Foto: Divulgação

A programação desenvolvida pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) para comemorar o Dia do Estudante, celebrado em 11 de agosto, está quebrando a rotina e movimentando as escolas durante todo este mês. São atividades que dialogam com os Programas e Projetos Estruturantes da SEC e visam promover a integração e descontração dos alunos, como parte do processo de aprendizagem.

No Colégio Estadual Polivalente de Amaralina, nesta semana, os estudantes estão engajados em rodas de conversas e várias oficinas com temas variados. “Pensar a Semana do Estudante nos leva a estruturar um conjunto de atividades que tratam as demandas pedagógicas com dimensões que atravessam a juventude do Nordeste de Amaralina, tais como aspectos socioeconômicos, socioemocionais e, principalmente, o papel político da juventude”, explica a coordenadora pedagógica, Luciana Pita.

Para a estudante Valentina Sofia, do 1º ano, a participação na Oficina de Arte, sob a coordenação do professor Jorge Vivas, na manhã desta quarta-feira (9), foi um momento de “mergulho profundo e de deixar fluir as emoções”. Ela, que pretende cursar Artes Visuais, escolheu desenhar um anjo, cujo olhar está repleto de asas, “que demonstra como a arte nos eleva e nos transporta por diferentes possibilidades”.

No Colégio Estadual Duque de Caxias, no bairro da Liberdade, a semana está sendo dedicada aos ensaios dos projetos artísticos e culturais, tais como o Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), o Tempos de Arte Literária (TAL) e o Artes Visuais Estudantis (AVE), com a participação dos mais de dois mil estudantes e de todos os professores da escola. Na sexta-feira (11), acontece um grande evento, quando será servido um lanche especial, com a apresentação de todos os projetos desenvolvidos pelos alunos, além da semifinal do torneio de Futebol de Salão (Futsal) e da apresentação da Fanfarra do Colégio Duque de Caxias (FUNDAC).

Uma programação diversificada para atender aos jovens e adultos do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEEP) Isaías Alves, localizado no Barbalho, foi a escolha em conjunto entre a direção, a coordenação e o grêmio estudantil da instituição. Para cada turno, optou-se por atividades diferenciadas, envolvendo cerca de dois mil estudantes. Pela manhã, os jovens participam da gincana com tarefas artísticas e sociais que tratam de temáticas trabalhadas por meio dos projetos estruturantes. No período vespertino, acontecem as palestras, que abordam uma série de temas como racismo, homofobia e empreendedorismo, escolhidos pelos próprios estudantes e que serão proferidas por professores de universidades baianas. A programação da noite é dedicada aos jogos esportivos e ao festival de talentos da música, da dança e também do grafismo.

As atividades acontecem também nas escolas do interior. E, ainda como parte das homenagens, outras ações institucionais serão promovidas pela SEC. Cerca de 200 líderes de classe dos 27 Territórios de Identidade estarão reunidos, em Salvador, entre os dias 15 e 17, em um encontro que visa a capacitação e o planejamento de ações e projetos para serem desenvolvidos nas unidades escolares. Na oportunidade, um grupo formado conhecerá os setores, a rotina e os principais projetos desenvolvidos pela SEC, em uma visita à sede da instituição, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Fonte: Ascom/SEC

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *