A secretária de Desenvolvimento Econômico e Inovação da Prefeitura de Ilhéus, Soane Galvão, esteve reunida com o diretor-científico do Centro de Inovação do Cacau (CIC), Cristiano Vilela, e o Coordenador de programas do Senar Bahia, Aloísio Junior, para dialogar sobre a participação do município por meio de uma parceria no programa ATEG Cacau, nesta última quarta-feira, 10, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Assistência técnica e capacitação gratuitas para produtores rurais de Ilhéus serão ofertadas por meio da parceria também por meio do apoio do Sindicato Rural, com o objetivo de promover a melhoria da qualidade da amêndoa do cacau e transferir tecnologia para o município.

“O interesse de Ilhéus nessa parceria é alavancar esse programa institucional para apoiar a cacauicultura, o produtor de uma forma geral, o agricultor familiar e organizar o movimento de cooperativismo. Nosso objetivo é valorizar a cacauicultura e fortalecer vetores econômicos do município. Tenho certeza que unindo forças, podemos, juntos, produzir amêndoas de cacau de elevada qualidade, inserindo, assim, muitos produtores em uma fatia diferenciada do mercado. Isso é inovação”, destacou a secretária Soane Galvão.

De acordo com o Senar, o programa ATEG Cacau, contemplará 1500 produtores distribuídos em cinquenta grupos, com cinco etapas durante dois anos. Dentre as etapas, estão o diagnóstico da propriedade, planejamento, adequação tecnológica individualizada, capacitação e análise de resultados. “Com as recomendações técnicas, o assistente técnico que realizará visitas mensais em  cada propriedade em um período de 4 horas, fornecerá ao produtor um novo planejamento para o próximo ano. O diferencial da assistência técnica é a abordagem com ênfase na gestão de propriedade com o sistema de lançamento de dados técnicos e econômicos, de modo que com o tempo, o produtor vai poder olhar claramente quanto está custando a arroba para produzir, o custo bruto e operacional”, explicou o Coordenador de programas do Senar Bahia, Aloísio Junior.

O assessor técnico Pedro Zanetti, da GIZ, Agência de Cooperação Alemã, presente na reunião também dialogou sobre possibilidade de promover capacitação dos técnicos agrícolas para o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (Cefir), momento em que o Assessor Técnico Especial da SDE, Vinícius Briglia, destacou a importância desse trabalho para uma parceria futura.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *