Laboratório da Uesc contribui para doação de órgãos em Ilhéus e Itabuna

Foto: Ascom/UESC em https://www2.uesc.br/noticias/216/Laboratorio-da-Uesc-contribui-para-doacao-de-orgaos-em-Ilheus-e-Itabuna

O trabalho de análises laboratoriais para diagnóstico do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que provoca a Covid-19, realizado pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) através do Laboratório de Farmacogenômica e Epidemiologia Molecular – Lafem ganha importância ainda maior quando, pela proximidade com os hospitais de Ilhéus e Itabuna, possibilita a doação de órgãos de pacientes que tiveram, comprovadamente, morte encefálica.

Na última semana de maio um doador teve diagnóstico de morte encefálica no Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães, em Itabuna e, após os procedimentos protocolares, foram feitos exames comprobatórios determinados pela Legislação Brasileira, inclusive o RT-PCR, viabilizando a captação de múltiplos órgãos para doação durante a pandemia.

A professora/Dr.ª Ana Paula Melo Mariano, Responsável Técnica pelo Lafem, assinala que “o fato de a região Sul da Bahia poder contar com um laboratório na Uesc, facilita muito. Nesse caso, o tempo para realização do exame RT-PCR é muito curto. Enviar as amostras para um local distante retarda o processo e essa demora pode não resultar em tempo hábil para a execução da captação dos órgãos e a concretização das doações”.

Para a professora, “no momento em que temos um laboratório para otimizar o diagnóstico no tempo previsto, criamos possibilidade de salvar uma grande quantidade de vidas através da doação de órgãos. Isso é de grande valor para nossa região, para Uesc, que viabilizou a operacionalidade do laboratório, e para toda população.”

Dr.ª Ana Paula confirma ter conhecimento de duas ocorrências dessa ordem, “a primeira no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, entre o natal e o ano novo de 2020, quando um paciente teve a morte encefálica com a possibilidade de fazer as doações e o Hospital precisava de um resultado de RT-PCR em menos de 24 horas para que houvesse a captação de órgãos pra doação. Recebemos o material e liberamos o resultado no tempo previsto. A segunda vez no Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães, em Itabuna”.

O Reitor da Uesc, professor/Dr. Alessandro Fernandes ressalta que “é muito positivo, o fato de a Uesc ter empenhado esforços para conseguir estruturar o Lafem, demonstra a consciência da administração superior da nossa Universidade, dos pesquisadores e pesquisadoras, bolsistas e estagiários envolvidos, da responsabilidade em contribuir com solução para os problemas da sociedade. A Universidade Estadual de Santa Cruz tem auxiliado ao Governo do Estado no diagnóstico do SARS-CoV-2, mas, que isso tem ajudado a salvar vidas preciosas para todos nós. Esse é o nosso objetivo fundamental”.

Um ano

O Laboratório de Farmacogenômica e Epidemiologia Molecular – Lafem, completa, em 19 de junho de 2021, um ano de atividades. Já foram realizados mais de 14 mil exames de diagnóstico da Covid-19 por RT-PCR. O Laboratório foi credenciado pelo Lacan/BA no mês de junho de 2020, iniciou suas atividades recebendo 40 amostras por dia dos Hospitais Costa do Cacau, de Base, Calixto Midlej e Hospital de Ilhéus. Atualmente, realiza em média 200 testes por dia e atende, além dos primeiros hospitais, o Manoel Novaes (Itabuna), o Amec (Camacan) e mais nove municípios circunvizinhos.

O Lafem/Uesc priorizou os hospitais porque na medida que o resultado chegue mais rápido para essas unidades, os pacientes que estão internados podem ter um melhor direcionamento para o remanejamento clínico e protocolo de tratamento. Além disso, muitos pacientes que precisam fazer cirurgias necessitam do resultado de RT-PCR negativo antes de 72 horas da cirurgia. Também, a agilidade dos resultados favorece ações da saúde pública e da vigilância epidemiológica diante na necessidade de isolamento mais rápido daqueles que são diagnosticados, evitando a disseminação do vírus.

Atualmente, o Laboratório está fazendo exames na comunidade acadêmica da Uesc. Na página oficial da instituição há um link para o agendamento dos exames, inclusive de aposentados e terceirizados, às segundas, terças e quartas. Estão disponibilizados 50 testes por semana e, existem, também, casos de professores que precisam ir para o exterior e necessitam de laudo de até 72 horas antes de embarcar.

Equipe

A equipe Lafem/Uesc, na ação de detecção molecular do SARS-CoV-2, é composta pelo Prof. Dr. George Rego Albuquerque, Coordenador do Laboratório na ação; Prof.ª Dr.ª Ana Paula Melo Mariano, Responsável Técnica pelo Lafem na ação; Prof.ª Dr.ª Bianca Maciel; Prof.ª Dr.ª Sandra Gadelha; Prof. Dr. Renato Fontana; Prof. Lauro Juliano Marin;  Analista Universitária Dr.ª Mylene Melo;  Bolsistas Finep: Hilychaikra Ferraz Fehlberg, Amanda Teixeira Sampaio, Íris Therezinha Santos de Santana e Fabrício Barbosa Ferreira; Doutorando: Luciano Cardoso Santos; Mestranda: Luane Ettiene e as Bolsistas Proex/Uesc: Luiz Reyges Miranda Lima e Laíne Silva de Jesus. Alunos concluintes do curso de Biomedicina, bolsistas da GERLAB Adrielle Santos de Oliveira, Isa Raphaela Santos Rodrigues, Maria Clara Bessa Souza e Letícia Queiroz Ferreira; alunos voluntários do curso de Biomedicina: Vinícius Moreira Porto, Beatriz Santos Costa e Beatriz Sena Moreira Gomes.

Informações UESC.BR

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2021/06/laboratorio-da-uesc-contribui-para-doacao-de-orgaos-em-ilheus-e-itabuna.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.