Sob o tema “Leitura e Artes: inclusão para a vida”, o Projeto Lápis na Mão premiou na manhã desta terça-feira (13), dois alunos matriculados na rede municipal de ensino de Ilhéus. Os estudantes Maxwell Brasil Silva e Kamila Santos Chiles ficaram em 1º lugar nas categorias “Desenho Infantil” e “Desenho Fundamental”, respectivamente.

A iniciativa chegou à 12ª edição, sendo uma parceria da Secretaria de Educação (Seduc) e da TV Santa Cruz, com apoio da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), por meio do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (PROLER), voltado aos alunos e professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Ensino Médio.

Conforme a Seduc, o projeto visa estimular a criatividade e o desenvolvimento dos estudantes, despertando o interesse pela leitura e pelo conhecimento; além de estimular a utilização da escrita como forma de comunicação, para que o jovem desenvolva o hábito de escrever formalmente em sua língua de origem, expondo suas ideias de forma criativa e coerente.

“O prefeito Mário Alexandre está de parabéns. Realmente o município de Ilhéus tem avançado muito, assim como toda a região. É um evento que estimula a leitura e a escrita e agora na modalidade contação de história, incluindo pessoas com idade avançada”, destacou Alessandro Fernandes, reitor da UESC.

A edição atual mobilizou 53 unidades escolares da rede municipal, superando a edição passada, que obteve 2.157 alunos participantes. Neste ano, 4.514 alunos participaram das atividades. Isso reflete o empenho dos profissionais da rede e apoio familiar em fomentar o hábito da leitura e da escrita.

A professora Eliane Oliveira, titular da Seduc, afirma que “a educação em Ilhéus vem investindo no suporte ao desenvolvimento da leitura e da escrita dos alunos e quem ganha é toda a comunidade escolar. Projetos como ‘Nas Ondas da Leitura’ e o ‘Lápis na Mão’ nos trazem a certeza de que estamos no caminho certo.  A nossa política de educação é fazer com que os nossos alunos sonhem”.

Na categoria desenho, para a etapa da Educação Infantil, foram finalistas os alunos: Serena Santos (Escola Municipal Pequeno Príncipe), Maxwell Brasil (Escola Municipal de Juerana) e Gabriel dos Santos (Escola Municipal Dom Valfredo Tepe). Já na etapa dos Anos Iniciais, ainda na categoria desenho, os alunos agraciados foram: Letícia de Freitas (Escola Municipal Dom Valfredo Tepe), Sandro Pereira (Escola Municipal Heitor Dias) e Kamila Santos (Escola Municipal Marianne Eckes – Sala Anexa Brígido Portela).

Além da categoria desenho, a aluna Noélia Souza dos Santos, da Escola Municipal de Castelo Novo, foi premiada na categoria produção textual. Por fim, na categoria Escola Cidadã, a Escola Municipal Professora Horizontina Conceição foi escolhida vencedora com o projeto “Capoeira Arte”. Os resultados apontam para o trabalho desenvolvido em toda a rede com foco na leitura e escrita.

“É uma emoção muito grande. Participar do projeto e ser classificado é emocionante e ser vencedor é melhor ainda. Já somos tetracampeões. Esse tema foi maravilhoso, porque trouxe a questão da leitura e da arte na inclusão”, declarou a professora Maria Josinete São Pedro de Souza, eleita professora parceira na categoria Desenho Fundamental.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *