Bahia e São Paulo lideram ranking de beneficiados do Auxílio Brasil

Arte R7

Apesar de a região Nordeste concentrar quase metade dos beneficiários do Auxílio Brasil, três estados do Sudeste estão entre os seis com maior número de famílias que recebem o recurso. O programa, que substituiu o Bolsa Família, começou a ser pago neste mês a 14,5 milhões de pessoas.

O estado da Bahia lidera o ranking, com 1,8 milhão de beneficiários, seguido por São Paulo (1,6 milhão), Pernambuco (1,18 milhão), Minas Gerais (1,12 milhão), Ceará (1 milhão) e Rio de Janeiro (967 mil).

Ao todo, os estados do Nordeste têm 7,1 milhões de famílias contempladas, o que representa 49,1% do total. Já a região Sudeste registra 3,9 milhões de beneficiários (27,2%), seguida pela região Norte, com 1,7 milhão (12,2%), região Sul, com 935,7 mil (6,45%), e Centro-Oeste, 698,4 mil (4,81%).

“O Nordeste é mais pobre, então existe um maior número de beneficiários proporcionalmente ao das outras regiões. Mas isso indica também que é o segmento eleitoralmente importante para o governo do presidente Jair Bolsonaro, que deverá tentar a reeleição em 2022”, afirma Josilmar Cordenonssi, professor de economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Ele critica a mudança de nome do programa e o pagamento mínimo de R$ 400, que o governo federal pretende implementar em dezembro, para vigorar até o fim de 2022. “No fundo, o principal objetivo é eleitoral, porque não tem racionalidade fazer a alteração do nome, e foca exatamente essa população. Por isso, está sendo feito um esforço político para viabilizar esse aumento que tem data para acabar, em 2022, após a eleição”, avalia Cordenonssi.
 

Informações do R7

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2021/11/bahia-e-sao-paulo-lideram-ranking-de-beneficiados-do-auxilio-brasil.html

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.