Com foco no turismo náutico, representantes da Prefeitura, do Sebrae e da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil) realizaram visita ao Rio do Engenho na última quarta-feira (19) para dialogar com a comunidade e definir detalhes da festa memorial à Senhora Sant’Anna e São Joaquim, padroeiros do distrito. Além do planejamento do evento, foi discutida a implantação de um polo criativo na localidade, trabalho que já vem sendo desenvolvido pela Associação de Moradores do Rio do Engenho (AMORE).

Conforme o Município, a procissão náutica acontecerá no dia 30 de julho e deve reunir aproximadamente 100 embarcações. Com saída da Maramata em direção ao Rio do Engenho, o ponto alto do evento será a celebração da missa e a festa para a comunidade.

Carla Serafim, superintendente de Relações Institucionais, reforçou o compromisso do governo municipal de buscar o apoio necessário para cumprimento das demandas, incluindo a manutenção periódica da estrada vicinal.

“Através de um trabalho integrado desenvolvemos um projeto que coloca em evidência a valorização da nossa cultura e da história, fortalecendo o sentimento de pertencimento, principalmente na comunidade do Rio do Engenho, que abriga importantes patrimônios históricos e naturais e guarda um legado de fé”.  

O Sebrae, por sua vez, destacou a implantação do polo criativo e a importância da consultoria no local. A entidade apresentou sugestão de mudança de nomes de pratos e serviços, mantendo viva a história e agregando valor à gastronomia regional.

“Em parceria com a Prefeitura, o Sebrae implementa uma série de ações de fomento à economia criativa, envolvendo diversos setores importantes da cena cultural do município. Dentre as ações contempladas estão a formatação e a promoção do Território Criativo Rio do Engenho. A partir de agora serão realizadas diversas consultorias, potencializando a arte, a cultura e a gastronomia com vistas à atração de turistas de todo o Brasil”, explicou Claudiana Figueiredo, gerente regional da entidade.

Pais de Nossa Senhora e avós maternos de Jesus, Senhora de Sant’Anna e São Joaquim são os padroeiros da Paróquia Nossa Senhora das Vitórias, do Zonal Centro Sul, e da Igreja do Rio do Engenho, quinta igreja mais antiga do Brasil, construída no período colonial, em 1537, pelo terceiro governador geral do Brasil, Mem de Sá.

“O Rio do Engenho possui um papel relevante na história do Brasil. Esse aporte é fundamental para a melhoria e desenvolvimento do turismo na região”, afirmou Alcides Kruschewsky, presidente da Atil. 

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *