Foto: Geraldo Carvalho/CAR-BA

Com uma produção anual acima de 34 mil toneladas, a Bahia é hoje o nono estado com maior produção nacional de pescado, segundo os dados do Anuário do Peixe BR 2023, levantamento realizado pela Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR). A pesca no estado é predominantemente artesanal, e possui cerca de 130 mil pescadores cadastrados, conforme a Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia – Seagri.

Em Ilhéus, município localizado no litoral sul do estado da Bahia, investimentos do Governo do estado alavancaram a produção artesanal que cresceu cerca de 80% de acordo com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) – órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

A iniciativa faz parte do projeto Bahia Produtiva, desenvolvido pela CAR-BA com cofinanciamento do Banco Mundial. O projeto busca aproximar as ações de políticas públicas a realidade local, como explica o diretor presidente da CAR-BA, Jeandro Ribeiro.

“Uma forma de entender e qualificar a política pública foi o primeiro escutar as comunidades rurais. E lá na comunidade Lagoa Encantada – Ilhéus –, foi demandado para a gente os investimentos que condizem com a realidade local. Então nós lançamos um edital específico para essas áreas de conservação, onde já existe uma política estadual e municipal, determinando o que pode e o que não pode ser feito e então, a partir desse cenário, foi concebido um projeto para essa comunidade Lagoa Encantada, onde esses pescadores e pescadoras receberam embarcações, equipamentos e apetrechos de pesca, de utensílios adaptados à realidade local”, explica.

De acordo com o diretor-presidente da CAR, ao todo foram destinados R$ 140 milhões para o território litoral sul do estado. Além dos equipamentos, os pescadores de Ilhéus, vão contar com a instalação de uma fábrica de gelo na região para dar suporte na produção. 

Segundo a CAR-BA, além da pesca, o município de Ilhéus se destaca em outras cadeias de produção, como o cacau e a apicultura. “Em 2023, começam a se aflorar vários investimentos, unidade de processamento de frutos, unidade de processamento derivados do cacau, que fará ali o chocolate também. Tudo isso começa a aflorar nessa região tão importante já da Bahia, que é a região cacaueira”, diz o diretor-presidente.

Um outro município que vem recebendo investimentos foi o de Canavieiras, localizado a 115 km de Ilhéus. “Lá também apoiamos um projeto, com essa particularidade de ajustar a política pública a uma reserva extrativista que lá existe e foi feita. Lá tem um investimento voltado ao turismo comunitário, ou seja, que enxerga a comunidade rural e quanto ela pode fazer receptivo de turistas e apresentar esse turista a realidade local dos ribeirinhos e ribeirinhas”, ressalta Ribeiro.

De acordo com a CAR-BA, no estado o investimento em políticas públicas para agricultura familiar chega ao valor de R$ 3,5 bilhões.

Fonte: Brasil 61

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *