Central 193, o atendimento acontece por 24 horas.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *