20 de fevereiro de 2024

Publicada no Diário Oficial da União na terça-feira (21), a Portaria nº 1.482/23 divulgou a primeira seleção de propostas enquadradas no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida. A cidade de Ilhéus foi contemplada com 468 unidades, por meio da articulação direta da gestão municipal com o Governo Federal.

Conforme a Prefeitura, as novas casas serão construídas no bairro do Iguape, priorizando mulheres chefes de família e beneficiários do Bolsa Família com renda inferior a 1/4 do salário mínimo. O prefeito Mário Alexandre ressaltou que a retomada do programa é fundamental para resolver o déficit habitacional em Ilhéus.

“O Governo Lula entendeu a importância da retomada do programa “Minha Casa, Minha Vida” para garantir dignidade ao povo brasileiro. Diversas vezes fomos a Brasília apresentar ao ministro Rui Costa o estudo técnico sobre a necessidade dessa iniciativa em nosso município. Graças a Deus mais um pleito foi atendido para que possamos melhorar a qualidade de vida de aproximadamente 500 famílias ilheenses. Agradeço ao presidente Lula, ao ministro Rui, ao governador Jerônimo Rodrigues, ao senador Otto Alencar e à nossa deputada Soane Galvão, que nos apoiaram nessa importante conquista. O sonho da casa própria será realidade para as famílias que mais precisam”.

A construção das moradias atende às novas regras estabelecidas pelo programa. A Prefeitura explica que após a finalização da parte burocrática, o setor responsável disponibilizará uma plataforma para cadastro dos beneficiários. O Minha Casa, Minha Vida é gerenciado pelo Ministério das Cidades e a construção das unidades habitacionais será executada com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Detalhamento da seleção

Mirante do Almada I – 240 unidades

Mirante do Almada II – 228 unidades

Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *